Amã: conheça a capital da Jordânia e seus segredos

Uma viagem pelo Oriente Médio pode ser motivada por vários interesses. Alguns viajam para conhecer os lugares de passagens bíblicas, outros para vivenciar a cultura muçulmana, alguns pela história e outros ainda pela aventura, pois existem muitos lugares de contato com a natureza.

Independente de seu interesse, Amã é uma boa dica para começar sua jornada por aqueles lados. Além do mais, a cidade recebe voos de companhias low cost como a Ryan Air.

Amã - Citadela
Amã é a cidade onde todas as casas tem uma mesma cor, exigências do rei.

Neste artigo você vai ver

Um pouco sobre a Jordânia. Clique Aqui
Por que conhecer Amã. Clique Aqui
Que ver na cidade. Clique Aqui
Roteiro pela Jordânia. Clique Aqui
Dicas do Viajante Curioso. Clique Aqui

Um pouco sobre a Jordânia

Talvez seja impressão minha mas parece que a Jordânia se ofusca um pouco perto de Israel. E mesmo quem considere conhecer o país, quase sempre limita a visita à Petra.

Não que Petra não seja impressionante, mas digo que a Jordânia é muito mais que a bela cidade esculpida nas rochas pelos nabateus.

Petra
A cidade esculpida nas pedras

Para quem se interessa por turismo religioso, lembre-se que a Jordânia tem muitos lugares citados na Bíblia, rivalizando inclusive com Israel.

A Jordânia é um país pacífico depois de ter assinado uma espécie de acordo com Israel, sendo assim, viajar por ali é bem tranquilo.

Junte-se a isso paisagens incríveis como o Monte Nebo, onde Moisés viu a Terra Prometida e o curioso Mar Morto, já que você pode optar conhecê-lo pelo lado jordaniano.

Quer aventura ? Que tal fazer uma trilha com água na cintura no meio de enormes paredões em Wadi Mujib ? Você pode também passar uma noite no deserto em Wadi Rum, palco de um dos pores de sol mais bonitos que você verá na vida. Para que gosta de mergulhar, o Mar Vermelho é um dos melhores lugares do mundo para tal atividade.

mergulho mar vermelho
Mergulhando no Mar Vermelho encontramos este tanque de guerra afundado

Os hotéis em Amã não são baratos, pelo menos não encontrei opções razoáveis por um preço legal, em contrapartida as atrações não são caras.

Transporte pode ser uma dificuldade na Jordânia. Mesmo sendo um país pequeno não é tão fácil se deslocar de ônibus. Muita gente, assim como eu, opta por contratar taxistas ou usar os serviços compartilhados.

Estávamos em duas pessoas e contratamos o serviço de um taxista para rodar por Amã, Jerash, Mar Morto, Monte Nebo, Madaba, Wadi Mujib e Petra.

O motorista foi super simpático e era também guia. Falava espanhol bem pois sua mãe era venezuelana.

No meio do caminho comprou as deliciosas tâmaras, as quais compartilhou com a gente durante a viagem.

Vale a pena apostar em um guia deste tipo por lá, não sei como seria ir por conta própria para lugares como o Castelo de Kerak, relíquia dos antigos Cruzados.

Foi uma viagem memorável.

Voltar ao início. Clique Aqui

Por que conhecer Amã

Quando planejava minha viagem por Jordânia e Israel apenas lia que Amã não valeria a pena, e que seria uma cidade sem graça. Quando ouço este tipo de comentário é como se fosse incentivo para querer conhecer, afinal sou o Viajante Curioso.

Conhecer cidades que a princípio não são tão turísticas nos dá a oportunidade de ver o dia a dia e de se sentir um pouco local. Assim foi o que aconteceu em Amã.

Mesmo que você não seja tão curioso como eu vale a pena, afinal a capital da Jordânia é um ponto estratégico para conhecer Jerash, Madaba e Monte Nebo por exemplo.

Porém Amã reserva muitas surpresas para você como a Cidadela e o Anfiteatro Romano.

Você sabia que Amã fazia parte da Decápolis ? O famoso conjunto de 10 cidades que eram importantes centros da cultura grega. Mais um indício da importância da região.

Já ouviu falar da Filadélfia ? Aí você vai falar da cidade americana não é mesmo ? Porém a primeira Filadélfia foi Amã, antigo nome dado pelos gregos.

Cidadela Amã
Amã é uma das cidades mais antigas do mundo

Quer mais motivos para conhecer Amã ? Continue lendo este artigo.

Voltar ao início. Clique Aqui

Quer ver em Amman

A Cidadela

Amã é uma das cidades continuamente habitadas mais antigas do mundo, e o começo de tudo isso está neste sítio histórico em uma colina no centro da cidade.

A cidade passou por vários períodos como romanos, bizantino e omíadas e foi conquistada pelos gregos em 331 a.C quando recebeu o nome de Filadélfia.

O grande barato de caminhar por aí é ver as ruínas e o contraste com a cidade de Amã. Observe que todas as casas têm a mesma cor, formando uma paisagem quase monocromática.

Amã
Vista da cidade desde a colina onde fica a Cidadela

O grande destaque vai para o Templo de Hércules. Também podemos ver a Mão de Hércules e proporcionalmente calcula-se que a estátua teria 23 metros. Imaginem como seria !!

Templo de Hércules
O Templo de Hércules e a mão são destaques na Cidadela

Ainda na Cidadela, se tiver tempo, visite o Museu Arqueológico, achei um pouco “pobre”, mas dê uma olhada e tire suas próprias conclusões.

Anfiteatro Romano

Muitas vezes a cidade de Amã se mistura com os lugares históricos, como num imenso museu ao ar livre. Assim foi minha impressão quando conheci o incrível Anfiteatro Romano.

Anfiteatro Romano
O enorme Anfiteatro Romano

Foi construído no ano 170 d.C e podia comportar 6.000 pessoas. Tente ir pela manhã quando a luz vai te ajudar a tirar excelentes fotos, ou à noite para ver a iluminação cênica.

Mesquita Rei Abdullah

Sempre tem que ter uma mesquita !! Em Amã não deixe de visitar a Mesquita King Abdullah.

Não é muito comum a permissão a não muçulmanos, porém esta é aberta para turistas. Apenas fique atento às roupas, como calças compridas para homens e veús cobrindo a cabeça, pernas e braços para as mulheres.

Mesquita Rei Abdullah
A Mesquita Rei Abdullah e seu bonito domo azul

Tem curiosidade de saber sobre Costumes Muçulmanos ? Confira 5 dicas para visitar países Islâmicos.

O grande destaque vai para o bonito domo azul, o qual se destaca na cidade de Amã.

Al Balad – o centro de Amã

Deixe-se perder pelo caos do centro da cidade. Em Al Balad você vai encontrar lojas, restaurantes e cafés. Faça um passeio descompromissado apenas deixando-se envolver pelo dia a dia da cidade.

Al Balad
Gosta de lojinhas ? Então aqui é o lugar certo pra você

Não deixe de observar a presença constante da foto do rei nos prédios da cidade e lembre-se: ele é adorado por todos.

Amã Jordânia
Você sempre verá fotos do rei espalhadas pelo país

Quando estive no centro, mesmo no calor jordaniano, somente eu usava bermuda, e todos os homens sempre estavam de calças compridas.

Outra curiosidade foi que meu amigo quis comprar um tapete, mas não um pequeno, e sim aqueles 2m x 2m.

Depois de tanto negociar com o vendedor ele acabou comprando. Ele apenas esqueceu que dali iríamos para o Mar Morto, Petra, Jerusalém, Tel Aviv e Paris, ou seja, tivemos que carregar o tapete por todos estes lugares, um verdadeiro tapete voador, que eu logicamente revesava no transporte.

Quando voltamos ao Brasil ele usou o tapete por alguns meses e me deu de presente depois. Agora ele está aqui na minha sala e toda vez que olho pra ele lembro-me da odisseia que passamos.

Rainbow Street

Esta é a rua badalada de Amã, com vários restaurantes, cafés e lojas.

Vale a pena dar uma passada para jantar e ver como antigo e moderno convivem bem na capital da Jordânia.

Rainbow Street
Fonte: https://travelfoodpeople.com

Arredores de Amã

Jerash

Esta importante cidade romana também fazia parte da Decápolis. Está localizada a apenas 45 Km de Amã, ao norte.

As ruínas da cidade são impressionantes e conservadas, e com certeza merecem uma visita.

Jerash
Jerash é um lugar imperdível na Jordânia

Madaba

A cidade, localizada a 32Km de Amã, é o lugar onde podemos conhecer a Igreja Ortodoxa de São Jorge, onde existe um bonito mosaico com o mapa da Terra Santa do século VI.

Madaba
O bonito mosaico com o mapa da Terra Santa em Madaba

Monte Nebo

Este é o local onde Moisés avistou a Terra Prometida. Em dias mais claros consegue-se ver Jerusalém.

Fica localizado a aproximadamente 35 km de Amã.

Monte Nebo
Daí Moisés avistara a Terra Prometida

Amã Beach

Sabe aquela foto clássica da pessoa boiando e lendo o jornal no Mar Morto ? Pois é aqui.

Mar Morto
De boa no Mar Morto

Por conta da alta concentração de sal é quase possível afundar no Mar Morto, no entanto tome muito cuidado para não deixar a água entrar nos olhos, pois arde muito.

Você pode também fazer um banho de lama, as propriedades das areias do mar morto são internacionalmente reconhecidas.

Banho de lama no Mar Morto
Testando as propriedades medicinais da lama do Mar Morto

Fica localizado a 57 km de Amã. Existe uma espécie de clube com piscina que dá acesso ao Mar Morto.

Como falei, a outra opção é conhecer por Israel, aí “vai do gosto” de cada um.

Voltar ao início. Clique Aqui

Roteiro pela Jordânia

Cheguei em Amã a noite em um voo da Ryan Air vindo de Londres.

Reservei duas noites em Amã, sendo que no primeiro dia só saímos para jantar.

No segundo dia conhecemos Jerash e as atrações da cidade.

Um dia foi o suficiente para conhecer Amã e caso queira fazer com mais calma aconselho no máximo dois.

No outro dia contratamos um taxista que fez o seguinte roteiro com a gente: Madaba, Monte Nebo, Mar Morto, Castelo de Kerak, várias paradas pelas estradas, Wadi Mujib e Petra.

Tudo isso foi feito em um dia. É perfeitamente possível, porém tem que começar logo cedo.

Em Petra ficamos dois dias, sendo um inteiramente dedicado ao sítio arqueológico.

De Petra fomos até Wadi Rum com outro taxista, onde passamos a noite no deserto.

De Wadi Rum fomos até Aqaba onde mergulhamos no Mar Vermelho.

De Aqaba atravessamos a fronteira para Israel por Eilat.

Sabia que não gostei de Jerusalém ? Clique aqui para saber os motivos.

Voltar ao início. Clique Aqui

Dicas do Viajante Curioso

Viajar pelo Oriente Médio é muito mais tranquilo que a maioria possa imaginar.

Apesar das pessoas terem receio por conta das guerras, a Jordânia é um país pacífico e seguro.

Pode-se andar pela rua a noite que não existe perigo algum.

A única chateação é a insistência de vendedores e os taxistas. O motorista que nos levou por todo o roteiro acima foi indicado pelo hotel, então ele era super correto, já os outros sempre tentavam levar vantagens sobre a gente.

Eles aplicam muitos golpes como dizer que não tem troco ou no final da viagem cobram mais caro alegando que transportaram bagagem.

Sendo assim, deixe sempre o dinheiro certinho e combine claramente tudo antes da partida. Se possível anote num papel na frente do motorista, assim ele ficará intimidado em tentar te enganar.

Eu caí nos dois golpes acima…. por isso os aviso para que se previnam.

Como falei neste artigo o transporte coletivo não é nada fácil, a melhor forma é usar alguma agência ou contratar motoristas particulares como fiz.

Abastecendo o carro
Um improvisado posto de gasolina na Jordânia

As estradas da Jordânia são muito bonitas, paramos em muitos lugares e conversamos com um senhor que oferecia hospedagem dentro de um fusca convertido em quarto.

Estradas da Jordânia
Curiosidades da Jordânia: um quarto dentro de um fusca

Caso decida fazer o mergulho com cilindros em Aqaba procure referências das agências.

Este é um dos melhores lugares do mundo por conta da visibilidade, porém é uma atividade que exige um bom guia.

Jerash tem um dos conjuntos de ruínas do Império Romano mais preservadas de todo o Oriente Médio. Eu já tinha ido à Roma, mas fiquei realmente impressionado com o lugar. Não deixe de visitar.

Quer planejar sua viagem para lá ? Não deixe o consultar o Visit Jordan, tem muitas informações sobre o país.

Você tem vontade de conhecer o Oriente Médio ? Qual seria sua maior motivação em ir para lá ? História, religião, natureza ou apenas curioso como eu ?

 

** Este artigo não recebeu nenhuma espécie de patrocínio e reflete as opiniões pessoais do autor.

Voltar ao início. Clique Aqui

 

 

 

 

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *