Como ir de Fez a Chefchaouen: a cidade com todos os tons de azul no Marrocos

Como ir de Fez a Chefchaouen – a cidade com todos os tons de azul no Marrocos

O Instagram foi o grande culpado pela minha vontade de conhecer Chefchaouen no Marrocos. Fiquei encantado com aquela cidade toda em azul logo abaixo de montanhas. Mas que lugar era aquele ?

Todos os tons de azul em Chefchaouen. Como ir de Fez a Chefchaouen
Todos os tons de azul em Chefchaouen

Situada no norte do Marrocos, com as belas Montanhas Rif a emoldurando, Chefchaouen é uma cidade charmosa que fascina todos os turistas que a visitam. A cidade, fundada em 1471, foi povoada a princípio por exilados da Andaluzia, quando os católicos retomaram aquela parte da Espanha dos muçulmanos.

A cidade azul e as montanhas
A cidade azul e as montanhas

Hoje Chefchaouen caiu nas graças dos turistas e a cidade ficou famosa, basta procurar no Instagram que fotos curiosas de ruas e casas em tons de azul aparecem aos montes.

Uma cidade feita para ser fotogênica
Uma cidade feita para ser fotogênica

No meu roteiro pelo Marrocos esta cidade foi certamente um lugar que criei bastante expectativas e não me decepcionou!!

Como ir de Fez a Chefchaouen

Eu fui a Chefchaouen desde Fez, aliás neste artigo conto como foram meus dias por lá. É possível ir de excursão, mas como Viajante Independente que sou, fui por conta própria.

A cidade é ligada a Fez, Rabat e outros lugares importantes do Marrocos, a Companhia de Ônibus Supratours faz este trecho. Aliás Chefchaouen foi o único lugar que me preocupei em comprar os tickets com antecedência e mesmo assim não tinha o horário que queria. Porém no final deu tudo certo.

A viagem entre Fez e Chefchaouen demora umas 4:30h e o trecho é bem bonito. Chegando à cidade logo avistamos as montanhas Rif.

As Montanhas Rif protegendo a Cidade Azul
As Montanhas Rif protegendo a Cidade Azul

De Chefchaouen fui à Rabat e novamente me preocupei em comprar os tickets com antecedência.

A rodoviária de Chefchaouen fica um pouco longe da medina, é possível ir caminhando, porém é “morro acima”. Caso decida tomar um táxi, dificilmente a viagem custará mais que 20 MAD.

Aviso importante

Não estranhem se logo ao pegar o táxi o motorista já te ofereça maconha, isso é muito comum por lá e aconteceu inúmeras vezes comigo. Acredito que por ser homem e estar sozinho eles me abordavam mais comumente.

Acontece que em Chefchaouen existe muita plantação da erva em lugares perto das montanhas e a cidade é conhecida por este tipo de turismo também.

De forma alguma é perigoso, se não gosta apenas recuse e siga em frente, nada acontecerá. Mas prepare-se para ser abordado muitas e muitas vezes

O Azul de Chefchaouen

Muitas histórias explicam esta linda obsessão pelo azul, uma delas é que a cor espanta mosquitos e outras, um pouco mais nobres, falam de paz, da cor do sagrado e da representação do reino dos céus. Independente de tudo isso eu duvido você não ficar encantado com a cidade. Muitas vezes além das casas serem azuis, o chão também é. Fotógrafos se divertirão em cada cantinho da antiga medina.

Quando você menos espera aparece um cantinho azul
Quando você menos espera aparece um cantinho azul

Quantos dias ficar

Chefchaouen é uma cidade para descansar. Se você veio da agitação de Fez ou Marrakesh, a cidade Azul será um oásis de tranquilidade. De forma geral se conhece sim a cidade em um dia, mas aconselho que planeje sua estadia por aqui por 2 dias, assim poderá curtir as charmosas ruazinhas da medina sem pressa.

Este artigo é sobre como ir de Fez a Chefchaouen, porém a cidade pode ser incluída em roteiros do Norte do Marrocos também.

Caminhar sem direção pelas ruas da medina é uma das melhores atividades em Chaouen
Caminhar sem direção pelas ruas da medina é uma das melhores atividades em Chaouen

O que ver

A medina de Chefchaouen é pequena e fica nas encostas da montanha, sendo assim prepare-se para algumas subidinhas. O mais legal da cidade é andar e se perder por cantos que parecem intocados. Mesmo com muitos turistas a cidade guarda alguns lugares quase secretos.

Dependendo de onde estiver hospedado poderá ouvir o barulho de água de um pequeno rio que passa perto da cidade. Eu fui privilegiado com isso e com uma vista linda da montanha.

O rio que passa perto da Medina de Chefchaouen
O rio que passa perto da Medina de Chefchaouen

No final de tarde não deixe de subir para a Mesquita Espanhola. Por um bonito caminho margeando o rio se sobe uma pequena colina onde a cidade azul se apresenta na sua frente. Assistir ali o por do sol é uma atividade para nunca mais se esquecer.

A Mesquita espanhola, no alto de uma colina, é um excelente lugar para assistir ao por do sol.
A Mesquita espanhola, no alto de uma colina, é um excelente lugar para assistir ao por do sol.

Dentro da cidade preste atenção nos fornos comunitários. É um lugar onde eles tem um forno a lenha e os moradores levam a massa para assar lá, alguns destes fornos funcionam desde 1500.

Um forno que existe desde 1540 ?
Um forno que existe desde 1540 ?

É bastante interessante ver os homens usando um grande casaco, chamado djellaba, o qual cobre todo o corpo e tem um capuz. Turistas mais empolgados encontrarão esta roupa a venda facilmente nas lojinhas. No final da tarde, em ruas tranquilas, é interessante vê-los caminhando pelos estreitos becos, o que confere um ar misterioso à cidade.

Os homens encapuzados pelas ruas de Chefcahouen
Os homens encapuzados pelas ruas de Chefcahouen

O grande ponto de encontro na cidade é a Praça Uta-Al Hamman, com vários restaurantes e vista para as muralhas. É um lugar legal para curtir a noite. Artistas de rua e música deixam a área bem animada.

A bonita Praça Uta al Hamman
A bonita Praça Uta al Hamman

Ao andar pela medina de Chefchaouen é impossível não prestar atenção nas portas, todas são super decoradas e uma diferente da outra. A cada porta um flash.

Duvido você ir a Chefchaouen e não fotografar um monte de portas
Duvido você ir a Chefchaouen e não fotografar um monte de portas

Apesar da cidade receber muitos turistas ainda é possível ver o dia a dia dos moradores da cidade: homens com bicicleta transportando pães, senhores sentados nas praças escondidas da cidade e crianças brincando pelas estreitas ruazinhas. Chaouen, como carinhosamente é apelidada encanta com a simplicidade de seus habitantes.

O flagrante da menina que derrubou uma bandeja de biscoitos
O flagrante da menina que derrubou uma bandeja de biscoitos

Onde ficar

Existe uma infinidade de pousadas para todos os gostos e bolsos em Chefchaouen, o ideal é ficar dentro da medina, mas caso opte por ficar fora, procure hotéis perto das muralhas, assim fica fácil para entrar e sair da cidade antiga quando quiser.

Eu fiquei na Usha, uma simpática Guest House, com quartos confortáveis e decoração clean. Tem um bonito terraço onde eles servem o café da manhã com uma bela vista para as montanhas. Eles me atenderam super bem, inclusive quando fui embora tive que sair antes do horário que eles serviam o café da manhã, mas mesmo assim, atenciosamente, deixaram o café da manhã pronto para mim na cozinha.

tomando café da manhã no terraço da Guest House
Tomando café da manhã no terraço da Guest House

Gostou das dicas sobre como ir de Fez a Chefchaouen ? Não deixe de incluir esta cidade quando for ao Marrocos, tenho certeza que irá gostar !!

Confira todos os artigos que escrevi sobre o Marrocos aqui no meu blog. Se quiser confira também a hashtag #viajantecuriosonomarrocos  no Instagram, tem muitas dicas lá também.

** Este artigo não recebeu nenhuma espécie de patrocínio e reflete as opiniões pessoais do autor.

 

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *