O que fazer em Praga: dicas para fugir do básico na incrível cidade medieval

Demorei para conhecer Praga, sempre que planejava algum roteiro pela Europa, deixava a cidade de lado.

Mas chegou um dia que decidi ir, afinal só lia coisa boa sobre a cidade.

O que fazer em Praga
Por que demorei tanto para conhecer Praga ?

Resultado ? Praga entrou para a lista das cidades mais bonitas que já conheci.

Porém, se este é o primeiro artigo sobre a cidade, aconselho que busque outras referências, pois aqui não vou escrever sobre o belo Orloj, o relógio medieval que encanta todos os turistas, nem sobre a incrível Catedral de São Vito.

O Relógio Astronômico na Praça mais Medieval da Europa

Estes lugares são lindos, basta dar um Google e se encantar pelas fotos, mas Praga vai muito além.

Então, se você já leu bastante sobre a cidade, e quer dicas passeios fora do roteirão comigo, fique comigo.

Quantos dias ficar em Praga

Está aí uma boa pergunta, a qual respondo com toda segurança: NO MÍNIMO 3 DIAS INTEIROS.

Quantos digo DIAS INTEIROS, são inteiros mesmo, ou seja, aqueles dias que a gente dorme e acorda na mesma cidade, descontando as chegadas e partidas.

Viajei para lá no melhor estilo slow travel e não me arrependi. Fiquei 4 dias na cidade. Fui embora satisfeito.

Conhecer Praga sem pressa e poder apreciar maravilhas como São Vito, é uma delícia

Ficando pouco tempo, terá a impressão da Praga lotada e muvucada, principalmente se for no alto verão.

Sim, Praga é lotada!!

Um dos dias você passará uma tarde pela linda Ponte Carlos e pela medieval Igreja de Nossa Senhora de Tyn e vai esbarrar nos turistas tentando fotos únicas da bonita cidade.

Atravessar a Ponte Carlos é o programa mais tradicional em Praga

É lindo e vale a pena de qualquer jeito!!

Ficando mais tempo, você poderá sair um pouco do eixo turístico e ver uma Praga ainda mais incrível.

Algo que notará na cidade, é que a mesma é toda interessante.

Diferente de outras onde existe um centro turístico, Praga pode te surpreender em cada esquina.

Como fui para Praga

Cheguei e saí por Frankfurt, aliás tenho um roteiro redondinho para um dia lá, clique aqui.

O motivo de ter escolhido Frankfurt foi econômico, já que as chances de encontrar um preço legal para lá é maior, dada à enorme quantidade de voos que chega à cidade.

Aproveitei que estava lá e fiz um day trip para a romântica Heidelberg. Conto tudo aqui.

De Frankfurt, tomei um ônibus para Praga. Não é perto, são quase nove horas de viagem.

Eu escolhi a FlixBus, porque é uma opção econômica. Neste artigo conto tudo como é viajar de ônibus pela Europa.

Paguei 30 euros pela passagem.

De Praga, segui para Viena, Bratislava, Budapeste, depois voltei à Áustria em Salzburgo, entrei na Alemanha por Munique, depois Nuremberg e Frankfurt novamente, onde tomei meu voo de volta ao Brasil.

Foi uma viagem com deslocamentos longos, mas de maneira alguma ficou cansativa.

Também foi muito fácil encontrar passagens baratas entre as cidades.

O que fazer em Praga

Como falei, Praga tem as atrações tradicionais e todas são incríveis, mas como fiquei 4 dias tive tempo de desbravar lugares fora do eixo super turístico, digamos assim.

Vamos às dicas ?

Castelo de Vysehrad

Praga tinha outro castelo importante, além do tradicional castelo onde fica a Catedral de São Vito.

Vysehrad foi construído depois do Castelo de Praga, lá pelo século X. Hoje o castelo não existe mais, no entanto podemos imaginar sua imponência observando as grandes muralhas.

Vysehrad Praga
As muralhas de Vysehrad

É que o Castelo passou por diversas fases, foi demolido, saqueado e por alguns momentos históricos foi moradia do Príncipe da Boêmia.

Porém, mesmo assim, o lugar tem mirantes e cantinhos super charmosos. O legal é conhecer sem pressa, e com olhos atentos.

As vistas são deslumbrantes: O Castelo de Vysehrad fica na margem oposta do Castelo de Praga, então a experiência será diferente, mostrando um outro panorama do Rio Vltava.

Como chegar ao Castelo de Vysehrad

É possível ir de metrô, a Linha C tem a estação Vysehrad.

Desembarcando ali, basta seguir as indicações e caminhar por uns 15 minutos até o castelo.

Outra maneira é seguir pelo rio, na mesma margem da Casa Dançante. Dali são aproximadamente 1,7Km e depois ladeira acima, já que o castelo fica numa colina.

O que ver no Castelo de Vysehrad

Separe umas duas horas para caminhar por ali, mas este tempo depende do nível de interesse de cada um.

É interessante que, ao chegar nesta região, sentirá uma vibe diferente, já que Vysehrad é tranquilo e sem muitos turistas.

Leopold Gate

Este portão é um dos mais preservados no estilo Barroco em Praga, foi construído no século XVII.

Leopold Gate
Entrando em Vysehrad pelo Leopold Gate

Dizem que nas noites de lua cheia o fantasma de um soldado francês aparece por ali.

Rotunda de São Martinho

Diferente de outras igrejas em Praga, esta é em formato circular e é bem menor.

É um belo exemplar da Arquitetura Românica.

A Igreja Circular de São Martinho

É interessante que esta igreja já foi quase foi demolida várias vezes, mas hoje é um dos poucos exemplares do tipo “rotunda”.

Vysehrad Park

Vale lembrar que todo o complexo é como um parque, com várias possibilidades de caminhos.

Caminhando pelo Parque Vysehrad em Praga

Sendo assim, baixe um mapa na Internet, assim fica mais fácil decidir o que visitar no parque.

Muralhas do antigo Castelo de Vysehrad

Um dos pontos altos do passeio, foram as vistas desde as muralhas do antigo castelo.

As muralhas em Vysehrad

De Vysehrad temos um panorama diferente de Praga, e você não precisará ficar esbarrando em uma multidão para conseguir uma boa foto.

Igreja de São Pedro e São Paulo

As torres da Igreja de São Pedro e São Paulo no alto de Vysehrad, marcam o skyline de Praga.

Destacada pelas suas duas torres,  a igreja teve sua construção iniciada no século XI.

Igreja Vysehrad Praga
Igreja de São Pedro e São Paulo

O templo foi inicialmente pensado num estilo romanesco, mas depois teve influências góticas.

Quando estava ali, os sinos (ou caixas de som), tocaram em forma de música, foi bonito.

Infelizmente, não conheci o interior da igreja, porém pude observar os detalhes externos, principalmente da porta toda decorada.

Cemitério de Vysehrad

Este é o cemitério mais famoso de Praga, pois muitas pessoas importantes do país foram ali enterradas, como: escritores, poetas e políticos.

Pensa num cemitério bonito. É este!!

Mirantes

Eu decidi sair do Vysehrad por um mirante perto da Igreja. Dali, uma bonita escadaria, ao meio de muito verde, nos leva até às margens do Vltava.

Da escadaria conseguimos ver as pontes e o Castelo de Praga. Um cenário digno de cartão postal.

Saindo do castelo em direção a Rio Vltava

E aí, chegou até aqui e tem fôlego para caminhar mais um pouco ?

Quando ir a Vysehrad….e mais uma dica

O parque pode ser conhecido em 2 horas e aconselho fazer o passeio a tarde, de preferencialmente num final de semana.

Se gosta de andar, anote esta dica!!

Depois de Vysehrad, caminhe até o Rio Vltava. Nos finais de semana vários barcos-bares ficam ancorados ali.

É uma delícia ver o por do sol e o início da noite. Quando a galera, se senta à beira do rio para conversar e se divertir.

Rio Vltava
Tirei esta foto num dia de semana, mas esta parte aí fica lotada nos sábados e domingos

O ponto mais interessante é nas proximidades da Jirakuv Most, a ponte que se localiza quase em frente à Casa Dançante.

o que fazer em Praga
Casa Dançante

Se quiser economizar, compre algumas coisas num supermercado e depois tire um tempo para curtir o Rio Vltava.

Quer uma dica ? O Billa é uma rede de supermercados, tem vários em Praga, e os preços são bem camaradas.

Quem aí também gosta de ir a supermercados quando viaja ?

Mesmo sendo Europa, os preços de alguns produtos são mais baratos que no Brasil.

Gostaram destas dicas de Praga ?

Site Oficial de Turismo de Praga

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *