Roteiro Leste Europeu: 23 dias no Velho Continente

Fiz um roteiro pelo Leste Europeu e deu tão certo que quero compartilhar com vocês.

Leste Europeu

Quando olhamos para o mapa da Europa, temos a tendência de considerar Leste Europeu tudo o que está “pra lá da Alemanha”.

Roteiro Leste Europeu
São tantos palácios, que fica difícil escolher o mais bonito

Na verdade, Praga, Viena e Budapeste estão na Europa Central. Podemos considerar como Leste Europeu, países como a Romênia e Ucrânia, por exemplo.

Praga, Viena e Budapeste

Quando comecei a pensar neste roteiro, tinha certeza apenas de uma coisa: Queria conhecer as Capitais Imperiais: Praga, Viena e Budapeste

Estas três cidades são super importantes. Viena é referência da música e foi a capital do poderoso Império Austro-Húngaro, Praga é a cidade mais medieval da Europa, com arquitetura de tirar o fôlego e Budapeste é a cidade dividida pelo Danúbio, exótica e interessante.

Parlamento de Budapeste
O Parlamento de Budapeste é um espetáculo

Porém, aproveitando que estaria por lá, queria ir além.

Planejamento da viagem à Europa…. e perrengues

Sabe quando dizem que a gente tem que desistir quando as coisas começam a dar errado ? Então, desmenti esta tese.

Esta viagem começou com muitos problemas: uma semana antes tive uma amigdalite forte que me derrubou.

Um dia antes da viagem, meu amigo, que mora na Alemanha, desistiu de fazer o roteiro comigo. E olha que, desde o princípio, tinha dito que não queria fazer esta viagem sozinho.

Fiquei tão desanimado que não tinha nem vontade de arrumar as malas. Viajaria na segunda a noite, e neste mesmo dia, de manhã, minhas malas nem estavam arrumadas.

Moro em Campinas, e para ir ao aeroporto preciso pegar um ônibus para Guarulhos, que demora duas horas.

Fui para o ponto, de onde sai este ônibus e tinha uma fila enorme. Eram 18h e meu voo era as 23, ou seja, não tinha muito tempo.

Por muita sorte consegui um lugar no ônibus, pois eles venderam os assentos concedidos à idosos.

Cheguei no aeroporto e embarquei. Como estava desanimado esqueci muita coisa, inclusive todo o roteiro que tinha feito em Excel.

Mas enfim, tinha tudo na cabeça e nos e-mails.

Madrid
E ainda teve uma longa conexão em Madrid

Peguei o voo para o Porto e de lá tinha comprado um ticket para Frankfurt. Acontece que comprei pela Ryanair, e eles forçam que a gente faça tudo on line.

Esqueci de fazer o checkin pelo app, e a empresa cobrou 70 euros para fazer no balcão. Tudo bem, foi bobeira minha, mas eu estava cada vez mais irritado.

Aeroporto
Às vezes a Ryanair tem bons preços, mas é preciso ficar atento às regras

Cheguei em Frankfurt, de onde oficialmente começaria minha viagem. Mesmo estando cansado e desanimado, tomei banho e fui passear.

Foi aí que tudo, mas tudo foi acontecendo da maneira mais perfeita possível. Nada mais deu errado e ainda  tive a oportunidade de conhecer pessoas incríveis na minha jornada.

Roteiro de 22 dias pela Europa Central

Frankfurt – 1 dia

Não tinha criado expectativa alguma sobre a cidade, pois em todos os lugares que lia, era dito que era “sem graça”.

Na verdade, fui à Frankfurt porque tinha voos mais baratos e de lá poderia seguir mais facilmente à Praga.

Eu gostei de Frankfurt e me diverti por lá. Foi gostoso caminhar às margens do Rio Meno e ver a cidade de suas pontes.

Rio Main
Um passeio pelo Rio Main vai fechar com chave de ouro seu dia em Frankfurt

Tenho um artigo com todas as dicas de Frankfurt, dá uma olhada.

Um dia foi suficiente para conhecer o mais importante da cidade.

Fiquei no Hotel Diplomat, o que escolhi pelo preço e localização, mas o lugar é bem ruinzinho e não aconselho a ninguém.

Heidelberg – 1 dia

Conheci Heidelberg, mas dormi em Frankfurt, já que a cidade está a 90Km de Frankfurt.

Escolhi Heidelberg por ser uma das cidades mais preservadas da Alemanha e uma das poucas que escapou dos bombardeios da Segunda Guerra Mundial.

Conto tudo sobre Heidelberg, dá uma olhada neste artigo.

alte-brucke
A Antiga Ponte é um cartão postal de Heidelberg na Alemanha

Cheguei de Heidelberg em Frankfurt no final da tarde e naquela mesma noite segui em direção à Praga.

Fui de Frankfurt à Praga de Flixbus. Veja este artigo com informações de horários e preços, bem como minha percepção.

A viagem de Frankfurt à Praga durou pouco mais de 8 horas.

Praga – 4 dias

Desde o princípio decidi que queria uma viagem slow travel. É possível conhecer Praga em 3 dias ou até 2, mas a cidade é tão linda, que ficando mais, conseguimos sair do roteirão básico e ver uma Praga ainda mais incrível.

Conheci lugares fora do eixo turístico, e conto tudo aqui.

O Relógio Astronômico na Praça mais Medieval da Europa

Fiquei hospedado no Dizzy Daisy, um hostel simpático e bem localizado. Eles têm quartos compartilhados e privados. Fica pertinho da Casa Dançante.

De Praga segui para Viena de FlixBus.

Viena – 4 dias

Foram 4 dias, mas um deles foi dedicado à Bratislava.

Viena foi minha cidade preferida nesta viagem.

Não achei Viena a mais bonita, acho que Budapeste e Praga são mais, porém não sei, fiquei apaixonado pela cidade.

Viena é um dos poucos lugares fora do Brasil onde moraria. É uma cidade vibrante, com um povo super simpático. Fui super bem recebido e tive a oportunidade de conhecer pessoas incríveis por lá.

Ruas de Viena
A carinha de felicidade enquanto andava pelas ruas de Viena

Também foi a cidade onde mais curti a noite. Tem muitas opções para todos os gostos.

O ponto negativo: é cara!! Sim, a mais cara de todas. Mas o preço vale!!

Fiquei hospedado no Do Step Inn. É um hostel/hotel que fica perto da Westbahnhof, uma das estações de trem de Viena.

É um hostel legal, com atendimento simpático e perto tem um supermercado com preços bem interessantes.

Novamente usei o FlixBus, tanto para ir para Bratislava como para seguir para Budapeste.

Bratislava – 1 dia

Na verdade não chegou a ser um dia, pois foi um day trip de Viena, onde conto tudo aqui.

Vista de Bratislava
Um dos melhores panoramas de Bratislava é da ponte perto da universidade

Aqui eu faria diferente, tiraria uma noite de Viena e ficaria em Bratislava, primeiro por conta do preço, já que Bratislava é bem mais barata, segundo, porque acho que a cidade mereceria mais um dia.

Budapeste – 4 dias

Ah Budapeste!! Quando lembro da cidade fico até emocionado. Para mim, uma das capitais mais lindas da Europa.

A cidade é monumental e a vista do Danúbio e das pontes são de tirar o fôlego.

Também é possível conhecer a cidade em 3 ou até 2 dias, mas eu aproveitei e fiz tudo com calma. Fiquei praticamente um dia todo na piscina termal de Széchenyi.

Roteiro Leste Europeu - Budapeste
Budapeste é monumental

Fiquei hospedado no Marco Polo Hostel. Este hostel fica relativamente perto de onde a noite de Budapeste “pega fogo”.

Agora começa a parte que foi decidida na viagem. Planejei meus dias até Budapeste, daqui pra frente fui decidindo conforme minha vontade mandava.

De Budapeste, tomei um trem para Salzburgo. Paguei 40 euros pelo ticket e foi a forma mais barata que achei. Comprei direto pelo site da OBB.

Salzburgo – 2 dias

Num dos dias que estava em Viena fui num bar sozinho, aí conheci o simpático Mathias. Contei a ele sobre o roteiro e minha indecisão sobre onde ir depois de Budapeste.

Apenas sabia que teria que ir voltando em direção à Frankfurt, de onde tomaria meu voo ao Brasil. Foi aí que ele me convidou a ir até sua cidade.

E qual não foi minha surpresa ? Salzburgo é linda. Obviamente bem menor que as outras, mas uma cidade super simpática.

Roteiro Europa Central
Coloque Salzburgo no seu roteiro, você não irá se arrepender

Foi lá que Mozart nasceu e onde foram gravadas cenas de “A noviça Rebelde”.

Além de ser linda, a cidade tem um castelo imponente no alto de uma colina.

Salzburgo é super estratégica, pois fica na fronteira com a Alemanha.

Fiquei hospedado no Salzburg-Haunspergstraße. Sabe aqueles hostels super tradicionais ? Pois é, este !! Super bem organizado, limpo e com quartos amplos. Mas não é barato não!! A vantagem é que fica pertinho da estação principal de trens de Salzburgo.

Hallstatt –  1 dia

Em um dos dias, o Mathias me levou para a simpática Hallstatt, uma vila digna de conto de fadas, com igrejas, montanhas e casas super simpáticas. Tudo isso à beira de um lago com águas cristalinas.

Hallstatt
Hallstatt é tão linda, que parece um cenário de conto de fadas

Na volta passamos por algumas praias de lago e decidimos ir até uma de nudismo. Não ia perder a chance de fazer naturismo na Áustria. Foi um dia memorável.

Munique – 1 dia

A famosa cidade da Baviera fica a menos de 150Km de Salzburgo. Munique é uma cidade alegre, mas não fiquei apaixonado pelo lugar.

Acho que vale a pena conhecê-la, pois acredito que é a cidade que traz mais aquelas referências alemãs que a gente conhece: a cerveja, as roupas e os costumes.

Acho que Blumenau se inspirou tanto em Munique, que por vários momentos me sentia em Santa Catarina.

Surfe em Munique
Você sabia que em Munique tem surfe de rio ?

Pensa numa cidade com hospedagem cara. Pensou ? É Munique!!

Fiquei no Hotel Demas, porém ficava bem longe da parte turística da cidade. Tinha uma estação pertinho, com trens de meia em meia hora.

Apesar de ser um hotel bom, eu acabei reservando por falta de opção. A estadia em Munique tem que ser planejada, já que tem poucos hotéis e são caros.

Castelo de Neuschwanstein –  1 dia

Em um dos dias em Munique, fiz um day trip para um dos castelos mais emblemáticos de toda a Europa. Isso porque Neuschwanstein inspirou o famoso Castelo da Cinderela na Disney.

Acredito que seja uma das atrações mais concorridas de toda a Alemanha, pois fica lotado, principalmente no verão.

Prometo que vou escrever um artigo contanto tudo sobre lá.

Para dizer a verdade, nem tinha tanta vontade de conhecer Neuschwanstein, mas as pessoas falavam tanto que não poderia deixar passar.

Castelo Neuschwanstein
O Castelo de Neuschwanstein é realmente lindo

Nem preciso falar que o lugar é incrível!! Não só o castelo, fruto dos devaneios de um rei meio louco, como todo seu entorno. Este é um daqueles lugares que parece que estamos olhando para um cartão postal.

Nuremberg – 2 dias

A ideia do meu roteiro foi a de ir se aproximando de Frankfurt, e Nuremberg seria uma boa opção para alguns dias.

A cidade é diferente das outras da Baviera, pois tem uma arquitetura mais medieval. Existem também bonitas ruas com casas em enxaimel.

Nurembergue
O bonito enxaimel de Nuremberg

Nuremberg foi praticamente destruída durante a Segunda Guerra, mas passou por um processo de reconstrução e hoje é uma bonita cidade, que merece alguns dias.

Bamberg – 1 dia

Um dos dias em Nuremberg dediquei a conhecer Bamberg, já que as duas cidades são bem próximas.

A única opção foi ir de trem, porém existem vários horários durante o dia.

Bamberg é outra cidade que foi poupada dos bombardeios da Segunda Guerra e preserva um centro histórico intacto. Procurei outras palavras para descrever a cidade, mas acho “fofa” a mais apropriada.

Eu nem sabia da existência da mesma até minha viagem, mas como estava com o roteiro em aberto, comecei a  pesquisar lugares interessantes no meu caminho para Frankfurt, e Bamberg foi uma ótima escolha.

Bamberg
A simpática Bamberg na Baviera

Aliás, para quem gosta de cerveja, Bamberg tem uma das cervejarias mais antigas do país. Lá eles tem uma cerveja defumada, parece que a mesma foi feita com água de bacon, é diferente, mas saborosa.

De Nuremberg, voltei à Frankfurt direto para o aeroporto, onde tomei o voo com destino ao Porto e de lá para o Brasil.

Dicas de Roteiro pelo Leste Europeu

  1. Praga é linda, mas não achei a cidade super receptiva. Parece que a enxurrada de turistas, principalmente no verão, fez a cidade ficar saturada. Por este motivo, aconselho mais alguns dias para não ficar com uma visão da Praga “muvucada”.
  2. Viena é a mais cara de todas, mas acho que vale a pena a preparação financeira. Tem gente que pula, ou fica um dia por ser cara, acho bobagem. Viena merece ser conhecida em sua plenitude
  3. Quase todos os deslocamentos foram feitos com FlixBus, as únicas exceções foram o trecho Budapeste-Salzburgo e Nuremberg-Bamberg. Reserve sempre com antecedência para conseguir bons preços.
  4. Todas as cidades são seguras. Obviamente, percebemos uma diferença entre Viena e as outras. Budapeste é linda, mas não tão organizada e limpa como Viena, porém de forma alguma tirou o encanto da linda cidade.
  5. Frankfurt foi uma opção econômica de voo, já que na época achei caro voar para Praga, Viena ou Budapeste.
  6. Foi uma viagem slow travel e acho que as cidades merecem. Todas eles são ricas em museus, atrações, óperas e muita cultura.

E aí gostaram da dica de roteiro pelo Leste Europeu ?

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *