Como viajar gastando pouco: Confira 10 dicas simples para economizar nas suas viagens

Como viajar gastando pouco

Quem viaja bastante sempre causa curiosidade nas outras pessoas, pois as mesmas não entendem como conseguimos viajar tanto aliando férias e economia.  Abaixo listei 10 dicas, algumas extremamente simples e outras mais complexas, com o objetivo de ter o melhor custo-benefício nas suas férias. A economia pode ser pequena em algumas delas, mas lembre-se que de grão em grão a galinha enche o papo:

As ilhas gregas podem ser um destino com preços bem convidativos. Como viajar gastando pouco
As ilhas gregas podem ser um destino com preços bem convidativos.

1 – Levar lanche para o aeroporto: Gente, comer no aeroporto é caríssimo, algumas redes de fast food têm preços diferentes, pois lá você não tem muito o que fazer. Tenho sempre levado meus lanchinhos para comer antes do embarque. Ao lado de onde sai o transfer para Guarulhos aqui em Campinas tem uma lanchonete com pães de queijo a R$ 2,50, o mesmo quitute no aeroporto chega a custar R$ 6,00. As férias e economia já começam no embarque.

Dependendo do horário do voo é preciso fazer alguma refeição antes do embarque.
Dependendo do horário do voo é preciso fazer alguma refeição antes do embarque.

2 – Menu do dia: para muitas pessoas viagens são também experiências gastronômicas, e em algum dia é legal ir num restaurante badalado daquele chef que você admira, mas não em todos, sendo assim vou naquele restaurante mais simples e escolho o Menu do Dia. Este é sempre mais barato, pois é a comida que foi feita em maior quantidade. Fazer pedidos muito diferentes, além de demorar o preparo custam mais caros.

Não tenha vergonha de pedir o menu antes de entrar no restaurante. Assim você não tem surpresas.
Não tenha vergonha de pedir o menu antes de entrar no restaurante. Assim você não tem surpresas.

3 – Ver os dias de descontos ou entrada free: muitos museus e atrações tem dias de descontos, procure saber antes e programe aquele dia para conhecer o lugar. Sempre é possível descobrir dicas sobre como viajar gastando pouco.

Sabia que o teleférico para a Table Mountain em Cape Town é mais barato às sextas-feiras ?
Sabia que o teleférico para a Table Mountain é mais barato às sextas-feiras ?

4 – Usar transporte público: muita gente não gosta desta opção, porém é sempre a mais barata e mais independente. Fuja daqueles taxistas que oferecem um dia inteiro de passeio, se quiser conforto faça por uma agência especializada, caso contrário procure maneiras de usar o transporte público, pode até ser mais divertido!!

Um metrô para chamar de meu em Londres
Um metrô para chamar de meu em Londres

5 – Compras: muitos turistas viajam para comprar, a não ser que esteja indo em roteiros específicos para isso, como os EUA por exemplo com seus incríveis outlets, lembre-se que a chance de comprar algo que não precisa durante uma viagem é alta, isso porque, a compra é emocional. Quando estamos felizes (e geralmente em viagens estamos) acabando comprando mais.

Lembre-se que shopping é shopping em qualquer lugar do mundo, evitar ir nestes lugares gera uma economia tremenda para os compulsivos. Não existe milagre para a pergunta: Como viajar gastando pouco ? Sempre é preciso abrir mãe de alguma coisa.

Mesmo não sendo um compulsivo por compras acabei comprando algumas coisinhas em Nova York.
Mesmo não sendo um compulsivo por compras acabei comprando algumas coisinhas em Nova York.

6 – Supermercado: ir em supermercados em outros países é uma delícia, lá você pode encontrar produtos diferentes do seu país e comprar algumas “coisinhas” para depois comer e relaxar num parque, além do que é super mais barato.

Quem disse que as dicas sobre como viajar gastando pouco tem que ser limitantes ? Ás vezes é preciso apenas um pouco de criatividade, e nós brasileiros somos bons nisso.

A gente se divertindo em um supermercado em Dubrovnik na Croácia.
A gente se divertindo em um supermercado em Dubrovnik na Croácia.

7 – Evite os roteiros pinga-pinga: ficar mais tempo em um lugar gera economia, isso porque passamos a conhecer a cidade e aí conhecemos os lugares com melhor custo benefício, além do que cansa menos.

Fiquei 15 dias somente em Nova York e descobri um restaurante legal e barato abaixo do Columbus Circle.
Fiquei 15 dias somente em Nova York e descobri um restaurante legal e barato abaixo do Columbus Circle.

8 – Localização do hotel: uso a seguinte estratégia na escolha dos hotéis: se a cidade tem transporte coletivo abundante e de qualidade não me importo em ficar fora de zonas turísticas, desde que o lugar seja seguro. Caso contrário é sempre melhor ficar nos centros ou perto de onde ficam a maioria das atrações. Esta dica não vale para quem quer dormir vendo a Torre Eiffel ou o Cristo Redentor. Se quiser assim, o faça, mas sempre será mais caro.

Vista da sacada do hotel que fiquei em Atenas, como a cidade não tem um transporte abrangente decidi ficar perto dos bairros turísticos.
Vista da sacada do hotel que fiquei em Atenas, como a cidade não tem um transporte abrangente decidi ficar perto dos bairros turísticos.

9 – Água, frutas e snacks: esta dica parece boba, mas ande sempre com uma mochila onde possa colocar uma garrafa de água, alguns snacks ou frutas. Além de ser uma dica de saúde, pois você lembrará de se hidratar, é uma dica econômica, assim você não fica parando em cada esquina para comer uma coxinha.

Com a inseparável mochila no Museu do Botero em Bogotá.
Com a inseparável mochila no Museu do Botero em Bogotá.

10 – Tecnologia: isso é provado: quem usa tecnologia economiza. Use e abuse os apps, um exemplo disso é que a Rússia, para a Copa do Mundo 2018 lançou um app com diversas dicas turísticas onde o visitante não precisa investir em tours pagos. Sempre as cidades têm vários com diversos propósitos, seja para aluguel de bicicleta, descobrir bares e restaurantes com promoções, rotas turísticas e obviamente os app´s de reservas de voos e hotéis.

Em Varsóvia na Polônia o aluguel de bicicletas é feito por app´s.
Em Varsóvia na Polônia o aluguel de bicicletas é feito por app´s.

Sei que muitos leitores têm que ponderar estas minhas dicas, pois elas falam de experiências e isso vai da opção de cada um. Por exemplo, o novo terminal de embarque em Guarulhos-São Paulo tem restaurantes renomados. Se você estiver viajando em lua de mel nada mais romântico do que tomar uma taça de vinho antes do embarque. Lembre-se, a vida é feita destes momentos, mas se consegue abrir mão não se envergonhe dos seus “lanchinhos”, tem muita gente que faz isso.

O objetivo deste blog são as Viagens Independentes e não a busca extrema por economia. Todas as dicas acima se referem a conseguir viajar gastando pouco, porém nunca esquecendo o conforto. Não adianta comer mal e falar que não está gastando, como não adianta marcar somente deslocamentos noturnos para economizar no hotel, uma noite de sono numa cama gostosa é incomparável.

Pequenas economias geram grandes diferenças, escolha seu estilo e seja feliz.

E aí, acha que estas dicas sobre como viajar gastando pouco funcionam ?

As dicas fizeram sentido para você ? Escreva um comentário se leu meu artigo até aqui. E se tiver alguma dica compartilhe com a gente, você poderá ajudar a outros viajantes.

Boa viagem!!

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *