Medina de Marrakesh: onde ficar, quando ir, riads, preços e atrações

Medina de Marrakesh – Dicas e informações práticas

A cidade de Marrakesh é um dos pontos principais do turismo marroquino, me arrisco a dizer que se você tiver que escolher apenas uma cidade para conhecer no Marrocos que seja Marrakesh.

Além da cidade sintetizar a cultura do país, a mesma tem uma infraestrutura excelente para receber os turistas e atrações que vão realmente te deixar extasiados com todo o exotismo do lugar.

A arquitetura, a comida, as músicas e os costumes fazem de Marrakesh uma cidade única, efervescente e divertida. Quero resumir neste artigo dicas e informações práticas sobre a cidade.

Os portões de acesso à medina de Marrakesh são sempre impressionantes.
Os portões de acesso à medina de Marrakesh são sempre impressionantes.

Quando ir

Marrakesh é quente nos meses de julho e agosto, eu optei por abril e pensei que a temperatura seria mais amena, fiquei 20 dias viajando pelo Marrocos e consegui usar bermuda somente um dia. Clima realmente frio, o que me obrigava a usar um casaco mesmo durante o dia.

Nos passeios pela badalada Djema el Fna sentia bastante o frio, porém os dias eram lindos e sempre com o céu azul. Somente uma manhã peguei tempo nublado em Marrakesh.

De posse destas experiências eu fugiria dos meses de férias e optaria por outros meses, pois Marrakesh é lotadíssima, isso você notará  no mesmo instante que pisar na Antiga Medina de Marrakesh. Se em abril estava lotado, imagine no verão!!

O sol batendo forte e eu com minha inseparável jaqueta.
O sol batendo forte e eu com minha inseparável jaqueta.

Custo

Achei o Marrocos barato, tanto para comer, como os deslocamentos. Senti falta de Uber lá e sempre que usava táxi tinha que negociar os preços antes.

Lá ainda rola aquela ideia de tentar enganar o turista. Utilize esta regrinha básica: para corridas curtas nunca o valor passará de 25 MAD, logicamente isso mudará na ida e vinda do aeroporto, porém este é um bom padrão.

Cheguei por trem em Marrakesh vindo de Casablanca e o taxista me levou até próximo do meu Riad, digo próximo porque os riads ficam em ruas onde carros não circulam. Foi um trecho de 15 minutos e paguei um pouco mais, algo perto de 35 MAD. Nos outros deslocamentos eles sempre me cobravam mais porém eu negociava até 20/25 MAD.

Andar a pé por Marrakesh sempre é uma delícia
Andar a pé por Marrakesh sempre é uma delícia

Não gostei muito da culinária, mas também é possível comer pagando pouco, fica sempre a dica para fugir dos lugares mais turísticos.

Onde ficar

A cidade é rica em opções de hospedagem. Com certeza se você está pesquisando onde ficar, já deve saber dos famosos riads. Estes são antigos casarões que foram transformados em pousadas, as quais, em sua maioria, ficam dentro da medina de Marrakesh.

Fiquei em um maravilhoso, super bonito, decorado e com atendimento impecável com café da manhã delicioso e um preço legal. O único ponto negativo é como chegar e sair, pois os mesmos ficam localizados nas labirínticas ruas da medina de Marrakesh. Esqueça google maps ou qualquer GPS, tem que ser na base da intuição mesmo.

Meu palácio particular durante minha estadia em Marrakesh
Meu palácio particular durante minha estadia em Marrakesh

O ponto chato são os meninos que ficam oferecendo ajuda e muitas vezes te indicando o caminho errado para você se perder e depois eles te cobrarem para te levar até o hotel ou a algum outro lugar.

Não existe sinalização e as informações são precárias. Quer um conselho ? Fique fora da medina. Marrakesh também é uma cidade linda fora das muralhas e tem hotéis para todos os gostos e bolsos. Aí você fica fora de toda aquela agitação e vai passear na medina.

Muitos turistas vão falar que ficar num riad lhe dará a real experiência marroquina, eu discordo, a real experiência é também viver a cidade nova, que é linda.

As muralhas que cercam a medina
As muralhas que cercam a medina

Segurança

Sim, é um país seguro, mesmo andando pela medina de Marrakesh a noite, o que muitas vezes é assustador, pois são ruas estreitas e muitas vezes desertas dificilmente acontecerá alguma coisa. É bom sempre ficar esperto, mas não ouvi falar de nenhum relato de assalto ou violência.

Por ser um país muçulmano sempre existe um “porém” quanto às mulheres que viajam sozinhas, por outro lado, vi muitas turistas em grupos ou até mesmo sós por lá. Aconselha-se tomar cuidado com as roupas, mas também vi muitas meninas de shortinho e roupas orientais, inclusive marroquinas.

Tudo misturado: motos, bicicletas, pessoas e charretes pelas ruas
Tudo misturado: motos, bicicletas, pessoas e charretes pelas ruas

Marrakesh e suas atrações

Fiquei apaixonado por Marrakesh e a cidade corre o risco de ficar entre minhas TOP 5 do mundo. E olha que já tinha viajado para outros para outros países muçulmanos como: Israel, Jordânia e Turquia.

Marrakesh tem um “quê” de mágica em suas casas pintadas em um tom avermelhado. Mesmo já tendo visto as muralhas de Jerusalém, fiquei encantado com as muralhas de Marrakesh, as quais para mim são bem mais bonitas.

O enorme El Badi
O enorme El Badi

Marrakesh é também a cidade dos jardins e são muitos que você poderá conhecer. É bem legal perceber que as vezes ruas movimentas guardam paraísos escondidos, como os jardins do Palais Bahia e Majorelle.

O lindo Palais Bahia é um dos pontos principais de Marrakesh
O lindo Palais Bahia é um dos pontos principais de Marrakesh

Existe uma avenida que liga os Jardins de Menara à cidade antiga, é um boa caminhadinha, mas faça-a e repare na linda avenida margeada por jardins super bem cuidados. Eu adoraria ter ficado hospedado por ali.

As mesquitas são um espetáculo a parte, o grande destaque vai para a Koutubia, com seus detalhes que encantam os turistas.

O Minarete da Mesquita Koutoubia
O Minarete da Mesquita Koutoubia

Fora isso, existem muitos palácios e ruínas que mostram o passado glorioso desta cidade Imperial do Marrocos, uma das mais impressionantes é a El Badi.

Em Marrakesh é bem legal assistir ao por do sol num dos bares da Praça Djema el Fna, é lindo ver a cidade de acendendo e o movimento das ruas com músicas, vendedores, restaurantes, encantadores de serpentes e toda a excentricidade marroquina.

O por do sol numa das maiores praças do mundo: A Djema el Fna
O por do sol numa das maiores praças do mundo: A Djema el Fna

Chegando e saindo

Marrakesh tem aeroporto e estação de trem. Cheguei na cidade vindo de Casablanca. Pague 10 MAD a mais e viaje de primeira classe, é super confortável.

Marrakesh é lotada, não tem jeito.

A estação de trem de Marrakesh é um espetáculo a parte
A estação de trem de Marrakesh é um espetáculo a parte

Bom, isso não tem jeito, a cidade borbulha de turistas, e algumas atrações são extremamente lotadas. Um exemplo são os Jardins Majorelle, antiga residência de Yves Saint Laurent, o lugar é lindo, mas fiquei duas horas na fila e lá dentro era impossível achar um espaço tranquilo. Quer ir ? Levante cedo e chegue lá as 8 e garanta algumas horas de sossego.

Os famosos Jardins de Majorelle
Os famosos Jardins de Majorelle

Quantos dias para conhecer Marrakesh

Alguns roteiros de viagem deixam um dia para cidade, o que acho uma pena. Para mim Marrakesh merece dois dias completos, lembre-se que dias completos excluem aqueles que chegamos ou vamos embora.

Além das inúmeras atrações é preciso sentir a alma da cidade. Se puder ficar mais, com certeza vai curtir a cidade com calma, tomando um café e relaxando nos jardins escondidos da cidade.

Momentos de tranquilidade nos jardins de Marrakesh
Momentos de tranquilidade nos jardins de Marrakesh

O que mais fazer no Marrocos

Eu fiz um roteiro bem completo no país, confira aqui, porém se você não tiver muito tempo sugiro Marrakesh, a região de Merzouga no Deserto do Saara e Chefchaouen, a cidade azul do Marrocos.

Alugar um carro por lá pode ser uma boa, as estradas são bem sinalizadas e seguras. Isso te dará flexibilidade, neste artigo falo sobre como se deslocar por lá.

E aí, se animou a conhecer o Marrocos ?

Compartilhar:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *