Viajar de ônibus pela Europa: minha experiência com a FlixBus e seus preços super competitivos

Viajar de ônibus pela Europa não era uma forma muito comum de se aventurar pelo Velho Mundo, já que sempre tínhamos aquela ideia do transporte ferroviário.

Viajar de ônibus pela Europa
Viajar de ônibus pela Europa é uma forma de economizar bastante nos deslocamentos

Os trens têm seu charme, mas quando falamos em economia, precisamos considerar outras opções.

É um pouco de ilusão achar que trem é barato na Europa, pois não é. Em muitos casos, ainda é preciso pagar uma taxa de reserva, a qual  garante seu lugar no trem, mesmo com o ticket comprado.

Foi assim que, procurando formas de viajar pagando pouco, conheci a FlixBus.

FlixBus: a low-cost dos ônibus

Os ônibus verdinhos ganharam as rodovias europeias e a preferência dos viajantes, pelo menos aqueles que procuram preços menores.

Viajar de ônibus pela Europa é seguro, já que as estradas são boas.

Mas será que tudo é um mar-de-rosas ?

Como foi viajar de ônibus pela Europa com a FlixBus

Na minha última viagem para Europa usei o FlixBus muitas vezes. Já conhecia a companhia desde 2015, quando tinha usado na Polônia.

Viajei os seguintes trechos de FlixBus (valores em Euros):

OrigemDestinoTempoPreço
FrankfurtHeidelberg1h10m6,99
HeidelbergFrankfurt1h10m4,99
FrankfurtPraga7h00m29,99
PragaViena4h00m19,90
VienaBratislava1h10m5,49
BratislavaViena1h10m4,99
VienaBudapeste2h45m8,99
SalzburgoMunique2h10m6,99
MuniqueNuremberg3h00m11,99
NurembergAeroporto Frankfurt3h45m11,99

Observem que fiz quase todos os deslocamentos de FlixBus.

Flixbus
Os ônibus da FlixBus em Frankfurt

Os únicos trechos que não utilizei foi entre Budapeste e Salzburgo, o day trip entre Salzburgo e Hallstatt, o day trip entre Munique e Fussen e o day trip entre Nuremberg e Bamberg.

Flixbus vale a pena ?

Tive 10 experiências entre viagens curtas e longas e somente um atraso: o trecho entre Frankfurt e Heidelberg atrasou mais de uma hora.

Quer um roteiro de 1 dia em Frankfurt ? Clique aqui.

Durante este tempo eu recebi e-mail informando o atraso e a previsão de partida. Sendo assim, mesmo tendo um problema, não achei a experiência ruim.

FlixBus é confortável ?

Não.

Resumindo, se você quer conforto é melhor usar o trem. Qualquer ônibus no Brasil é melhor que o FlixBus.

Quando falo qualquer, tomo como base as grandes companhias que fazem viagens de longa duração no Brasil, como a Cometa. Nossos ônibus, mesmo sem ser leito, são bem melhores que a FlixBus.

Viajar de ônibus pela Europa
Não espere muito conforto

Sendo assim, se a viagem durar mais de 5 horas, sugiro buscar outra forma de transporte.

As poltronas são duras e não tem a ergonomia e o acabamentos que nosso ônibus têm. Também faltam coisas simples, como o apoio de braço no meio do banco.

Tudo isso sem contar que a poltrona reclina muito pouco.

Outro detalhe é que a FlixBus não tem acentos marcados. Para mim não foi problema, mesmo porque, todos os ônibus tinham lugar de sobra. Apenas em uma viagem tinha uma pessoa ao meu lado, em todas as outras viajei sozinho e pude me esticar em duas poltronas.

Viajar de ônibus pela Europa
Na viagem entre Frankfurt e Praga peguei a primeira poltrona do andar superior. O ônibus estava bem vazio.

O banheiro é igual aos nossos, sem muitas diferenças.

FlixBus é seguro ?

Todos os ônibus que utilizei eram super novos, então não vi problemas.

Os motoristas passaram segurança também. Apenas fiquei cismado quando um deles esqueceu de fechar o bagageiro e saiu com aquela porta enorme aberta.

Cinco minutos depois, um passageiro foi avisar o motorista. Eu também não tinha visto, porém achei estranho o descuido do motorista.

Internet, carregador de celular, salgadinhos, água e refrigerante

A internet funcionou relativamente bem em todas as viagens.

Em alguns ônibus tinha um carregador USB, porém em outros era tomada mesmo.

Carregador USB no ônibus
Carregadores são imprescindíveis

Achei curioso que o ônibus fornece alguns snacks, água e refrigerante para compra, direto com o motorista. Não utilizei o serviço, mas é uma opção.

Bagagem

É permitido embarcar com uma bagagem grande e uma de mão. Caso queira despachar alguma bagagem extra, observe esta tabela de preços.

Não espere muito padrão quando for despachar a bagagem, pois não existe etiqueta ou qualquer controle.

É tudo na base da confiança, mas sinceramente não vi problema algum.

Muitas vezes o motorista pede para o próprio passageiro colocar e retirar as malas do bagageiro. Em uma das viagens tive quase que entrar dentro do porão do ônibus para pegar minha.

Eles apenas orientam qual lado colocar a bagagem, pois o lugar onde vai desembarcar pode não ser o ponto final.

Por exemplo, o ônibus que peguei em Nuremberg com destino ao aeroporto de Frankfurt ia até Amsterdam. Aí eles organizam as malas de forma a facilitar no momento de retirar.

Como comprar as passagens

A FlixBus tem um excelente aplicativo, onde é possível comprar e administrar a reserva.

Observe que comprar bagagem extra no app é mais barato do que com o motorista.

Uma mesma viagem pode ter preços diferentes, dependendo da hora que escolher.

Eu não vi muitas agências da FlixBus, caso queira comprar pessoalmente. Lembro-me de apenas duas: Munique e Viena.

Sendo assim, o melhor meio para comprar é a internet.

Como é o embarque no ônibus da FlixBus

Depois de comprados os tickets você receberá um e-mail com a reserva um QR Code. É este que o motorista irá ler. Não é necessário imprimir, pode ser apresentado diretamente do celular.

ticket
Observe que a FlixBus envia um mapa do local exato para embarque

O motorista pedirá o passaporte ou algum documento de identificação. Em várias viagens não foi feita nenhuma confirmação de documentos, o que achei um pouco estranho.

Teve uma viagem que o motorista estava sem sistema e apenas pediu meu nome, ticando depois em uma lista.

Procure chegar pelo menos 15 minutos antes. Em muitas viagens o ônibus saiu uns minutinhos antes do previsto.

Como são as paradas ?

Não espere aqueles super postos como Frango Assado, Lago Azul ou Graal. Os ônibus fazem paradas super rápidas, de mais ou menos 15 minutos . Existem também paradas para embarque, as quais você deverá ficar atento e verificar se pode ou não descer do ônibus.

Por exemplo, quando viajei de Frankfurt à Praga, o ônibus seguiu primeiro para o aeroporto de Frankfurt, e depois à Praga.

De onde saem os ônibus da FlixBus ?

Depende.

Geralmente, na Europa, não existem rodoviárias como no Brasil.

Estação de ônibus
O lugar de onde saem os ônibus da FlixBus em Frankfurt

Os ônibus saem, quase na maioria das vezes, das proximidades das estações de trem.

Alguns exemplos:

Frankfurt – sai numa rua ao lado da estação central, porém o lugar não tem conexão com a estação. Você tem que sair, atravessar a rua e virar à esquerda.

Heidelberg – sai de uma rua, a qual não fica perto de nenhuma estação de trem.

Viena: sai do terminal de ônibus da estação central.

Existe também uma pequena placa verde identificando que ali é um ponto FlixBus. Abaixo desta, quase sempre, existe uma tabela com as linhas que passam por ali.

Parece meio informal, mas funciona super bem. No momento da reserva e no ticket estará explicado direitinho onde é o embarque.

O único ponto negativo é que nem sempre existe estrutura. Alguns lugares são cobertos, mas em outros, como Salzburgo, o embarque ocorre numa rua qualquer, sem bancos e sem cobertura.

Terminal de ônibus da FlixBus
Em alguns terminais existe uma pequena estrutura coberta e alguns bancos

Caso esteja chovendo ficará molhado, não tem jeito. Passei por isso.

FlixBus
Às vezes o embarque acontece em uma rua qualquer

A melhor estrutura que encontrei foi em Munique, onde existe uma rodoviária bastante parecida com as brasileiras.

Realmente é mais barato viajar de ônibus pela Europa com a Flixbus ?

Sim, pesquisei todas as viagens que fiz, em diversos meios, usando o Rome2rio. Sempre a FlixBus era a mais barata.

O único percurso que precisei usar o trem foi entre Budapeste e Salzburgo, isso porque é um trecho longo e não existia uma linha FlixBus que atendesse, eu teria que ir até Viena e depois tomar outro ônibus, sendo assim, o trem ficou mais em conta.

Mas e aí, vale a pena ?

Sim.

A facilidade para compra, diversidade de horários, preços e possibilidade de despachar bagagem contribuíram para esta conclusão.

Apenas não aconselho a FlixBus para grandes deslocamentos. Minha viagem de 7 horas entre Frankfurt e Praga foi sofrida, não consegui me ajeitar e relaxar naquelas poltronas duras.

Viajar de ônibus pela Europa
Apesar de não ser confortável considero o Flixbus uma boa opção para viajar de ônibus pela Europa

De forma geral, grandes deslocamentos nunca são interessantes, ainda mais na Europa, onde pequenas distâncias separam países com culturas bastante diferentes.

Sempre tem alguma cidade interessante por perto. Planeje seu roteiro de forma a não ficar muito tempo nos deslocamentos.

Leve um lanche, pois as paradas são rápidas e não vi toda aquela estrutura que temos aqui no Brasil. O motorista até vende uns snacks, mas sempre é bom garantir um lanchinho.

E ai, gostaram das dicas sobre como viajar de ônibus pela Europa ?

Compartilhar:
7 comments Add yours
  1. Legal. Poderia mostrar alguns valores de trechos percorridos e, se possivel, o valor equivalente de trem ou avião?

    Obrigado

    1. Oi Antonio, tudo bem?

      Lá no artigo eu escrevi vários valores. Caso queira comparar um destino em específico sugiro consultar no site rome2rio.com lá tem o comparativo trem/ônibus/avião.

      Abraço

      Diego

  2. Viajamos pela Flixbus de Cracóvia para Praga e de Praga para Viena, sem nenhum problema e, quanto à viagem em si e aos procedimentos, é isso mesmo conforme foi narrado no post.

    1. Oi Ricardo, tudo bem ?

      A FlixBus ajuda bastante né ? Não achei confortável, mas os preços e diversidade de horários foram bons.

      Diego

  3. Boa tarde!!!

    Gostei muito. Pretendo fazer uma viagem assim por 60 dias percorrendo portugal, Espanha e frança.
    Se puder sugerir um roteiro fico muito agradecido.
    Atenciosamente,

    Vander Eustaquio Luiz.

    1. Bom dia Vander!!

      Excelente escolha. Eu fiz um roteiro assim também.
      Sugiro começar em Lisboa e terminar em Paris.
      Em Portugal vá em direção ao Porto, depois atravesse para a Galícia, conheça a região. Vá até Madrid e fique vários dias aí, pois existem muitas cidades que podem ser conhecidas em um dia deste Madrid. Acredito que Sevilha e Granada sejam ótimas opções também.
      Na França, obviamente Paris, e ainda dá tempo para uma volta pela Bélgica.
      Qualquer dúvida é só falar.
      Abraço
      Diego

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *