Kruger Park: como é fazer safári no maior parque da África do Sul. Veja meu relato com dicas e conheça os Big Five

O Kruger Park é uma enorme reserva natural, para se ter uma ideia, tem quase o mesmo tamanho do Estado de Israel. Lá dentro a vida animal ocorre com pouca interferência humana.

Fazer um safári é ter a possibilidade de entrar em contato com a natureza e ver os animais vivendo livremente.

Kruger Park
Ver um elefante caminhando pela savana é uma experiência linda

 

Neste artigo você vai ver

Como é fazer um safári. Clique Aqui
Onde ficar durante o safári. Clique Aqui
Os Big Five. Clique Aqui
Como chegar no Parque Kruger. Clique Aqui
Quantos dias ficar. Clique Aqui
Existe risco e Malária ? Clique Aqui
Percepções do Viajante Curioso. Clique Aqui

 

Como é fazer um safári

Um safári é uma interação de respeito com os animais. Existem muitos tipos, como aqueles onde você vai a pé guiado por um leão, dentro de barcos e o mais tradicional deles que são aqueles feitos em carros abertos ou fechados.

O passeio é conduzido por experientes motoristas que também tem a função de guia.

SAFARI-KRUGER-PARK
Cuidado, animais cruzando a pista

Estes veículos circulam por estradas em meio ao Kruger Park, onde a velocidade não passa de 50 Km .

É preciso atenção para ver os animais, que muitas às vezes ficam escondidos na mata.

Vale lembrar que estamos falando da savana africana, que é um tipo de vegetação baixa e com árvores esparsas, algo bem parecido com o cerrado brasileiro.

GIRAFA-SAVANA
Vegetação baixa e poucas árvores são a marca registrada da savana

Quando decidimos por um safári escolhemos a quantidade de games.

Game é cada vez que o veículo sai para que os turistas vejam os animais. Geralmente um safári tem vários games em horários diferentes.

Isso acontece para que possamos ver animais com hábitos noturnos e diurnos.

SAFARI-GAME
Encontrando uma manada em um dos games

Cada game pode durar de 3 a 5 horas e muitas vezes o guia vai parar, te ajudar a ver os animais e explicar sobre a vida animal.

É emocionante ver os animais soltos. No Kruger Park você verá muitos impalas, os quais são da família dos antílopes.

IMPALA
Com certeza este será o animal que você mais verá no Kruger Park

O guia os chamava de “Mc Donalds“, já que estes são presas fáceis para os animais maiores e funcionam como um “fast food“.

Se você gosta de ver a vida natural do jeito que ela é, poderá ter a sorte de ver esta cena.

Uma dúvida sempre paira quando falamos em safári: É perigoso ? São raros os acidentes e quando estes ocorrem é porque algo foi feito errado, como descer do carro inadvertidamente para tirar fotos.

SAFARI-AFRICA-DO-SUL
Por incrível que pareça já houve casos de turistas que desceram do carro para tirar fotos e foram atacados

Os guias são super preparados e você fará o safári com toda a segurança no Kruger Park. Em caso de alguma emergências estes estarão sempre armados.

Voltar ao Início. Clique Aqui

 

Onde ficar durante o Safári

Existem várias opções de lodges, um super luxuosos e outros mais simples. Tem a galera que vai de motor home também.

Você pode ficar dentro do parque, como fiz, se hospedando em Skukuza, que é uma região que tem fácil acesso desde a cidade de Nelspruit.

Skukuza é uma boa escolha, pois é relativamente perto da cidade. Ali nas proximidades existe um aeroporto dentro do Kruger Park, onde tomei meu voo em meio à savana africana.

Ficar dentro do parque é mais caro, no entanto é uma experiência interessante. Caso queira economizar é possível ficar em Nelspruit também, já que esta cidade está a duas horas do parque.

Apenas é preciso prestar atenção ao horário de fechamento dos portões, pois se passar da hora terá que pagar multa.

Em Skukuza foram oferecidas duas opções de hospedagem: os chalés e as barracas. Eu fiquei no chalé, pois na hora de reservar não prestei atenção e acabei pagando mais caro, poderia tranquilamente ter ficado nas barracas.

CHALE-SKUKUZA
Mesmo na área do chalés temos visitas de alguns animais

Porém, quando se fala em barraca, não é qualquer barraca. Eles têm uma estrutura super legal, confortável, segura e com privacidade.

Os jantares aconteciam numa área comum e a comida era muito boa. Foi lá que provei pela primeira vez carne de avestruz.

Em Skukuza tem a sede do parque, lojas de souvenirs e itens de supermercado.

Voltar ao Início. Clique Aqui

 

O grande objetivo do Safari: Ver os Big Five

Você vai ouvir muito esta frase, pois todo os turistas querem ver os cinco maiores mamíferos: leão, leopardo, rinoceronte, búfalo e hipopótamo.

Eu não consegui ver o leão, mas uma holandesa que estava ao meu lado tirou uma foto com um super zoom e viu um escondido entre os arbustos, então realmente eu só vi quatro.

RINOCERONTE
O rinoceronte é um dos Big Five

Desta forma, não vá com a obrigação de ver os Big Five, eles simplesmente acontecem. Mas tenho certeza que você não se decepcionará com o espetáculo da vida animal.

Voltar ao Início. Clique Aqui

 

Como ir ao Kruger Park

O Kruger Park fica a aproximadamente 5 horas desde Joanesburgo, onde chegam os voos do Brasil. No momento da reserva você pode combinar o transfer até o parque.

Outras opções são a de alugar um carro e ir até o parque aproveitando para conhecer outros lugares como Lisbon Falls e o Blyde River Canion.

ENTRADA-KRUGER-PARK
Um dos portões do Kruger Park

Infelizmente a África do Sul não é boa para transporte rodoviário, sendo assim aconselho ir de transfer ou procurar algum voo para Nelspruit ou para o aeroporto dentro do Kruger Park.

Voltar ao Início. Clique Aqui

 

Quantos dias ficar

Depende muito do seu interesse, existem pessoas que viajam dias e dias dentro do próprio parque.

De forma geral, aconselho 3 dias e duas noites, assim terá a oportunidade de fazer games em diferentes horários e viver o clima da savana.

Voltar ao Início. Clique Aqui

 

Malária, é preciso falar disso

O Kruger Park fica localizado numa região com risco de contaminação do mosquito da malária, no entanto o risco é baixo.

Existem remédios que podem ser tomados para prevenir o contágio, e caso queira, é necessário procurar um médico infectologista para ver a melhor forma, já que este irá considerar seu roteiro, tempo e os medicamentos que eventualmente você já toma.

Voltar ao Início. Clique Aqui

 

Percepções do Viajante Curioso

Confesso que safári nunca foi um tipo de turismo que me chamava a atenção. Desde criança não era apaixonado por zoológicos, talvez por ter sido criado em casas com quintais grandes e cheio de animais de estimação não achasse tanta graça.

Porém, como sou um Viajante Curioso não poderia abrir mão de fazer um safári, até porque acredito que a gente não pode falar se gosta ou não gosta de algo se não experimentar, e aí fui.

KRUGER-PARK-ELEFANTE
Fiz o safári e não me arrependi

A princípio tinha decidido que queria fazer safári no Kruger Park, justamente por ser uma das maiores e mais importantes reservas animais do mundo e de lá queria conhecer mais um pouco da África do Sul, onde passei por Joanesburgo, Pretória e Cape Town. Mal sabia que três anos depois moraria lá, coisas da vida.

Escrevi estes artigos sobre a África do Sul:

Meu intercâmbio em Cape Town: veja aqui.

A ilha onde o Nelson Mandela ficou preso: veja aqui.

O que conhecer em Cape Town: aqui.

O safári não é exatamente um tipo de turismo barato, mas existem dicas para deixá-lo mais econômico como ficar fora do Kruger Park, já que existem vários hotéis nas proximidades.

Além da hospedagem, existe a taxa do parque de  372 rands por dia, e o custo dos games, os quais são entre 20 e 35 dólares. Caso queira mais informações consulte o site oficial do parque.

É incrível a experiência do safári, mas tem hora que não acontece nada, ou melhor, não vemos nenhum animal, por isso é preciso paciência.

Confesso que fiquei entediado no safári noturno, pois era muito difícil ver os animais, e o guia ficava apontando com uma lanterna, sem contar que fazia um frio danado. Eles disponibilizaram cobertores, mas não curti muito a experiência a noite.

SAFARI-NOTURNO
Começando o safári noturno. Achei entediante procurar os animais com lanterna.

Mesmo que não veja os Big Five tenho certeza que você não se decepcionará. Dos animas que mais gostei de ver, três não estão entre entre eles:: zebra, girafa e kudu.

ZEBRA
As zebras são ainda mais bonitas quando vistas em bandos

Aliás os kudus são animais muito bonitos, altivos e com chifres que parecem terem sido moldados.

KUDU
Meu animal preferido no safári

Para quem gosta de fotografia o safári é um prato cheio. Quando fui o pessoal levou equipamentos com super lentes.

Em muitos momentos é preciso de silêncio no carro para não afugentar os animais, o pessoal do meu game olhou feio pra mim, quando um bando de impalas fugiu depois que espirrei (é que sou meio indiscreto mesmo).

Gostaram do artigo ? Qual animal gostariam de ver livremente num safári ?

Voltar ao Início. Clique Aqui

** Este artigo não recebeu nenhuma espécie de patrocínio e reflete as opiniões pessoais do autor.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *