Não gostei da Praia de Porto de Galinhas, Pernambuco: 4 pontos negativos da cidade

“Tem galinha no porto” – esta era a maneira de mascarar o contrabando de escravos na região, que futuramente, viria a ser conhecida como Porto de Galinhas.

Nesta época, os os negros eram traficados escondidos em engradados de galinha d´angola, por isso o nome “Porto de Galinhas”.

Muito tempo depois, a fama de Porto de Galinhas, em Pernambuco, tomou conta do Brasil. Acredito que o lugar é bastante conhecido por trazer um nome exótico, mas não podemos esquecer da beleza das piscinas naturais, com suas águas rasas e transparentes.

Piscinas naturais de Porto de Galinhas
Sempre tem passeio para as piscinas naturais de Porto de Galinhas

Considerada em muitas listas como uma das praias mais bonitas do nosso país, o local virou uma febre do turismo brasileiro.

Geralmente não considero estas listas tão pertinentes. É difícil dizer, num país tão extenso e tão bonito quanto o Brasil, quais são as 10 melhores praias. No mínimo daria empate técnico.

Além do mais, para uma praia ser bonita, não basta somente a natureza ser generosa, é preciso um projeto sustentável de manejo turístico.

Eu gosto muito quando a praia é bonita e a cidade que a margeia também é.

E é nisso que Porto de Galinhas, no litoral nordestino, e tantas outras praias do Brasil pecam. Temos natureza generosa, porém cidades descuidadas pelo poder público: Arraial do Cabo, Tamandaré e Ubatuba são outros exemplos.

Fiquei decepcionado com Porto de Galinhas e dificilmente voltaria no mesmo esquema que fui.

O Brasil no cenário mundial de turismo

Infelizmente o Brasil não é bom nisso, e os dados provam esta triste realidade. Nosso país não está bem colocado quando se fala em números de visitantes.

Países pequenos como a Holanda recebem mais turistas que nosso país inteiro. E olha que o Brasil é grande.

Visitei a Casa da Anne Frank em Amsterdam, conto tudo aqui.

Dá uma olhada na lista dos 25 países mais visitados do mundo.

Sou um entusiasta do meu país, mas preciso assumir que estamos mal nisso.

Porto de Galinhas

Antes de tudo é preciso lembrar que este artigo reflete minhas opiniões pessoais, é para isso que serve um blog. A internet é um espaço democrático e livre, o qual permite que consigamos opiniões verdadeiras sobre os lugares.

Neste artigo não vou considerar características naturais como motivos para não ter gostado de Porto de Galinhas, em Pernambuco, já que estas condições são pertencentes ao lugar e não tem como mudar.

Mas do que estou falando ?

Uma visita a Porto de Galinhas deve considerar três fatores importantes: maré, faixa de areia e corais.

Muita gente não gosta de Porto de Galinhas por características geográficas, como pelo fato da faixa de areia ser estreita e não ter espaço suficiente para os turistas.

Não considero isso um ponto negativo, pois não tem como mudar.

Porto de Galinhas, Pernambuco
Aquela faixa mais escura já são as barreiras de corais

Aprendi isso nos meus 23 anos de trabalho no mundo corporativo, onde meus líderes sempre diziam: não me interessam os problemas, quero saber da solução.

Pois é, não tem como reclamar que a faixa de areia é estreita porque não tem como resolver este problema. Aliás até tem, em Dubai eles “mudam a natureza”, porém um dia vão um pagar alto preço por isso.

Dubai
As ilhas artificiais de Dubai alteraram todo o ecossistema e hoje eles já sofrem a consequência disso.

Três características naturais de Porto de Galinhas

Características das Praias de Porto de Galinhas

Faixa de areia estreita

Entender a maré pode melhorar sua experiência no local, pois se mesma estiver alta a faixa de areia vai ficar mais estreita ainda. Considere aí pouco espaço e muita gente amontoada.

Maré

Todas as fotos incríveis de Porto de Galinhas são feitas com a maré baixa ou maré zero, que é quando aproveitamos mais as piscinas naturais. Com a maré alta o mar perde aquela cor bonita.

Porto de Galinhas
As paradisíacas piscinas naturais formadas na maré baixa

Corais

Além da faixa ser estreita, a área para banho também é, já que os corais ficam próximos à praia. Este problema se evidencia ainda mais na alta temporada, quando tudo fica lotado.

Mas os três motivos acima, como falei anteriormente, são características geográficas. Não posso citá-los como motivo de não ter gostado de Porto de Galinhas, seria como falar que não curti a Floresta Amazônica porque é úmida.

No entanto, tem muita coisa que o “ser humano” poderia fazer para melhorar Porto de Galinhas.

Porque não gostei de Porto de Galinhas

Destacaria alguns dos motivos, pelos quais não fiquei apaixonado pela famosa praia pernambucana.

Não chamaria os itens abaixo de problemas, mas sim de pontos de melhoria.

Melhorar estrutura para a alta temporada

Viajar em alta temporada é quase certeza de encontrar um mar de gente. Para falar a verdade até gosto, não curto ir para lugares onde não vejo pessoas, porém o problema de tudo isso é a estrutura.

O lugar precisa se preparar para a temporada. Não pode existir somente uma visão de lucros e falhar na estrutura, e é isso que Porto de Galinhas pareceu para mim.

Acredito que a baixa temporada é a época que cidades turísticas deveriam se preparar para a alta. Sendo assim, reformas e projetos de melhorias caberiam bem neste período. Porém, Porto de Galinhas, apesar de receber muitos turistas, é descuidada.

A praia de Porto de Galinhas está relativamente perto de Recife, então a cidade recebe um fluxo enorme de turistas de final de semana.

Isso faz com que sua lotação seja constante, independente de férias escolares.

A vila de Porto de Galinhas é descuidada

A vila não é bonita e charmosa, falta muito cuidado na organização da mesma. Às vezes dá a impressão daquele crescimento desordenado com lojas e casas sem pintura, excesso de propaganda e muita coisa de gosto duvidoso.

Enfim, acredito que precisaria haver um casamento entre natureza e urbano, pois existe um potencial enorme na região.

Vila de Porto de Galinhas
A vila tem um potencial enorme, mas já sente os efeitos do crescimento desordenado

Tive a oportunidade de conhecer praias badaladas da Grécia e do México, porém não eram tão bonitas como Porto de Galinhas. A questão é que estas praias têm boa estrutura turística e investem pesado no marketing, atraindo muito mais visitantes que a praia brasileira.

Quiosques na Praia de Porto de Galinhas

Em geral achei o serviço ruim e caro.

Os quiosques cobram consumação mínima, algo em torno de R$ 60,00, porém não é preciso alugar guarda sol e cadeira.

Apesar de achar meio caro, não veria problema com o valor se serviço e os produtos fossem bons, porém não tem qualidade e o atendimento, em geral, deixa muito a desejar.

Com exceções, serviços de quiosques e barracas não são bons nas praias do Brasil, porém em Porto de Galinhas me senti ainda mais explorado.

Assédio de vendedores

Sem dúvida, se pudesse escolher um item que fez Porto de Galinhas perder totalmente o encanto foi o assédio de vendedores.

São muitos e o turista é abordado todo o tempo. É praticamente um após o outro, e a gente não consegue relaxar ou simplesmente conversar.

Novamente digo que entendo que as pessoas precisam trabalhar, porém a prefeitura precisa organizar melhor isso.

Porto de Galinhas
Existem muitos vendedores ambulantes em Porto de Galinhas

Se eu voltaria para Porto de Galinhas ?

A praia em si não faz meu estilo, gosto de lugares menos badalados e mais tranquilos. No entanto, voltaria para Porto de Galinhas, porém em outro esquema.

Vale lembrar que Porto de Galinhas é uma das praias de Ipojuca, então certamente não voltaria especificamente lá, mas sim para outras praias como: Muro Atlo, Cupe, Maracaípe ou Serrambi.

Gastaria um pouco mais e ficaria num resort ou hotel de praia.

E olha que não sou muito desse “tipo de luxo”, mas acredito que lá valha a pena.

Nannai
O Nannai é um dos melhores resorts do Brasil e fica em Muro Alto, a mais ou menos 8km de Porto de Galinhas

Infelizmente o centro de Porto de Galinhas pode pecar na qualidade dos hotéis e pousadas. Além do mais, como falei anteriormente, não achei bonito.

Ficaria um pouco mais distante, e eventualmente, iria até lá um dia ou noite para ver um pouco mais de agito.

Porto de Galinhas
Curtindo o som do Vavá Gouvêa num final de tarde em Porto de Galinhas. Energia boa!!

O Vavá está sempre se apresentando na região, dá uma olhada no Canal do Youtube. Curti muito o som dele quando estive lá.

O centro é prático porque é de lá que saem muitos passeios, mas acho perfeitamente possível ir até lá somente para isso e voltar para um lugar mais tranquilo.

Enfim, Porto de Galinhas ficou bem abaixo das minhas expectativas.

Acredito que a prefeitura deva fazer um projeto de turismo sustentável para preservação da natureza e geração de mais empregos qualificados em Ipojuca.

Como fazer turismo sustentável. Clique aqui.

Quando faço um post com crítica tenho o objetivo de alertar para que algo melhor possa ser feito.

Por exemplo, entendo perfeitamente o trabalho dos vendedores, pois estão lá lutando para ganhar dinheiro de forma honesta. Mas entendo também que isso possa ser feito de uma forma que eles ganhem mais dinheiro e ofereçam mais qualidade no serviço.

Outro ponto que as cidades turísticas precisam ficar atentas é com o visitante que retorna. Este turista faz propaganda do lugar e vira um “embaixador da cidade”. Infelizmente, na minha opinião, Porto de Galinhas não colabora muito.

Mas tenho esperança que melhore.

Conhece Porto de Galinhas ? Quais suas impressões da praia ? Que outros lugares do Brasil vocês acreditam que a exploração turística está demais ?

Compartilhar:
262 comments Add yours
  1. Falou e disse ,estive lá em 2001 e parece que continua a mesma coisa,sendo o pior a importunacão constante do vendedores . Teve um que me seguiu por mais de 1 km me pertubando. Nos últimos dias abandonamos o hotel e fugimos pra Carneiros.
    Uma pena!

    1. Olá Lucas,

      Obrigado pela leitura e comentários.
      Realmente existem muitos pontos de melhorias, mas vamos torcer para que a estrutura melhore. A natureza foi bastante generosa com aquela região.
      Tenho as mesmas reclamações que você tem em relação aos vendedores.
      Diego

      1. Olha… não creio.
        Se de 10 anos paracá continua os mesmos problemas, podemos desistir e irmos a outros destinos.

        1. Boa noite Sr. Evarista, fui frequentadora de Porto de Galinhas há alguns anos. Voltei recentemente e compartilho da sua opinião. Está insatisfatório ir lá.

    2. Como amante de Porto de Galinhas, posso dizer que a região era melhor apenas com os poucos turistas (comparado a hj em dia) que por ela passavam, até por volta de 15 anos atrás. Se hoje ela está assim, é por culpa de vocês, e das coisas que vocês reivindicam com esse tipo de postagem. Foi a “melhoria” (que pra mim mais é luxo) que vocês tanto queriam, que a transformou. Frequento a praia há 32 anos. E é triste ver no que vocês a transformaram por ela não atender às suas necessidades. O potencial que ela tinha, vocês destruíram com os seus palpites. E vai sim para o Hotel de Luxo, alimentar a ganância daqueles que mais destruíram a região para satisfazer os desejos de pessoas que antigamente pensaram parecido (pra não dizer igual) a você.

      1. Olá Taísa, tudo bem ?

        Obrigado pelos comentários.
        Acho importante este debate de ideias, mas acredito que Porto de Galinhas tenha sua economia 100% baseada no turismo, sendo assim, os visitantes são bem vindos e o crescimento deste setor gera muitos empregos em bares, pousadas, agências e hotéis.
        As reivindicações, no meu ponto de vista, são bastante plausíveis, pois estou falando de qualidade de atendimento e não de luxo. Estamos falando de limpeza, esgoto e segurança, que são condições mínimas para o turismo se desenvolver.
        Não sou a favor da gentrificação de Porto de Galinhas, sou contra, tanto é que, em um dos meus artigos, falo turismo sustentável: https://viajantecurioso.com.br/dicas/turismo-sustentavel/
        Não podemos esquecer que os hotéis de luxo geram empregos e impostos para a cidade, sendo assim são importantes para muitas famílias.
        Porém gostei dos seus comentários, acho legal o debate de ideias, assim a gente aprende cada vez mais.
        Diego

  2. Se vc não gostou de Porto é um direito seu.Esses problemas que vc fala de Porto é no Brasil inteiro praticamente.Jericoacoara,Búzios no Rio,Jenipabu RN,Pipa,Praia do Frances,Praia do Forte na Bahia enfim poderia ta citando dezenas delas.Outra coisa vc faz menção das praias do méxico,fala da Holanda,essa fala nada a ver,países da Europa,não só Holanda,mas tantoscitando(só conheço 10)tem orgnização,governantes poder aquisitivo bem didiferentes do Brasil,onde o povo em geral é pobre e mal educado.Os governantes e o povo brasileiro não sabem valorizar e preservar a natureza.Me desculpe,mas não queira depreciar Porto de Galinhas.Se vc não gostou não volte mais,pq não vai fz nenhuma falta

    1. Olá Dulce, tudo bem ?

      Obrigado pela leitura e comentários.
      Infelizmente você tem razão, estes problemas ocorrem no Brasil inteiro, porém, especialmente em Porto de Galinhas, fiquei impressionado com o problema de estrutura e atendimento ao turista.
      Quanto às outras praias que você citou, conheço a maioria, e em nenhuma delas me senti tão desencantado quanto em Porto de Galinhas. Apenas usei este blog como ferramenta de alerta. Meu objetivo não é depreciar Porto de Galinhas, mas sim falar de um ponto de vista meu, o qual você tem todo o direito de discordar.
      Diego

      1. Diego Oliva, eu me sinto envergonhado com comentário como estes da dona Dulce. Me parecem desnecessariamente agressivos e desprovidos da necessária autocrítica. Como recifense que sou, ausente da minha terra há 35 anos, pois vivo em Vicosa, Minas Geraispor quase todo este tempo, também lamento que aS nossas autoridades não tenham conseguido compreender a importância dos aspectos que você, acertadamente menciona. Muito obrigado por suaS considerações. Espero, sinceramente, que elas alcancem quem possa corretamente atuar neste processo, para o bem de todos.

        1. Olá Almir, tudo bem ?

          Fico feliz com seus comentários, e digo que você entendeu perfeitamente o objetivo do texto.
          A ideia é que, com uma crítica construtiva, possamos alertar as autoridades para que façam alguma coisa.
          Realmente são opiniões pessoais, e todos têm o direito de discordar, porém sempre com argumentos que nos levem à alguma direção.
          As pessoas não precisam tomar as críticas para si, porque quem vai ganhar com isso são os moradores, comerciantes e vendedores de Porto de Galinhas, eu quero que eles ganhem muito dinheiro com turismo, mas de uma forma que a natureza ganhe também.
          Na Europa, é comum cobrar, somente por uma cadeira e guarda sol, o valor de 10 ou 20 euros, converta isso para real e veja o preço!! Sendo assim, não vejo problemas como valor, só precisamos organizar mesmo.
          Diego

      2. Concordo Dulce.muito bem o seu comentário.não sei qual estado do BRASIL.este senhor reside.mas.concerteza deve ter problemas. como qualquer um do nosso subdesenvolvido país.temos gestores públicos, que só pensam em roubar.este o problema do Brasil.somos discriminados por países desenvolvidos.mas,temos belas praias e litoral.aliás.a mais bela do mundo.praia do Sancho.Fernando de Noronha.PERNAMBUCO.O FATO DELE NÃO GOSTAR DO LOCAL ESTAR NO DIREITO DELE.NEM MESMO JESUS CRISTO.AGRADOU A TODOS. E FOI CRUCIFICADO.

    2. Nossa que comentário mais burro. Parece q vc não leu nada do que o blogueiro escreveu. Releia, e depois emita seus comentários que nada nos acrescenta. Temos que comparar nossas praias sim com Europa e México. Temos que comparar com o que é bom e dá certo, como meta de melhoria. Povo sem empatia…

      1. Diego,
        Nunca fui a porto de galinhas, mas já li várias matérias e em quase todas as opiniões são as mesmas. Infelizmente as pessoas não entendem que críticas e opiniões sinceras nos faz crescer muito mais que só elogios. Uma vez um cliente me ligou reclamando do atendimento de um de nossos técnicos, lhe ouvi e buscamos melhoras com capacitação, em outro atendimento a este mesmo cliente, ele ligou agradeceu e falou que estávamos de parabéns pela melhoria. Sele não tivesse criticado continuaríamos achando que o atendimento estava bom e, sem saber perderíamos clientes. Quanto a seu texto o pior são os vendedores, na barra da tijuca ocorre o mesmo, não dá pra relaxar, acham que somos obrigados a comprar o produto. O cliente quando quiser comprar vai chamar o vendedor e vai comprar. A prefeitura do local tem que melhorar a estrutura e muito, mas os locais precisam entender que a cidade vive do turismo, mas para que o turismo continue e principalmente que o “boca a boca” seja positivo, cabe a eles mesmos tratar o visitante com qualidade, eles só tem a ganhar. Pretendo ir a porto de galinhas quando as opiniões de quem comenta for mais positiva. Fui a canoa quebrada, é uma vila, mas apesar de alguns defeitos o respeito, educação e qualidade de atendimento são otimos, tanto que pretendo voltar após a pandemia e sempre que alguém me pergunta sobre pra onde ir indico canoa quebrada, só com minha opinião 5 amigos já foram e elogiaram. A ideia é essa o lugar oferecer qualidade, o turista fará a propaganda, positiva ou negativa, mas depende do local. Um abraço e continue com sua opinião sincera, mesmo que muitos não compreendam que a sinceridade é a melhor ajuda que podemos fornecer.

        1. Oi João,

          Muito obrigado por escrever aqui no blog.
          Acredito que as críticas devam ser construtivas, para que, de uso das mesmas, melhorias possam ser feitas.
          Percebo que as pessoas tomam pelo lado pessoal, por terem algum relação emocional com a cidade, porém, mesmo assim, penso que a crítica deva ser feito.
          Na verdade amamos nosso país e queremos o melhor para as pessoas que o visitam.

          Abraço

          Diego

    3. Bom, o autor do texto deixou bem claro que o artigo era opinião pessoal dele, objetivo de um blog. Eu que pretendo ir para me hospedar lá, pq apenas visitei partindo de Maceió, achei muito útil, até porquê, é isso que leio em diversos sites, como TripAdvisor. Logo, o autor não está inventando nada. Não vou deixar de ir pelo artigo dele, mas vou ciente de onde ficar e do que não fazer. Eu agradeço pelo texto.

      1. Olá Kerma,

        Obrigado pelos comentários.
        O objetivo do post foi realmente de expor os fatos que aconteceram comigo, mas com todo respeito com o povo e com o lugar, os quais, na minha opinião, são vítimas.
        Tenho certeza que terá uma viagem maravilhosa, pois você está se informando e pesquisando. Quando a gente vai mais preparado as experiências são melhores.
        Boa viagem!!
        Diego

  3. Tá de brincadeira né. Quem ler essa matéria nem perca seu tempo acreditando nisso. Porto de galinhas é o melhor lugar do Brasil. Palhaçada.

    1. Oi Marcella, tudo bem ?

      Obrigado pela leitura e comentários.
      São apenas minhas percepções e usei deste espaço para manifestá-las, todo mundo tem total liberdade de expressar suas opiniões e de se opor.
      Conforme citei no texto, acho a praia linda, porém precisamos ressaltar alguns pontos de melhoria.
      Diego

      1. Não é nada palhaçada. Na Praia do Francês, por exemplo, passei um “inferno” com os vendedores, o atendimento em geral nas barracas e quiosques foi horrendo, comida pouca e cara, consumação mínima pra pegar cadeira de praia, mas um assédio que beirou o ridículo, não conseguia curtir nem a paisagem. E achei fezes na água. Daí, foi a deixa para ir embora. Eu poderia colocar isso num blog, pq foi verdade, foi minha experiência e talvez ela fosse útil a alguém, Não se pode chamar uma experiência pessoal de palhaçada, em primeiro lugar pq ela não é sua.

      2. Palhaçada?!?
        A Prefeitura de Pernambuco que mais arrecada não investir em saneamento básico?!? Acabei de retornar e o esgoto a céu aberto, entulho e lixo espalhados por todos os lugares e praias. A natureza majestosa sofre com tamanha ganância e descaso de todos. O turismo deve ser bom para todas as partes. Queria voltar, mas para melhorar toda essa Palhaçada!!!!

        1. Olá Adri,

          Uma pena!! Não podemos esquecer que o turismo movimenta boa parte da economia por lá, mas é necessário investimento em saneamento básico, condição primordial para tudo.

          Diego

  4. Ainda bem, que não fui a única pessoa que não morreu de amores por por Porto de Galinhas!
    Exatamente por esse motivo, achei o lugar mal cuidado, mal planejado. As lojas, o comércio em geral, dá a entender que eram residenciais e pela grande demanda de turistas foram sendo construídos ” puxadinhos” e virando pontos comerciais… estou ne sentindo aliviada!!

    1. Oi Lucia,

      Obrigado pela leitura e comentários.
      Infelizmente tenho ouvido muita gente reclamar de Porto de Galinhas, uma pena, um lugar com natureza tão bonita.
      Mas sempre acredito que possa melhorar, assim todos saem ganhando: os comerciantes, os vendedores, os moradores e os turistas.

      Diego

    2. Eu também Lucia e Diego, mesmo porque os próprios guias turísticos reclamaram das condições de trabalho…. Buracos enormes nas ruas, crianças pequenas implorando pra mostrar se trabalho pra ganhar uns trocados e falta de cuidados, com justamente o que lhes é caro para a sobrevivência, e olha que eu estava maravilhada com a região. continuo gostando bastante, Mas acho importante esse debate pra que as autoridades invistam no turísmo, não para o luxo, e sim para a preservação desse paraíso. A natureza AGRADECE.

      1. Olá Vera, tudo bem ?

        Fico feliz com esta preocupação com a questão social quando fazemos turismo.
        É importante que incentivemos o turismo consciente, de forma que este gere empregos e respeite a natureza.
        Não temos dúvida da beleza da região, mas sabemos que existe muito o que melhorar.
        Abraço

  5. Frequento Porto de Galinhas há pelo.menos 8 anos e concordo com o que foi dito com relação a exploração na beira do mar. Já briguei várias vezes pois frequentava a praia antes mesmo de montarem os estacionamentos de guarda sol e cadeiras, chegavam a falar que era proibido montar o meu guarda sol ali, os garçons sem vestimentas adequadas passavam por cima da canga, colocavam guarda sol lado a lado para eu me sentir pressionada e sair, ainda continua a mesma coisa, isso sim tem que mudar. O mesmo acontece na praia de muro alto onde fizeram uma estrada melhor sem nenhum tipo de acostamento sendo que vc é obrigada a pagar pelo estacionamento, pelas cadeiras e guarda sol um preço absurdo. A beira mar pertence a eles. Alegam que é necessário consumir alimentos diga-se de passagem feitos sem nenhuma higiene pois só bebida tem que ultrapassar pelo menos 100
    reais.

    1. Olá Elizabeth,

      Legal os comentários de quem frequenta há muito tempo. Pensei que em Muro Alto a situação fosse diferente.
      Acredito que deva haver uma padronização do serviço dos quiosques, tanto pela questão estética, como pela questão prática. Não vejo problema em cobrar, o problema é quando é caro e não tem qualidade.
      As praias da região são muito bonitas para terem uma organização assim.
      Obrigado pelos comentários!!
      Diego

  6. Estive a poucos dias em Porto de Galinhas, amei o lugar e pretendo voltar com certeza… Mas, infelizmente o que foi dito nesse post é verdade. Fiquei numa pousada perto da vila onde a rua alaga qnd chove e o acesso a pé é horrível… realmente a cidade precisa melhorar muito por ser um lugar turístico… E caro! A caminhada na praia se torna irritante pq a cada passo tem um vencedor lhe abordando (teve um que até massagem nos pés ofereceu). Acho isso desnecessário e incômodo… Como meu marido e eu amamos Porto de Galinhas, mais pelos passeios oferecidos, pretendemos sim voltar e espero que esteja melhor.

    1. Oi Lay,

      Acho legal este teu posicionamento, quando aponta os problemas mas quer voltar, porque da próxima vez você pode evitar fazer certas coisas ou ficar em alguma outra pousada para poder aproveitar com mais qualidade.
      Tive a mesma impressão dos vendedores, e acredito que eles poderiam ganhar mais se tivessem um trabalho mais qualificado. Uma região turística, como a de Ipojuca, tem um potencial enorme.
      Diego

      1. Estive lá no mes de março/19,porém não fiz uma avaliação crítica do lugar. A única coisa que observei foi a enganação dos donos de barcos que falam em te levar para ver corais quando a maré baixar kkk. Dá pra ir a pé ver isto sem ter que pagar 40 reais.
        Também fui cobrado por consumação minima de 80 reais pra ficar na barraca.

        1. Oi Wanderson, tudo bem ?

          Eu não vejo nenhum problema com a consumação mínima, desde que tenha qualidade no atendimento e produtos bons.
          O problema é que mesmo pagando este valor, o turista não tem conforto, na minha opinião.
          Quanto ao passeio de barco é verdade, é possível ir por conta própria, mas também entendo que é o trabalho deles.
          De qualquer forma, acredito que um projeto turístico é bom para todos, assim todo mundo ganha mais dinheiro e a natureza agradece.
          Obrigado por dividir suas opiniões com o blog.

          Diego

    2. Eu não volto mais , a cada minuto um ambulante te perturbando , a higiene e precária , as comidas são absurdamente caras e sem nenhuma higiene ,comida na praia e no centro nunca mais , e que centro horrível , mal cuidado , o preço do supermercado Soberano é o fim gente , 1,5 de água Minalba R$ 9,00 ACREDITEM , SAI DESSE LUGAR FRUSTADA COM OS PREÇOS ABSURDOS .

      1. Olá Regiane,

        Pois é, o turismo precisa ser reorganizado para que todos possam aproveitar mais. Além disso, a cidade só tem a ganhar.

        Diego

        1. Problema geral na área turística no Brasil. É preciso mudar a mentalidade de se explorar o turista e não o turismo.

          1. Olá, tudo bem?

            Sim, precisamos de um projeto de turismo sustentável. Assim todos ganham.

            Diego

  7. Concordo em número e grau.. é um lugar que não tenho a mínima pretensão de voltar novamente. A vila é suja, esgoto passa no meio. Lugar de coisas caras, enfim, não gostei e é um lugar q não recomendo!

    1. Olá Wellen,

      Infelizmente tudo é verdade. Alguns pontos da vila são sujos e mal cuidados.
      E aquele lugar tem um potencial enorme. Vamos torcer para que a prefeitura faça um projeto onde todos ganhem: moradores, vendedores, comerciantes e turistas.
      Tem que ser bom para todos né ?
      Obrigado pelos comentários.

      Diego

  8. Lúcia e Diego. Vcs não conhecem a história de Porto de galinhas. Não só pelo contrabando de escravos. Vcs devem estar acostumados com hotéis que servem comida e bebida na areia. É melhor baixar a bola e curtir a vida sem frescura . Aproveitem onde estiverem. Dessa maneira vcs nunca serão felizes

    1. Olá Claudio, tudo bem ?

      Também concordo que a vida deva ser vivida de forma leve e simples. Assim sou, o que pode ser visto pelos meus artigos e pelo meu Instagram.
      Tive a oportunidade de conhecer muito do Brasil e do mundo, mas sempre procurando lugares despretensiosos e simples. Se eu te falar dos meus lugares favoritos do Brasil, você vai entender.
      A questão sobre Ponto de Galinhas, conforme você leu, é sobre o atendimento e falta de estrutura de um modo geral. A praia é linda.
      Acredito que são pontos de melhoria, afinal nem tudo é perfeito.
      Mas são minhas percepções e acho legal este debate de ideias, afinal é assim que aprendemos não é mesmo ?
      Diego

      1. Marcella e outros que estão com a mesma idéia, deixe-me ver se entendi… Quer dizer que temos que nos conformar com o que está ruim? Não é à toa que o Brasil é um FIASCO quando se trata de turismo… Infelizmente, minha cara, esta mentalidade é que nos fez ficar neste estado de calamidade. Temos que vislumbrar o que é melhor, e não ficarmos satisfeitos porque tem coisa pior. Queremos ser os melhores e para isso temos que oferecer um serviço 100%, nada menos. Esta é a meta. E quando o lugar oferece serviços de baixa qualidade, limita-se muito o público que o frequenta, pois só volta quem se importa somente com a natureza. Garanto que se a qualidade fosse de primeira, nem precisaria de consumação mínima no quiosques (por exemplo), pois , com certeza, os turistas ficariam mais tempo no local, e claro, consumindo. Nunca fui em Porto de Galinhas, e confesso que nunca irei (primeiramente porque mar, pra mim, tem que ter ondas, pra nadar em piscina, fico no clube mesmo ou num parque aquático), e claro devido a tantos comentários ruins. Minha última experiência com praia foi fora do Brasil, e também não foi grande coisa, pois não tínhamos muitas opções na praia (devido a leis locais) mas a estrutura era muito boa. No Brasil fui em Pipa, na última vez, mas tem quase 10 anos. Sinceramente espero que o local esteja da mesma forma, pois era fantástico. Até a quantidade de vendedores era aceitável (tudo bem que fui fora de altíssima temporada, como reveillon. Estive lá na semana do natal, que acho que é mais tranquilo). Concluindo: Diego compartilho contigo este sentimento que temos um potencial extraordinário no nosso país, mas que está muito mal explorado. Aos que acham que temos que nos acostumar com o que é ruim, desejo que vocês consigam entender o quanto estão errados, pois senão continuaremos sendo um país medíocre. Com grande potencial mas: “deitado eternamente em berço explêndido”.

    2. Pra quem não gosta de ver gente amontoada, camelôs, esgotos a céu aberto, vá para um resort. Lugar de depressivo, cheio de grana que não é feliz e outra, estão sendo pago por quem pra ficar denegrindo o lugar?

  9. 2019 porto de galinhas tá pior.
    Os banheiros públicos os comerciantes estão fechando e só podem utilizar quem consumir algo. Na praia pra ficar nos quiosques é no mínimo 80 reais, fora as taxas abusivas que cobram no consumo de qualquer produto. Fora os vendedores que não aceitam um não, te oferecem mesmo você dizendo que não quer.

    1. Olá Esdras,

      Obrigado pela leitura e comentários.
      Sim, tem a questão dos banheiros também, e acredito que a prefeitura deveria investir numa melhor estrutura. Também penso que é preciso uma união público e privado para melhorar a oferta de serviço.
      Abraço
      Diego

  10. Achei que era a única pessoa que não curtiu tanto Porto de Galinhas!
    Fui em fevereiro, passamos 5 dias, ficamos em muro Alto. E não pretendo voltar. Meu destino inicial era Maragogi, que sou encantada, mas decidimos mudar em cima da hora (infelizmente).
    Não que tenha sido a pior viagem que já fiz, mas pelas fotos maravilhosas que vimos na internet, esperávamos bem mais …
    Deixa a desejar!

    1. Olá Keysi,

      Infelizmente comentários em relação aos problemas de estrutura e atendimento sem qualidade têm sido comuns.
      É uma pena isso acontecer num lugar com um potencial turístico tão grande.
      Acredito que deva haver uma maneira para que todos saiam ganhando: moradores, vendedores, comerciantes e turistas.
      Diego

    2. Lugar de litoral bonito mesmo no Nordeste é o estado de alagoas Maragogi é um paraíso, já Pernambuco não chega nem aos pés, só se salva mesmo a linda praia dos carneiros! Porto de galinhas é muito fraquinha viu , até Pipa no RN dá um banho nessa Porto de galinhas…

  11. Achei que só fosse eu que tivesse essa opinião. Kkkkkk… Moro a 5 anos em Recife e só fui 3 vezes a Porto de Galinhas por estes motivos que vc citou, principalmente os vendedores te perturbando a todo instante e a super lotação da praia.
    Porto de galinhas é uma praia belíssima mas peca exatamente onde vc falou. Por isso preferimos ir pra Maragogi e ficar em uma pousada na praia de Antunes, lá é um verdadeiro paraíso.
    Acredito que a prefeitura deveria trabalhar melhor o turismo de Porto, tanto na infraestrutura da cidade, quanto proporcionar curso aos vendedores para ter uma abordagem mais positiva com os turistas.

    1. Oi Mércia,

      Que bom receber comentários de alguém que mora em Recife.
      Porto de Galinhas recebe um fluxo constante de turistas daí né ? Então a cidade vive uma espécie de Alta Temporada, já que não depende das férias escolares.
      Porto de Galinhas tem um potencial turístico enorme, mas como você mesmo falou, precisa de investimentos.
      Diego

  12. Olá… Extremamente pertinente este artigo. Estive em Porto de galinhas em janeiro e não quero mais voltar… A beleza não compensa os problemas do lugar. Os hotéis que não são resorts são muiiiiito ruins (e mega caros) e olha que procuramos bastante. Acabamos num hotel que tinha tanto mosquito que parecia que estávamos no meio da floresta amazônica… E a praia… Linda né? Bem, não sei, porque quase não a vimos!!! Sentamos naqueles barracas e tinha taaaanto ambulante na nossa frente que não víamos o mar! E ao entrar no mar pela primeira vez, dei de cara com um absorvente…De verdade!!! E a consumação destas barracas… Em media cem reais por uma porção de batata e aipim frito ( e com aquele gosto de fritura muiiiiito usada já… Impossível de comer… E as ruas do centro… tinham cheiro de urina e onde não tinha calçamento não dava para caminhar por causa dos excrementos de gatos!!!! Enfim… Nas fotos que tiramos nada disso aparece!!! A natureza é generosa com o lugar. Sei que muiiiiito disso que falei é culpa dos maus turistas. Destaque para o restaurante La Tratoria, este sim um lugar que eu gostaria de voltar… Comida maravilhosa!!!

    1. Olá Helô,

      Você levantou pontos bastante interessantes, pois o turismo de massa tem forte impacto na natureza. Tem que haver um equilíbrio e um projeto de manejo turístico sustentável.
      Tive a mesmas percepções que você, mas acredito que o assédio dos vendedores e a falta de organização nas barracas sejam o maior problema.
      É bem verdade que problemas assim ocorram em praias do Brasil inteiro, como citei no artigo, mas em Porto de Galinhas me senti muito incomodado com o valor abusivo e com a falta de qualidade no atendimento.
      Vamos ter esperança que Porto de Galinhas se organize melhor e à altura da bonita natureza que eles têm à disposição.
      Diego

  13. Por ser de Pernambuco, todos os anos eu visito Porto de Galinhas e concordo totalmente, não é a melhor praia do Estado. Tamandaré e Carneiros são praias que ficam bem próximo e que valem muito mais a pena conhecer.

    1. Oi Clarissa, tudo bem ?

      Que bom receber comentários de Pernambuco. Uma pena que isso aconteça num lugar tão bonito.
      Eu aqui querendo muito ir no São João de Caruaru de novo, adorei a festa.
      Abraço!!

  14. Ola Claudio, concordo com você
    Sempre viajo para o litoral de pernambuco quando posso, no meu caso evito ficar em porto de galinhas e me hospedo sempre na praia de serranbi, que e mais tranquila e muito perto de porto de galinhas, alugo um carro e exploro todas praias da região ( muro alto, carneiros,tamandaré) inclusive sempre dou um pulinho na praia de Maragogi ( alagoas ) que fica apenas 1 hora e 30 minutos de viagem. uma praia que vale muito a pena conhecer pelas piscinas naturais.
    Enfim porto de galinhas vou de vez em quando e a noite, para jantar e fazer alguma compra porque tem um pouco menos de assedio dos vendedores. Acho o lugar lindo, mais o crescimento desordenado da região em volta da praia esta pior a cada ano, concordo com você, vale pena conhecer, mais ficar hospedado foi só uma vez e nunca mais, abraços

    1. Olá Alex,

      Obrigado pelos comentários.
      Tenho lido relatos legais sobre Serrambi, da próxima vez quero ficar por lá.
      Esta região tem praias famosas e diversas não muito longe uma das outras, acredito que seja mais um motivo para Porto de Galinhas investir e manter o turista por mais tempo por lá, assim todos ganham mais.
      Abraço

  15. Eu sempre fui a Copacabana a Guarujá e Floripa mas porto de galinhas eu me encantei sem dúvida a melhor praia do brasil, problemas tem em todos lugares, e aqui não é diferente, e me sinto seguro nunca ouvir falar assaltos ou mortes na praia.

    1. Olá Josué, tudo bem ?

      Sim, algumas pessoas aqui têm relatado sobre a segurança de Porto de Galinhas.
      A praia de Porto de Galinhas é linda mesmo, as piscinas naturais são muito bonitas e em poucos lugares do mundo encontramos uma natureza tão generosa assim.
      Obrigado por dividir sua experiência com o blog!!
      Diego

  16. Fui este ano tem muito para ser melhor ,como vc falou falta espaço de areia para ficarmos confortáveis pois a maré sempre nos mandava embora,as praias de cupê e muro alto São lindas com suas águas cristalinas,mais também tem seus defeitos, preços absurdos por guarda _sois e cadeiras mínimo de consumo,tínhamos que comprar porções que custavam um absurdo,no centro gostei das lojinhas ,mais a comida ficou a desejar não gostei,de bom gostei da paisagens,eu não voltaria,tive outra experiência desagradável com um passeio de catamarã estava muito lotado ,E a parte de cima vc era fritado pelo sol de mais de 40 graus pois o comandante não permitia abrir guarda sois então foi um pesadelo.

    1. Oi Elaine, tudo bem?

      Tenho lido comentários sobre os preços de Cupe e Muro Alto. Como disse, se o produto for bom, pago sem reclamar, o problema é quando não é bom e a quantidade é pouca.
      Passeios lotados de catamarã são um problema, ainda mais sob o sol. O turismo de massa deve ser repensado neste sentido, não adianta nada tentar ganhar dinheiro e perder turistas, como você, que diz que não voltaria.
      Obrigado por dividir sua experiência com o blog.
      Diego

  17. Realmente a maré e o tempo em Porto são algo que prejudica os passeios e a beleza das águas, mas fazer o que né?! Eu não fui em alta temporada, na verdade voltei tem uma semana de lá e parece que pouca coisa mudou.. eu não percebi essa feiúra toda de Porto q vc viu, mas concordo em relação aos vendedores, são chatos e inconvenientes. Eu fiquei em Maracaípe, mais sossegado e sem muvucas, mas bem simples TB. Não é algo que me incomode. Eu particularmente voltaria, mas pra ir em Maragogi, carneiros, Tamandaré.. achei perfeito os locais.
    O que eu senti falta em Porto foi mapa, um local pra informações turísticas. E o que eu mais gostei de lá foi a segurança em andar a noite, em poder tomar um banho de mar sem se preocupar se vai ser roubado, sou do Rio e vc não pode nem respirar sem ser assaltada.

    1. Olá Debbynha tudo bem ?

      Que bom ouvir comentários assim.
      Como disse, são muitas percepções, e escutar outras opiniões faz a gente sempre aprender mais.
      Em relação à maré é como disse no artigo, não tem jeito!! Então não adianta reclamar de algo que não dá pra resolver.
      Tenho boas referências de Maracaípe. Quero muito conhecer.
      Diego

  18. Boa noite!!!
    Concordo com o post, visitei Porto no inicio desse mês e fiquei um pouco decepcionada. Falta estrutura na cidade, mas o que mais me incomodou foi os preços e baixissima qualidade na parte de alimentação. Comidas variadas, porem sem tempero algum, a quantidade servida tambem não agrada os turistas. E isso nos passeio que faziamos, e conversando com outros grupo e todos reclamavam desse mesmos movitos!
    Fomos em um grupo familiar, e concluimos que em porto os lucros vem primeiro, e não ter algo de qualidade para agradar os turistas, para que voltem. Espero que eles possam melhor isso também.

    1. Olá Mariana, bom dia!!

      Pois é, como você falou, é caro e às vezes não tem qualidade. Sempre falo da relação custo benefício, onde não me importo em pagar mais, porém com qualidade.
      Porto de Galinhas precisa se reestruturar para continuar a receber turistas, assim todo mundo ganha: moradores, turistas, comerciantes e vendedores.
      Obrigado por dividir suas opiniões com o blog.
      Diego

  19. Olá Diego,
    Retornamos de Porto de Galinhas em 16/04, ficamos lá por 8 dias, nos hospedamos no Oka Beach, no Cupe, a primeira praia que conhecemos foi Muro Alto, tivemos que pagar 20 reais no estacionamento, não alugamos cadeiras, mas consumimos na barraca.
    Fomos na vila umas 3 vezes apenas, concordo com muitas coisas que você pontuou, especialmente o assédio aos turistas, em muitos momentos nos sentimos incomodados e explorados.
    Fomos para a praia da vila um único dia, pagamos pelo estacionamento e já deixamos claro a nossa intenção de ficar no Restaurante Peixe na Telha, o funcionário do estacionamento, que também era funcionário de uma outra barraca, nos acompanhou até a porta do restaurante que queríamos ficar, insistindo de forma agressiva para que ficássemos no restaurante dele, foi uma situação extremamente chata.
    Foram muitas situações de assédio que não convém nem citar todas aqui.
    Gostamos bastante do passeio que fizemos para Carneiros, como tínhamos alugado um carro, tivemos total autonomia com os horários, chegamos por volta das 9:30h e ficamos até 17h, ficamos no Jobar, uma tranquilidade, uma praia maravilhosa, sem todo aquele assédio de Porto de Galinhas. O problema é que fomos para lá no nosso terceiro dia, depois disso ficamos completamente desanimados de frequentar as praias de Muro Alto e Porto de Galinhas, as outras não eram adequadas para nós porque temos uma filha de 4 anos. Até tentamos Serrambi, mas foi mais frustrante ainda, não tinha estrutura nenhuma, a única barraca que conseguimos achar, tinha uma praia muito feia, com areia escura, o local não estava nada agradável, acabamos voltando para o condomínio, que aliás, foi a nossa salvação, aproveitamos bastante as piscinas.

    1. Oi Adriana,

      Poxa que pena, pensei que em Muro Alto e Serrambi encontraria uma estrutura melhor.
      O assédio foi o mais complicado para mim, porque não conseguia ficar tranquilo, mesmo quando estava na cadeira de praia tentando relaxar. Acredito que para um casal com filhos pequenos seja ainda pior né ?
      Carneiros é linda hein? Porém conheci a praia quando estava em Tamandaré, muitos falam que Carneiros é o passeio mais bonito desde Porto de Galinhas. Aquele visual da charmosa igrejinha e as palmeiras ao fundo é demais.
      Valeu por compartilhar suas opiniões com o blog!!
      Diego

    2. me desculpa, mas nao concordo contigo, muro alto tem ótima infraestrutura, porem vc paga um valor absurdo por isso.. achei perfeito pra criança, tem brinquedo aquatico, nao tem onda.. O triste é vc sentar numa mesa e ver que um prato pra uma pessoa custa 200$, uma agua de coco 9$, couvert por pessoa 7$, independente de quanto gastar..
      até pra tirar foto na rede vc tem que pagar. Eu nao voltaria a essa praia justamente pelo alto preço praticado

  20. Estive em Porto de galinhas novembro/2018 e foi o melhor lugar que estive, conheço alguns outros lugares do Nordeste, voltaria com certeza. A importunação de vendedores realmente acontece, mas não somente lá, varias outras regiões do Brasil é assim, infelizmente, quanto a vila do Porto, não achei tão descuidada, estava vendo fotos antigas antes de ir e vi que melhorou bastante. Toda noite eu passeava por lá tranquilamente. Enfim gosto é gosto, mas Porto de galinhas é TOP

    1. Olá Patrícia,

      Acredito que sempre melhora, mesmo porque é preciso atrair mais visitantes. Concordo contigo quando ao assédio dos vendedores e por isso penso que qualificar mão de obra é interessante. Imagine que estas pessoas poderiam estudar hotelaria e idiomas para atender turistas estrangeiros, e assim, ganhar muito mais.
      Obrigado por dividir suas opiniões com o blog!!
      Diego

  21. Concordo com muitas coisa ditas no teu post . Mas eu resido em uma cidade turística e já estou acostumada com valores abusivos ,porém nossa cidade oferece ao visitante um turismos alto padrão.Canela e Gramado na serra sempre foi considerada referência no turismo daí o choque muito grande quando vamos para o nordeste.Na minha opinião as praias são lindas mas … Deixa muito a desejar os restaurantes e atendimento ao cliente .Eu voltaria sim , mesmo sabendo dos problemas estruturais da vila .

    1. Olá Nina,

      Boa comparação!!
      Apesar de serem tipos de turismo completamente diferentes, Gramado e Canela são exemplos de uma boa estrutura. É bem verdade que tem seu preço, mas acredito muito numa relação custo-benefício.
      Obrigado por compartilhar suas ideias com o blog!!

      Diego

  22. Boa noite!
    Concordo com tudo que vc citou, incluindo em seu comentário a receptividade do povo que foi péssima. Passei com minha família 10 dias em Porto de galinhas e não pretendemos voltar mais, visitamos praticamente todas as praias da região e em nenhuma delas tinha um suporte turístico, uma mísera bica pra tirar areia dos pés, a não ser que pagasse. Achamos tudo muito caro e de qualidade duvidosa onde até algumas pessoas do hotel nos alertaram a evitar comer nos quiosques beira praia, essa informação foi dada no quinto dia e já tínhamos comido lá, pena, todos nós voltamos com infecção intestinal. Sem contar que os bugueiros se jogam na frente do carro, vendedores de passeio param a gente na rua a cada minuto.
    Terrível!!!!

    1. Olá Márcio, tudo bem ?

      Não tenho reclamações quanto à receptividade do povo, mas quanto ao atendimento concordo plenamente com você. Infelizmente o assédio dos vendedores incomoda muito.
      Uma pena que o turismo no Brasil não seja feito de forma sustentável e com investimentos, temos potencial para atrair visitantes do mundo todo.
      Também não gosto de comida de praia, acho que é caro e nem sempre compensa.
      É preciso que a cidade disponibilize comodidades para os turistas como chuveiros, banheiros e estacionamentos com preço justo.
      Obrigado pelos comentários.
      Diego

  23. Estive em porto a Duas semanas, fato na qual observei e relatei isso aqui para amigos !
    A questão dos vendedores e irritante, a questão de estacionamento nas praias nem vou comentar , mas eu e minha amiga demos uma de esperto , chegamos em muro alto 15h30 para conhecer e logo fui informado que era 50 reais o estacionamento , minha amiga chegou e disse pro rapaz a gente só quer tirar uma foto , o cara deixou entrar sem custo, ficamos mais de 2h lá até anoitecer e saímos sem pagar ! Então isso foi um ponto negativo esse absurdo que é cobrado em cadeiras, estacionamentos até nos passeios ! Aluguei um carro por dois dias e fui em maroggogi, Antunes, carneiros, serrambi que é top, fui calheitas que praia top, enseada dos corais , muro alto, cupe e maracaipe! Saiu muito mais em conta alugar um carro do que pagar passeio em dois ! Economizei em média de 300 reais ! Uma dica ! Praias são bonitas , mas o crescimento desordenado põe em cheque toda a beleza !
    A pousada onde fiquei , próximo à tudo ótima localização , limpa, organizado e simples ! Mas muito bem cuidada, café da manhã top ! Achei lá um restaurante Rei do carneiro 17,90 o self com dois tipos de carnes ! Preço ótimo e comida boa pra não quer gastar muito, fica em frente q pousada onde fiquei na rotatória que vai pra maracaipe!
    No mais , as observações supra citadas sou fé !

    1. Olá Wagner,

      Opa, super dicas!! Vou guardar tudo aqui!!
      A questão de estacionamento é um absurdo, e precisamos ver se teremos alguma espécie de garantia caso haja algum sinistro com o carro.
      Tenho tido boas referências de Serrambi e Cupe. Conheci Carneiros e gostei também, apenas achei Tamandaré mal cuidada, os quiosques tampam completamente a visão da praia, a qual é muito bonita.
      Depois me manda a referência da pousada que ficou.
      Obrigado pelas dicas e comentários.
      Diego

  24. A melhor praia do Nordeste. A mais linda do Brasil. Agora entremos de estrutura , o melhor lugar é na praia de Cupe. Agora na praia de Porto de galinhas realmente o atendimento é fraco ei local e muito tumultuado. Se você quiser comer bem tem que ir pra Vila onde tem uma vasta variedade de cardápio
    E a comida é barata e gostosa. A noite tem música ao vivo. Adorei , o melhor lugar do nordeste, e dar pra fazer tudo a pé.

    1. Olá Ranilson,

      Pois é, tenho boas referências de Cupe e Serrambi, preciso conhecer!!
      A vila tem um potencial enorme, mas precisa se atentar para a estrutura, e também para o impacto na natureza. Assim, teremos uma atividade sustentável, o que é bom para todos.
      Obrigado pelos comentários.
      Diego

  25. Fui a Porto de Galinhas em janeiro. As praias são lindas mas a infra estrutura do centrinho péssima. Um cheiro horrível de esgoto. O resto amei. Voltaria sim

    1. Olá Andreia, tudo bem ?

      Realmente a natureza é linda. É uma pena existir estes problemas. Mas espero que melhore.
      Obrigado pelos comentários!!
      Diego

  26. Olá vi os comentários aqui nessa página e não tem como deixar de dá minha opinião,eu sou morador nativo aqui de Porto de galinhas ,e concordo com alguns pontos que o rapaz do blogger falou,a infraestrutura da cidade é horrível e a pior de todas é os ambulantes o tempo todo abordando e sem falar que tem alguns garçons logo na chegada de Porto em cima na pista abordando os carros querendo fazer com que o motorista parem de qualquer jeito ,se vc vinher despercebido vc acaba tomando um susto achando que é asalto,vejo isso todos os dias de perto aqui, até porquê trabalho moro em Ipojuca e trabalho aqui em Porto de galinhas, mais fora isso a praia é sim um paraíso e concertesa uma das mais lindas do Brasil

    1. Olá Edson,

      Que bom falar com alguém de Ipojuca!!
      Infelizmente estes problemas de infraestrutura prejudicam a percepção do turista, ainda mais em um lugar com natureza tão bonita como em Porto de Galinhas.
      Acredito muito numa forma de turismo que os locais possam ganhar mais dinheiro, mas com trabalho qualificado e oferecendo qualidade no atendimento.
      Gostei muito de ouvir a opinião de quem mora aí!!
      Diego

  27. Me chamo Orbano, tb tive uma viagem um tanto desagradável com meus familiares em Porto de galinhas, tem ambulantes vendedo na beira das principais praias do centro passeios de barco e outras diversões marítimas, só que na verdade são criminosos, prometem passeios você paga antecipado 50% e o restante no ato do passeio. Mas tudo mentira, acabei caindo em um golpe desse, acionei a polícia da região, EU TURISTA, FUI ATRÁS DO CRIMOSO NAS PRAIAS, LOCALIZEI OUTRAS PESSOAS QUE TB SOFRERAM O MESMO GOLPE, NOS JUNTAMOS E FOMOS ATE A SECRETARIA DO TURISMO DE PORTO, onde fui muito bem recepcionado e obtive o meu dinheiro de volta através da secretária do turismo.

    Mas tirando isso, as praias são maravilhosas.

    1. Olá Orbano,

      Puxa, que situação chata.
      É uma pena o turista ter que passar por este stress numa viagem de férias né ? Sempre aconselho, antes de viajar, que procure informações e referências na Internet. Hoje em dia, com o Tripadvisor, é possível obter informações sobre agências e ver a opinião de quem já utilizou os serviços.
      No mais, as praias são lindas mesmo!
      Obrigado por compartilhar com o blog o que aconteceu contigo, assim mais pessoas poderão se precaver.
      Diego

  28. Eu me apaixonei por Porto de Galinhas. As piscinas naturais são mais próximas a praia e a água quente. Adorei o centrinho e apesar de alguns vendedores insistentes, vi calor humano, solidariedade e muita alegria. A faixa de areia quando fui era grande e diminuir por causa da maré acontece no Brasil inteiro. Maragogi é lindo mais uma exploração de dar medo e as piscinas naturais são distantes. Tem faixa de areia grande mas não vi quase ninguém na Praia mas sim nos restaurantes e grandes resorts. Pra quem gosta de ir a praia e ficar no hotel com luxos e sem incômodo é boa pedida.

    1. Olá Marta, tudo bem ?

      Realmente Porto de Galinhas é um paraíso, e a simpatia do povo é um diferencial. Sou suspeito de falar porque tenho família em Caruaru.
      Adoro a receptividade e o calor humano do povo pernambucano.
      Vamos torcer para que as autoridades façam alguma coisa de forma a preservar o paraíso que é Porto de Galinhas.
      Diego

  29. Realmente, é muito feia. Deixe esse paraíso, eleita 10 vezes a praia mais bonita do Brasil, para quem a aprecia. Milhões adoram!
    Mas esses milhões estão errados e um comentário isolado está certo.
    O lugar no Brasil que não tem problema, atire a primeira pedra!
    Não confunda Paraíso com pessoas. Gosto não se discute, apenas se lamenta!

    1. Olá Fred, tudo bem ?

      Obrigado por expor sua opinião aqui.
      Você tem toda a razão, o lugar é um paraíso, conforme disse no texto, mas precisa de investimento para que proporcione uma experiência melhor ao turista.
      Infelizmente o Brasil tem muitos casos como Porto de Galinhas, onde o Poder Público não toma conta da cidade. Uma pena.
      Diego

    2. Aff… Sou pernambucana, nascida e criada em Recife, mas não entendo esse bairrismo desenfreado daqui que só dissemina ódio e aliena. Vamos acordar meu povo! Valorizemos o que é nosso, mas tenhamos senso crítico: Há muito o que melhorar para alcançar essa “excelência” que fingimos ter. Menos arrogância e mais debate de ideias, que visem melhorias para as nossas praias, para que os nativos e os turistas possam desfrutar da melhor maneira possível! Essa mania de se doer com qualquer comentário sobre nosso estado e logo partir para o ataque é puro complexo de inferioridade. Vamos evoluir, né?! Quem anda para trás é caranguejo…

  30. Concordo com você. O Brasil e os brasileiros precisam aprnder a fazer turismo sustentávem com boa infraestrutura. Atender bem os turistas e criar empregos sem prejudicar a natureza. O turismo no Brasil é feito no improviso e de forma amadora e pensando em explorar o visitante. Buzios, Arraial, Maceió, Guarapari, só citando algumas praias, sempre a mesma forma de pensamento.
    Quando tem alguma estrutura são investidores estrangeiros que exploram a mão de obra dos trabalhadores e cobram absurdo dos turistas.
    Como mudar? Não vejo soluções sendo pensadas para transformar o que está aí.
    Uma pena.

    1. Oi Maria Claudia, tudo bem ?

      Seu comentário me deixa bastante preocupado, pois você tocou num ponto muito importante: investimento estrangeiro.
      Já existem lugares no Brasil que são explorados por estrangeiros, e a comunidade local das cidades turísticas, que deveria ganhar com isso, sai perdendo.
      Penso muito em profissionalização, para que as pessoas possam ganhar mais dinheiro.
      O Poder Público precisa investir e fiscalizar para garantir um turismo sustentável.
      Obrigado por expor seu ponto de vista aqui.
      Diego

    2. Concordo 100% com o texto. Em 2017 fui em Porto de Galinhas e na semana seguinte fui para Balneário Camboriú pois eu e minha esposa fomos à Oktoberfest. Juro que fui de coração aberto para Porto, afinal minha família é de Pernambuco e tenho muito carinho pelo estado. Mas foi decepção total. Fiquei em um resort um pouco afastado da vila. Lá foi ótimo, mas a vila… Uma porcaria. Tudo caro. Qualquer refeição fica um absurdo. A praia… Suja. Até absorvente achei na areia, fora a quantidade de cães abandonados circulando pela cidade e pela praia. Morriamos de dó dos animais. Não vale o preço que cobram. Ainda fui extorquido por um policial e tive que pagar 200,00 por causa de suas ameaças. Eu havia bebido uma cerveja e fui pego na blitz. Eu falei que ele poderia levar minha carteira e tal, pois estava errado, mas ele ameaçou a mim e a minha família, fazendo minha filha até chorar. Depois escreveu “200” em um papel… Tive que dar… Isto acabou com minha viagem. Já na semana seguinte, em Balneário foi tudo perfeito. Comemos peixe e camarão à vontade! Local top, com pessoas educadas. Adoramos bombinhas também. Neste ano já temos passagem marcada para lá!.

      1. Olá Christiano, tudo bem?

        É uma pena esta percepção que teve e quem perde é a cidade, já que, como vc mesmo disse, prefere ir para outro lugar.
        Obrigado por dividir sua opinião com o blog.

        Diego

  31. Olá, Diego. Tive as mesmas impressões que você e muitos dos meus conhecidos também. Porto de Galinhas é um lugar privilegiado pelas belezas naturais, tem um povo simpático, criativo e receptivo, mas estive em dois momentos bem diferentes. Há anos, na primeira vez, fiquei deslumbrada!Tudo aquilo me encantou, por isso voltei no ano passado e qual não foi minha decepção. Levei um choque com a exploração turística agressiva, sem preocupação ambiental, sem preocupação em dar um mínimo de condições de trabalho para o pessoal de lá pelos empresários e pelo Poder Público e sem a preocupação com o bem estar do turista. Acredito que um pouco mais de profissionalização, fiscalização, investimento em infraestrutura possa trazer benefícios a todos os envolvidos. Se mantiver como está, todos sairão perdendo. Os que dominam o setor turístico precisam urgentemente rever seus conceitos, não só em Porto de Galinhas como no país todo. Sua postagem pode colaborar para que continuemos a disfrutar das belezas naturais de nosso país e que em especial o Nordeste tem.

    1. Oi Helena, tudo bem ?

      Obrigado por dividir suas percepções com o blog.
      O objetivo de expor esta situação é realmente alertar, pois queremos continuar a usufruir das praias paradisíacas de Porto de Galinhas, mas para isso é necessário um projeto sustentável.
      Acredito que assim mais empregos serão gerados, e não só o turista ganha, mas os donos de pousadas, hotéis, o município, os moradores e os turistas.
      Diego

  32. Olá.
    Somos gaúchos e a dez anos vamos a Porto de Galinhas. Adoramos. Já fomos meu marido e eu, já fomos com nossos filhos, já levamos meus pais. Recomendo aos amigos.
    Realmente tem muita gente na praia e o excesso de ambulantes incomoda.
    Descobrimos um lugar na praia, que eles chamam de “perto da casa do governador” que é maravilhoso. Pode-se ir de táxi/Uber e pede-se para ir até a Praça 6, onde se anda uma quadra e se está na praia, sem passar por aquela multidão.
    Tem piscinas naturais e poucos ambulantes. Tem poucas barracas e a comida é mais barata que as do grande movimento, inclusive emprestam máscaras para mergulho, que as outras barracas alugam.
    Lugar lindo. Indo pela praia é depois da curva, em direção a Maracaípe.
    Importante sempre olhar a tábua de marés, para poder ver as piscinas e os peixinhos.
    Talvez vejas aquele paraíso com outros olhos.

    1. Olá Ana,

      Muito obrigado pelas dica, não conheci esta parte da praia.
      Realmente, observar a tábua da maré ajuda a ver as piscinas naturais com toda sua beleza.
      Diego

  33. Realmente seu blog relatou tudo que vimos nessa viagem que fizemos para lá no final de março agora , questão d abandono da cidade estava chovendo e alaga as ruas as entradas dos hotéis e pousadas ficam com várias poças d’água e tem bastante sapo a cidad fede por conta disso os bueiros entupidos uma tristeza q prefeitura tem que fazer algo uma cidade turística precisa de mais cuidados !!! Em relação aos vendedores na praia bem dessa forma a cada passo um abordagem um pouco chato isso mas enfim mesmo assim gostei do lugar mas muro alto e lindo e da pra aproveitar bema praia .😌

    1. Olá Iara, tudo bem ?

      Obrigado por dividir sua percepção com o blog.
      Sim, a cidade merece mais atenção da prefeitura, pois problemas de esgoto e alagamento são de responsabilidade pública, ainda numa praia paradisíaca como Porto de Galinhas.
      Diego

  34. Estive em várias praias de Ipojuca no mês passado. A estrutura de Muro Alto é a melhor, mas não posso concordar c a opinião relacionada a população de Porto. Sou de SP e garanto q aqui sim somos constantemente abordados por ambulantes. Fiz várias amizades e amei o lugar. Tudo muito alegre, colorido e de uma paisagem de tirar o fôlego.
    Um ponto negativo em minha opinião é em relação ao cheiro de esgoto na cidade, jamais na praia.
    Resumindo…Fui, amei e voltarei muitas vezes!!!

    1. Oi Simone tudo bem ?

      Realmente a receptividade é o grande diferencial do povo pernambucano. Sou suspeito em falar, pois tenho família em Caruaru.
      Vamos torcer para que possamos continuar a usufruir este paraíso.
      Diego

  35. Moro aqui em Porto de Galinhas faz 3 anos e é EXATAMENTE ASSIM. Os prefeitos tem que parar de roubar e investir na cidade.

    1. Olá Rodrigo,

      Quem bom falar com alguém que mora aí.
      Precisamos cobrar do Poder Público sempre, um paraíso como Porto de Galinhas merece um bom projeto de manejo turístico e investimentos.
      Diego

  36. Adoro Porto de Galinhas! Como a maioria das praias brasileiras por ser de fácil acesso, ficam cheias na alta temporada. Na maré baixa é linda. Amo o centrinho. Vendedores ambulantes, existem em todas as praias famosas. Vale a pena conhecer.

    1. Olá Simone tudo bem ?

      A praia é linda mesmo!! Ainda mais na maré baixa quando as piscinas naturais ficam incríveis.

      Diego

  37. Olá, Diego. Tudo bem?
    Acho que você abordou po tos importntes a serem melhorados em Porto. Com certeza você tem razão com relação ao poder público, ao assédio dos ambulantes etc. Eu e meu marido somos do RJ, mas moramos em Caruaru há um ano e agora que estamos aqui, posso te dizer que talvez você não tenha tido a oportunidade de conhecer melhor Porto e a região. Como muitos falaram aqui, existem outros pontos melhores da praia e outras praias (como vc falou) que são mais calmas e com melhor estrutura. Aqui no nordeste é muito difícil não ter o assédio dos ambulantes, mas já vi lugares piores. E adicionalmente, o povo pernambucano é maravilhoso!! Se eu fosse vc, eu voltaria!!

    Abraços!

    1. Oi Karla,

      Que bom falar com alguém de Caruaru, minha cunhada é daí.
      Em 2016 fui no São João de Caruaru e adorei a festa, escrevi um artigo no blog sobre isso: https://viajantecurioso.com.br/pernambuco/quando-e-o-sao-joao-caruaru-relato-dicas/
      Para falar a verdade quero muito voltar este ano!! Foi a melhor festa popular que já fui.
      Quanto a Porto de Galinhas, você tem toda a razão, preciso voltar. Alguns leitores, assim como você, me passaram dicas preciosas. Conversei com muita gente daí !!
      Este artigo é um alerta, o povo pernambucano e nós brasileiros merecemos mais atenção das prefeituras. Vamos investir no turismo, pois gera dinheiro e impostos para o município. Assim todos ganham!!
      Abraços!!
      Diego

  38. Me desculpa mas vc com certeza deve ter tido um problema pessoal para escrever tanta besteira, porto de galinhas não é uma praia deserta portanto sempre vai ter problemas mas ela não é considerada umas das melhores praias do Brasil a toa , sou do RJ moro aqui a 12 anos e não tem nenhuma praia no Brasil no nível de porto de galinhas hoje , organização, segurança pública , gastronomia , hotelaria variada são diversos os adjetivos.

    1. Oi Eduardo, tudo bem ?

      Obrigado por compartilhar seu ponto de vista com o blog.
      Sim, este é um blog sobre minhas percepções pessoais e você tem todo o direito de discordar, afinal, somente com o debate de ideias é que aprendemos mais, não é mesmo ?
      Conforme você deve ter lido no meu artigo, escrevo sobre a beleza de Porto de Galinhas, mas levanto alguns pontos de melhoria, nos quais o povo pernambucano merece uma maior atenção da prefeitura.
      Acredito que toda a beleza de Porto de Galinhas mereça uma atenção maior e mais cuidado no manejo turístico.
      Diego

  39. Concordo com tudo em gênero, número e grau te tudo que foi exposto pelo blog. Tenho restaurantes em Goiás (em Shopping e de rua), e posso garantir que fico pensando em mudar para Porto de Galinhas pq eu e minha esposa amamos lá só para curtir o lugar e colocar um Bistrô ou mesmo restaurante com preços justos. Aquilo lá é pior que praça de alimentação de aeroporto,absurdo, injustificável e com certeza além dos vendedores dos quiosques de praia não te deixar em paz para apreciar o local e conversar mais tranquilo, preços exploratórios e qualidade muiiiiiito fraca.

    * AUTORIDADES DE PORTO, DEEM UMA OLHADA E MELHOR ATENÇÃO NISTO, OS TURISTAS NÃO SÃO MAIS BOBOS, HOJE TEM MUITO JEITO DE MUDAR PARA MELHOR OU PIOR QUALQUER COISA, BASTA UM CLICK E VOCÊS TERÃO QUE CORRER ATRÁS DOS TURISTAS QUE MOVIMENTA ESTA CIDADE. É SÓ OUVIR E RESPEITAR O TURISTA. LÉLIS, AMO PORTO, QUEM SABE UM DIA ESTAREI LÁ PRATICANDO O QUE ACREDITO !

    1. Olá José Camilo,

      Obrigado por dividir com o blog suas opiniões.
      Acho legal esta sua visão de empresário, pois sabe do potencial e sabe também sobre retorno de investimento.
      Não é fácil empreender no Brasil, ainda mais quando o Poder Público não ajuda.
      O empresário pode investir muito dinheiro e não ter retorno por problemas de infraestrutura, uma rua inundada na frente de um restaurante pode arruinar tudo.
      No mais, concordo com você, Porto de Galinhas e o povo pernambucano merecem uma gestão mais ativa e competente da prefeitura.
      Diego

  40. Boa noite!

    Confesso que me decepcionei com Porto de Galinhas, com relação a praia é lindíssima, porém impossível ter paz, algumas conseguimos ter mais sossego, mas a praia do centro,SOCORRO…tem tanto ambulante que não conseguia contemplar o mar e sem contar os preços abusivos. Valeu, conheci….mas não volto.

    1. Oi Cássia, bom dia!!

      Você teve exatamente a mesma impressão que a minha, e que foi o fator por não ter gostado de lá. As praias são lindas, mas é preciso organização.
      Pessoas como você mostram o quanto Porto de Galinhas perde com isso, pois o turista que retorna, conforme eu cito no texto, faz propaganda da cidade. É preciso se atentar para este tipo de visitante.
      Obrigado por compartilhar com o blog suas impressões.

      Diego

  41. Já fui em Fortaleza com minha esposa e nunca mais esqueci de dois repentistas que nos encheram o saco por um bom tempo ,mesmo lhes dizendo que naquele momento nao queríamos ouvi-los. Tínhamos acabado de sentar na praia quando fomos abordados. …. todo mundo sonha visitar Fortaleza….e só foi sentar na praia e deu vontade de nao estar ali. Abordagem totalmente inacreditável, inapropriada e inesquecível. Só quem ja passou por isso sabe o que estou dizendo.

    1. Oi Leandro tudo bem ?

      Também não gosto deste tipo de abordagem, acredito que deva existir outra maneira de mostrar a divulgar a cultura de um lugar.
      Em Porto de Galinhas tive a mesma impressão que você, pois a todo tempo precisava ficar dizendo “não” para os vendedores, não consegui ficar tranquilo e curtir a natureza, que lá é super privilegiada.
      Obrigado pelas suas considerações.
      Diego

  42. Estivemos em Cupe em abril de 2019 por 9 dias e preciso deixar meu relato tb. Na praia de Porto de galinhas realmente não tem condições de se curtir a natureza do lugar, que é ofuscada pelos vendedores e pedintes incessantemente, sem contar que os guarda sóis são socados um sobre o outro tapando toda a bela vista. Fomos em Carneiros, Maragogi e Pontal do Cupe esta recomendo muito! Beleza sem igual, inclusive em Maragogi fomos através de indicação e fizemos um passeio de lancha com fotos super exclusivo e maravilhoso! Quem quiser o contato me avise que passo. No mais eu voltaria mas não pra Porto, e sim para arredores.

    1. Bom dia Márcia,

      Quero muito suas dicas sim!!
      Eu li vários relatos positivos sobre Cupe, gostaria de ir para lá.
      Infelizmente a vila e a praia ali perto não me agradaram pela falta de estrutura. A praia é linda, fiz até um mergulho por lá.
      Valeu por dividir sua experiência com o blog.
      Diego

  43. Infelizmente perdi meu tempo e dinheiro indo a Porto de Galinhas. Minhas impressões foram as mesmas e já contraindiquei o local para várias pessoas. O que me espantou foram os comentários repletos de rancor e coitadismo dos locais. Um pouco de autocrítica e empenho pelo menos para melhorar o péssimo nível de prestação de serviços faria bem a Pernambuco.

    1. Bom dia Renato,

      Triste isso, não indicar um lugar. Você tocou num dos pontos que citei no artigo e que acho mais importante.
      Antigamente as pessoas viajavam baseadas em folhetos de agência de turismo, hoje em dia, pela internet, podemos ver relatos e avaliações em sites como o Tripadvisor.
      O objetivo deste post é falar das impressões e pontos de melhoria, a gente precisa assumir que algo não está bem para melhorar, não é mesmo ?
      Obrigado pelos comentários.
      Diego

  44. Olá Diego.

    Fui uma única vez em Porto de Galinhas e não pretendo voltar. Como você, não gostei da vila devido à falta de estrutura e sujeira. As praias realmente são bonitas, mas o excesso de pessoas, a maioria sem nenhuma educação, acaba com o passeio. A impressão é que a prefeitura quer lucrar pela quantidade, não pela qualidade. Tentei dar uma variada e almoçar em um restaurante próximo, porém repentistas passavam de mesa em mesa praticamente extorquindo os turistas. Para completar, eu e minha família tivemos uma intoxicação alimentar, provavelmente relacionada à baixa qualidade da higiene no preparo dos alimentos na cidade. Acabamos passando a maior parte do tempo dentro do Resort.

    1. Oi Alex,

      Valeu por compartilhar suas opiniões com o blog.
      Pois é, foi exatamente isso que frustrou minha viagem à Porto de Galinhas. Acho que o excesso de pessoas pode ser administrado com infraestrutura, mas infelizmente não existe este cuidado em Porto de Galinhas.
      Diego

  45. Quando for a Maragogi você saberá o que é péssima estrutura, o centro da cidade fede a esgoto, Porto de Galinhas é alto padrão quando comparada a Maragogi. Aquelas barracas na praia de Porto de Galinhas são péssimas, vendedores chatos, garçom que nem sabe o que é peixe grelhado, fora o cartel nos preços de todas barracas.

    1. Bom dia Ricardo,

      É uma pena a cidade ter esta deficiência no atendimento, hoje em dia a Internet compartilha as informações e avaliações e uma fama ruim afugenta turistas.
      O Brasil precisa entender que turismo é um negócio sério: precisa de investimento, qualidade, projeto de sustentabilidade e marketing, afinal as pessoas precisam saber do lugar.
      Valeu por dividir suas opiniões com o blog.
      Diego

  46. Fui a Porto de Galinhas em 2012. A quantidade de gente CAMINHANDO SOBRE OS CORAIS me deixou deprimido. Deu vontade de bater no povo. Parece que não têm ideia da destruição que causam, e provavelmente muitos nem sabem que se tratam de seres vivos. Sou mergulhador (com várias certificações de mergulho técnico), já rodei o mundo para mergulhar… ver esse tipo de destruição – fruto de IGNORÂNCIA – me afeta num nível muito pessoal.

    1. Oi Gustavo, tudo bem ?

      Valeu pelos seus comentários.
      O que você me relata é ainda mais grave, pois sabemos que impacto ecológico pode ser irreversível.
      Não falei nada sobre isso no texto, porque sinceramente não presenciei o que você me fala.
      No entanto, as coisas estão relacionadas: turismo de massa sem um projeto causa isso mesmo.
      Cabe a nós divulgar o que está acontecendo e alertar para que algo seja feito.
      Diego

  47. Concordo 100% com sua opinião. Porto de Galinhas é terrível, atendimento e qualidade deixou muito a desejar. O que mais incomoda é a quantidade e insistência dos ambulantes, o que tornou a experiência na praia bastante desagradável.
    Ainda tem o congestionamento de jangadas que tornam o banho de mar perigoso e desagradável.
    Fui em 2014, alugamos uma casa em Muro alto, o que foi ótimo, porque depois de 1 dia de praia em Porto de Galinhas, nós (eramos 12) decidimos nunca mais voltar e ficamos com a praia na frente da casa, com muito mais sossego.

    1. Oi Eduardo, tudo bem ?

      Valeu mesmo por compartilhar suas experiências com o blog.
      Como falei no texto, o assédio dos vendedores foi o que mais me incomodou, já que a todo tempo estavam oferecendo alguma coisa.
      Tive boas referências de Cupe, quero conhecer.
      Obrigado!!

      Diego

  48. Olá, Diego!
    Passei apenas um dia em Porto de Galinhas e confesso que fiquei decepcionada. Concordo com tudo que você disse, principalmente com o atendimento precário e a abordagem excessiva dos vendedores. Espero realmente que as coisas melhorem, já que o local vive do turismo.

    1. Olá Edileusa, tudo bem ?

      Pois é, o turismo é fonte de renda super importante para o turismo, e sem um projeto sustentável, a natureza, protagonista da cidade, sofre as causas do descuido.
      Vamos torcer para que algo aconteça, o Pernambuco merece!!

      Diego

  49. Estive em Porto de Galinhas antes do carnaval desse ano….. Já fui várias vezes porque sempre passo o carnaval em Olinda e é exatamente como vocês descreveu…. Chega a ser irritante o pessoal te perseguindo oferecendo passeios, transporte para Recife e tudo que estiver à mão…. Cerveja cara, tira gosto caro, água de coco cara…. e um atendimento péssimo. Como em vários lugares do nordeste constato que lá eles exploram o turista e não o turismo. Uma pena com uma estrutura adequada ganhariam todos……

    1. Oi José Antonio,

      Obrigado por dividir sua experiência com o blog.
      A questão do assédio de vendedores em Porto de Galinhas é séria, muitas pessoas têm tido a mesma reclamação.
      Eu penso muito na geração de empregos e entendo que as pessoas que trabalham com isso por lá mereçam um trabalho formal e mais qualificado, assim poderão ganhar mais e garantir direitos trabalhistas.
      Diego

  50. Creio que depois desta matéria,que coloca o dedo na ferida e que teve a concordância da grande maioria dos turistas que aqui se manifestaram, resta aos locais a autocrítica acompanhada de uma tomada de decisão ou o esperneio e o rancor contra o blogueiro que fez apenas uma crítica construtiva .
    Os moradores decidem !!!!

    1. Olá Lucas,

      Obrigado pelos comentários.
      O objetivo é:incentivar o debate com críticas construtivas, economia sustentável de Ipojuca, geração de renda para os moradores, mais postos de trabalho e principalmente a necessidade de um projeto sustentável para que a natureza não seja prejudicada em troca do turismo.

      Diego

  51. Fiquei muito triste e reconheço que perdemos a viagem ao ir a Fortaleza, nossa que decepção como está sucateadas, ficamos na praia de Iracema e o que valeu foi o hotel, que inclusive recomendo Sonata de Iracema. Alguns amigos me rechacaram a opinião, porém fizemos um tour pela cidade e mantenho minha opinião. Não posso falar sobre as praias não urbanas ,mas a cidade em si está muito relegada ao abandono.

    1. Oi Ana,

      Obrigado por compartilhar suas opiniões aqui.
      Infelizmente o problema de estrutura de vê em Porto de Galinha, e este, aliado à uma exploração turística sem um projeto de manejo sustentável, pode causar problemas na natureza, principalmente na questão dos corais, os quais são o grande chamariz do turismo na cidade.
      Diego

  52. Não vejo mérito na matéria, vejo sim, uma publicação que busca apontar e comparar desproporcionalmente algo tão comum no litoral de muitas cidades que fazem o possível para preservar as características locais.

    O que se busca nesses locais é justamente essa natureza exuberante, vilas, aldeias e falta de estrutura, são as raízes desse cenário, e pelo sucesso de público, parece que não é tão decepcionante assim….

    1. Oi Pedro,

      Obrigado por dividir com o blog suas opiniões.
      Você tem razão quando fala sobre as vilas, trazendo as raízes e tendo a natureza como protagonista. Observe apenas que meu artigo não fala de urbanização, mas sim de manejo sustentável.
      Penso que Porto de Galinhas poderia ter um polo de artesanato, dando valor aos artistas locais. Infelizmente o cenário que vemos hoje está um pouco longe do que foi citado em seu comentário, já que Porto de Galinhas tem muito comércio, quiosques e agências.
      Quando à questão de público concordo com você, Porto de Galinhas é conhecida em todo o Brasil como cenário de praias paradisíacas, mas não podemos nadar “na fama”, afinal precisamos sempre melhorar.

      Diego

  53. Acabei de retornar de lá. Fiquei em uma pousada no bairro Merepe. Quando cheguei, tinha chovido na noite anterior alagando a tudo e impedindo o acesso a pousada. Fora o insuportável cheiro de esgoto. Quanto ao litoral, estava infestado de castelhanos ( nada contra) , o que acabou por inflacionar ainda mais, o já inflacionado comércio local. Ainda tive o “azar” de pegar maré alta. Concordo com o autor, da próxima vez ( se houver), me acomodarei em resorts.

    1. Oi Wilson,

      Tudo bem ?
      Pois é, nossos hermanos estão descobrindo nossas maravilhas. São bem vindos sempre!!
      Também entendo que os preços ficam inflacionados, essa é a lei da oferta e procura, mas tomara que Porto de Galinhas mantenha sua essência.
      Quanto à maré é complicado hein!! O ideal mesmo é consultar antes, pois na maré baixa que o espetáculo das piscinas se forma.
      Infelizmente a vila de Porto de Galinhas tem problemas sérios de infra, e como você disse, optaria por ficar em um resort ou hotel de praia.
      Obrigado por dividir seus comentários comigo!!

      Diego

  54. Eu fui a Porto de galinhas em 2017 e pretendo voltar, realmente existe pontos que precisam ser melhorardo como a Vila os barraqueiros na praia que ocupam toda a faixa de areia e praticamente não deixam lugar pra pessoa que não quer alugar barraca sentar, e outra coisa que eu não achei legal foi a presença de cachorros na areia, pelo menos onde eu estava tinha cachorros circulando na areia. Fui em todas a praias, eu queria conhecer as outras praias também,e a que mais gostei foi a de Porto e de Muro alto , a de Muro alto é antes de chegar em Maracaípe, é uma praia linda e nos dias que eu fui estava praticamente vazia, e poucas barracas ocupando a areia. Fiz muitos passeios fui a Recife, praia dos Carneiros, Olinda, e outras praias fora de Ipojuca que eu não lembro o nome agora, eu queria muito ter conhecido Maragogi só que no dia que eu iria estava chovendo e não deu pra ir.Enfim existe coisas a ser melhorada realmente mas eu gostei das praias de Porto e pretendo voltar.

    1. Olá Viviane,

      Sim, a praia de Porto de Galinha é linda, todos os problemas que apontei foram em relação à infraestrutura.
      Na próxima vez que ir a Muro Alto, como já conheci Porto, posso desbravar outros lugares.
      Recife e Olinda são lindos, você foi no Instituto Brennand e Oficina Brennand ? São atrações super legais, conto tudo aqui: https://viajantecurioso.com.br/pernambuco/castelo-recife-ricardo-brennand/
      Obrigado pelos comentários!
      Diego

  55. Olá Diego,

    Quando eu viajo sempre olho o lugar pelo google street view antes de fechar um hotel/pousada. E quando eu fui olhar a vila de Porto de Galinhas eu não gostei. Provavelmente eu vou fazer o que vc falou, vou ficar em Resort e vou conhecer a vila um dia ou dois. Vivi uma situação parecida na minha última viagem no Ceará. Reservei um resort em Cumbuco por ser um dos últimos lugares que iria conhecer pois já tinha ido em Canoa quebrada e em Jeri na mesma viagem e foi a minha sorte. Quando fui conhecer Cumbuco eu não gostei mas como estava num resort delicioso não foi tão ruim.

    1. Olá Ellen, tudo bem ?

      Sim, é uma boa dica olhar pelo Google Street View, assim podemos ver realmente como é.
      O resort tem várias comodidades e proporciona conforto, como você bem relatou sobre o que ocorreu em Cumbuco.
      Obrigado pelos comentários.

      Diego

  56. Acho que esses problemas relatados podem ser encontrados em boa parte das praias do Brasil. O turismo daqui é muito rudimentar.

    1. Olá Claude,

      Infelizmente, você tem razão. O turismo no Brasil perde muito dinheiro com isso, principalmente com estrangeiros, os quais procuram um determinado nível de atendimento.
      Obrigado pelo comentário aqui no blog.

      Diego

  57. Bom dia a todos, eu tenho a mesma concepção dos comentários acima ,eu dei muita sorte então pois na minha primeira viagem a Porto de Galinhas eu e minha esposa ficamos em um resort ,como ele comentam, PÉ NA AREIA, no Hotel Ocaporam na praia do cupê, só saímos algumas noite para o centro para ver os agitos da cidade com isso não tenho nem como fazer algum comentário sobre a cidade e praia do centro, e com relação ao Hotel que é all inclusive nota 10.

    1. Oi Luiz, tudo bem ?

      Ficar com todo o conforto naquele paraíso é um sonho.
      Quero muito voltar a Porto de Galinhas neste esquema que você fez, inclusive, obrigado pela referência do hotel, vou pesquisar sobre.
      Diego

  58. CADA UM OFERECE O QUE TEM.Pesquisa diz que mais de 80% dos internautas são analfabetos funcionais,isto é,leem mas não entendem.O texto e os comentários sobre Porto de Galinhas mostram isso!E cada um oferece o que tem.A senhora que leva “doce” no nome é um exemplo.Não entende o espírito da coisa e ainda agride,com fel!O comentarista foi elegante na crítica e humilde ao receber essa mistura de lixo com grosseria.Parabéns,Diego!

    1. Olá Alberto,

      Obrigado por dividir suas opiniões com o blog.
      Acredito muito nas críticas construtivas, aquelas que nos levam a uma solução.
      Entendo perfeitamente que cada um tem suas opiniões, mas sei também, que ouvir o ponto de vista do outro nos possibilita muito aprendizado. É na divergência de ideias que progredimos.
      Espero que este artigo funcione como um alerta, para que nós, brasileiros e pernambucanos tenhamos o paraíso de Porto de Galinhas preservado e com um turismo sustentável.
      Abraço, obrigado pela leitura do artigo.
      Diego

  59. Boa noite Diego!
    Perfeito o seu ponto de vista. E olha que adoramos Porto e já passamos férias lá por 6 vezes!! Então posso dizer com propriedade que concordo contigo. E de todas as coisas que você disse a que mais me incomoda é sem dúvidas (e esta cada vez pior) o assédio dos vendedores, sejam eles de passeios, das barracas e etc. Algumas coisas, como o passeio às piscinas naturais está mais organizado e fiscalizado, afinal, temos q preservar os corais. Outras ainda precisam melhorar muito, de vez em quando sinto o cheiro do esgoto, infelizmente. Mesmo assim, é um passeio q a família adora e com certeza voltaremos mais vezes.

    1. Bom dia Rodrigo!!

      Fico feliz com seus comentários!!
      É bom saber que a visita aos corais está mais fiscalizada, afinal este é o grande atrativo de Porto de Galinhas.
      Também fico contente em saber que você é o turista que volta, precisamos prestigiar nosso Brasil mesmo!!
      Os problemas existem, e são perfeitamente e facilmente solucionáveis, basta a boa vontade dos governantes.
      Abraço
      Diego

  60. Concordo plenamente ,e um lugar lindo porém tem que ser observado a tábua das marés não tinha conhecimento dessa informação e dei com burros naguas você nao tem privacidade para tirar uma foto que vem os ambulantes e pedem para tirar uma foto para você e fica ali próximo dia para levar para barraca que eles querem o que é ofertado geralmente não são boas o valor é muito alto não tem muita higiene se for observado onde a refeição é feita , enfim é um passeio para poucas pessoas tem que estar preparado se o valor que fosse cobrado fosse equivalente ao serviço beleza mas não é o caso geralmente é o peixe frito em uma gordura velha foi decepcionante você paga até r$ 25 para deixar o carro na rua quando você se aproxima das praias Eles saem correndo atrás do seu carro parecendo uns loucos que é isso ?AUTORIDADES ESTÁ NA HORA DE VOCÊS ACORDAREM NÃO SÓ PENSAREM NO LUCRO POIS VEMOS,E DEPOIS REPASSAMOS O QUE VIVEMOS A AMIGOS.

    1. Oi Mari,

      Obrigado por dividir com a blog sua percepção sobre Porto de Galinhas.
      Sim, é preciso ver a tábua das marés para ter as melhores condições do passeio, vamos pedir ajuda pra Maju, kkkk!!
      Infelizmente, os problemas que você citou são os mesmos que observei por lá, mas acredito que com um projeto tudo se arrume, afinal, gerando mais empregos formais, mais pessoas não precisarão trabalhar como vendedores.
      O trabalho é nobre, mas é informal e eles não tem os direitos garantidos. Um lugar turístico tem que garantir tudo isso para ser sustentável, não adianta nada se só um ganhar dinheiro, o local precisa se desenvolver.
      Diego

  61. Escrevo agora de um resort em Muro Alto, frequentei Porto por 7 anos, e o local perdeu o charme de vila pequena e acolhedora. O excessivo assedio dos vendedores chegou a um nível constrangedor e os preços inflacionados de tudo, de passeios a comidas, não ajuda em nada. Estão explorando o turista ou o turismo? Fazendo as contas, compensou para mim ficar em Muro Alto devido o sossego. Infelizmente o assédio dos vendedores e falta de estrutura também existe em Muro Alto, bastando sair da área dos resorts para vivenciar.
    Algo um pouco diferente acontece na Praia dos Carneiros, com excesso de lanchas e catamarãs enfeiando a Praia.

    1. Oi Kleber, tudo bem ?

      Valeu por compartilhar suas percepções com o blog.
      Eu decidi que da próxima vez ficarei em resort também, concordo com você que a vila perdeu o charme, gostaria muito que fosse um lugar onde a gente tivesse contato com a cultura e artesanato local.
      Quanto ao assédio dos vendedores, acredito que será resolvido quando existirem mais empregos formais, assim os trabalhadores poderão ter todos os direitos garantidos. Um bom projeto de manejo turístico deve contemplar isso. Imagine estas pessoas fazendo cursos de hotelaria e idiomas ? Além de ser um crescimento profissional, poderiam colaborar, e muito, para a economia local e a projeção de Porto de Galinhas para o mundo.
      Conheci Carneiros também e concordo com você, tem muita lancha e catamarã, porém é bem mais tranquilo que Porto de Galinhas.
      Diego

  62. Como moradora de Porto devo dar minha opinião a isso:
    Outro dia fui à uma reunião e me perguntaram o que eu mais gostava em Porto. Respondi rapidamente e displicentemente “o mar”.
    Sim, o mar é a grande paixão, é o que me faz acordar ansiosa nos dias de lua cheia, pois sei que terei uma maré espetacular para mergulhar, é o que me faz sair da cama mais cedo se vejo o dia bem claro, pois mesmo sem maré posso brincar nas ondas ou ir ao mercado pela praia ou fazer uma faxina em casa e suar muito com a singela desculpa do mar para refrescar. Ah! Este mar me muda os caminhos e inclui-lo na rotina virou o meu hábito.
    Mas Porto não é só isso. Porto é mágico em diversos sentidos. Porto é a minha ilha da fantasia, um vilarejo seguro e colorido onde meus caminhos não tem motor, mas sim Havaianas ou jangadas. Moro em um Porto de encontros de pessoas de todo canto do mundo e com sotaques de muitos lugares, mas na hora do Oxê, nos unimos para defender nossa bandeira que é pernambucana com orgulho.
    Somos um destino turístico do verão eterno, das águas quentes e das comidas maravilhosas.
    Temos música boa, maracatu, capoeira e até boneca forrozeira. Festival de jazz, carnaval e la ursa. Temos trilhas ecológicas, esportes radicais e outros nem tanto. Temos cavalos marinhos e peixe boi também, a Quitéria, todo ano aparece por aqui, quem é de Porto nunca deixará de ser. Quem confirma são as tartarugas que voltam todos os anos para colocar seus ovos por aqui aumentando a população nativa.
    Temos manguezal, corais, praia lotada, rua de sombrinhas, e futuramente até farol.
    E quando me perguntarem de novo o que eu mais amo em Porto, terei de responder tudo isso sem pressa como a vida deve ser. Na rede e na brisa, na Yoga ou na meditação das quartas, na casa de jesus que nos ilumina, na igreja em forma de jangada ou no reiki solidário de todo sábado. Porto é energia.
    Enfim… não julgue um lugar por 7 dias de viagem, julgue quando aprender a viver leveza deste destino. Abraços

    1. Oi Renata tudo bem ?

      Adorei seu relato.
      Porém minhas percepções são de turista e não de morador, o qual tem tempo para descobrir os encantos da vila.
      E como turista, não gostei, o lugar deixou muito a desejar.
      Como falei no artigo, considero a natureza exuberante, mas os problemas de estrutura da cidade são reais e atrapalham o desenvolvimento econômico de Porto de Galinhas.
      Espero um dia voltar e ver diferente.
      Obrigado pelos comentários.
      Abraço
      Diego

  63. Bom dia , tudo bem ? Li sua matéria e entendo perfeitamente seu ponto de vista , já passei por isso em várias praias que visitei , pra não falar que em todas temos algum tipo de problema com vendedores , atendimento ruim e preços absurdos . Minha experiência com Porto de Galinhas sempre foi espetacular , geralmente alugamos casa na orla e contratamos os serviços como faxineira e cozinheira. A praia é ótima , limpa , segura e de fácil acesso. A cidade poderia mesmo investir no centrinho comercial , mas de um modo geral , adorei o lugar e voltaria sempre que pudesse !

    1. Oi André,

      Obrigado pela leitura!!
      Então, adoraria ir neste esquema que voc~e viaja, tendo faxineira e cozinheira, porque realmente o serviços do centro de Porto de Galinhas não são bons. Voltaria neste esquema igual ao seu ou a um resort.
      Quanto às belezas naturais não tem discussão, Porto de Galinhas é realmente linda.
      Abraço!!

    2. Olá André,

      Adoraria viajar nesta maneira que você viaja, com faxineira e cozinheira, porque achei que os serviços do centrinho de Porto de Galinhas deixam muito a desejar.
      Pretendo voltar lá, mas não ficaria no centrinho.
      Quanto às belezas naturais, concordo plenamente, Porto de Galinhas é linda.
      Um abraço!!

  64. O assédio de vendedores é horrível.
    Constante, insistente, mal educado, irritante, perigoso e inoportuno muuuuuito frequentemente.

    1. Olá Evaristo,

      Realmente foi o ponto que mais me decepcionou por lá, o assédio dos vendedores.
      Obrigado pelos comentários no blog.

      Diego

  65. A minha opinião gue a avaliação sua,concordo em alguns pontos,a parte de estrutura fica a desejar porém onde tem estrutura externa a água e muito poluída mais pegando num todo o litoral porto de galinhas partindo sentido Alagoas e muito lindo com várias piscinas naturais.

    1. Olá Jesus Roberto,

      Obrigado pelos seus comentários.
      Sem dúvidas este trecho do litoral é muito bonito, considerado por muitos, como o mais bonito do Brasil.
      Diego

  66. Caro Diego, ja que citou o quesito sustentabilidade, segue meu testemunho como mergulhador. As piscinas naturais de Porto de Galinhas estão detonadas, pela ação do turismo. Maragogi tem o mesmo ecossistema e quem compara percebe a diferença. Ademais,todas as suas colocações são pertinentes.

    1. Olá Igor,

      Muito obrigado pelo seu esclarecimento técnico.
      Fico muito triste em saber disso. Várias pessoas disseram em meu blog que o acesso estava mais controlado.
      Sinto muito, pois a natureza pode levar anos para reparar os danos.
      Abraço

  67. Estive em 2015 e, realmente, o assédio dos ambulantes irrita demais!
    A cada 30 seg uma pessoa oferecendo a mesma coisa e às dezenas.
    Eu também não volto mais.

    1. Oi Renata, tudo bem?

      O Brasil tem muitas praias, ali mesmo, na região de Porto de Galinhas tem várias outras opções interessantes.

      Diego

  68. Olá. Acrescentaria aí nessa lista as outras praias de Porto de Galinhas. Muro alto então seria a primeira da lista. Se a praia do centro não tem estrutura a de Muro alto é 10 vezes pior.
    Pousadas ruins, comida extremamente cara, péssimo atendimento, assédio constante de vendedores. Sim, de fato tem alguns resorts bons, mas não tem praia boa de frente eles, ou seja, se for pra ficar dentro de um resort eu fico no meu estado mesmo.
    Em resumo, não vejo atrativo nenhum em Porto de Galinhas, não pretendo voltar infelizmente.

    1. Olá Meirielle, tudo bem?

      A princípio, obrigado pelos comentários.
      É uma pena que a exploração de uma cidade tão bonita prejudique tanto o turismo.
      Realmente esperava as outras praias fossem melhores, ainda mais no quesito de serviços.
      Vamos torcer para que este cenário mude.

      Diego

  69. Estou agora 18/10/2019 na Pousada Beira Mar no centro de Porto. É a sexta vez que venho para cá e pude avaliar bem a piora do lugar, infelizmente. Nem mesmo lugares que antes eram tranquilos ficam livres dos favoritos, passei dois dias em Muro Alto com uma maloca nos forçando a ouvir sua música depravada o dia todo naquelas caixinhas da JBL. Neste momento 22h02 há um música tão alta que os vidros das janelas chegam a tremer. Os esgotos da cidade fazem, vários animaizinhos de rua super judiados por toda a cidade. Infelizmente meu lugar que já foi o preferido está um verdadeiro piscinão de Ramos, com gente que não sabe se divertir com dignidade de invadir o espaço dos outros. Policiamento? Um carrinho na rua dos Navegantes na parte da noite e é só. Aparentemente ficam lá apenas para jantar em pq o barulho insuportável que está e eles não impõem a lei de perturbação do sossego. O lugar se tornar de quinta categoria e não é mais sinônimo de descanso e sim de TORMENTO.

    1. Oi Eliane, tudo bem ?

      Obrigado por dividir comigo suas percepções.
      Pois é, parece que esta moda de “cada um ter seu som”, tomou conta das praias de todo o Brasil, aqui em Ubatuba acontece muito, mas em Ipanema também.
      Uma pena que um paraíso como Porto de Galinhas não tenha uma gestão turística adequada, afinal o turismo é fonte de renda de várias pessoas.
      Diego

  70. Ufa!!! Quanta opinião ! Mas é assim mesmo só indo para dar a minha. Estou de viagem marcada para Porto de Galinhas agora em janeiro de 2020, vou ficar em uma pousada simples no centro(na vila). Assim quando voltar darei minha opinião também. Só espero que dê para entrar no mar pois com o desastre ambiental do derramamento de óleo por lá a situação está complicada. Mas valeu ler todos os comentários….

  71. Olá! Hoje é 24/11 e estou em Porto de Galinhas. Estamos desistindo diariamente das “atrações” de Porto. Fomos nos informar melhor e desistimos do passeio de bugue, desistimos do mergulho com cilindro e do passeio para ver os cavalhosarinhos, este último por razões ecológicas, os dois primeiros com.base em testemunhos de quem foi e teve uma péssima experiência. A natureza aqui é maravilhosa,o mar, o melhor. Mas a insistência dos vendedores realmente incomoda. Eu já tinha informações sobre isso mas a realidade suplantou a imaginação. Porto de Galinhas: adorei,mas nunca mais volto aqui!

    1. Oi Bete,

      Uma pena né ? Quando escrevi este artigo tive como intensão alertar quanto ao turismo de massa, principalmente pelo impacto ecológico.
      Fiquei bastante incomodado com o assédio de vendedores também, apesar de saber que todos estão trabalhando, acredito que poderiam ter oportunidades para se qualificar mais.
      Diego

    1. Oi Rhyan, tudo bem ?

      Pois é, o problema da violência é um caso sério no Brasil. Sinto muito isso aqui em Campinas, onde moro.
      Abraço!!

  72. Olá, RHYAN ALVES SILVEIRA, também sou do Sul e realmente Porto Alegre está em uma situação muito triste. Acho que é geral no nosso país. Quanto a Porto de Galinhas, quero complementar meu comentário para enfatizar que o que nos incomodou foi realmente o assédio dos vendedores, além de constatarmos que o excesso de turismo está afetando e muito o lugar. Na semana em que fomos, aconteceram queimadas criminosas na área adjacente ao mangue (foram encontradas garrafas pet com pólvora), e acredita-se que o objetivo era queimar para ocupar. Realmente uma pena. Porto de galinhas também não administra nem descarta corretamente o lixo, gerado em quantidades enormes em razão do turismo (perguntei e me informaram que não há coleta seletiva na região, que fica bem perto da capital!). A toda hora encontrávamos restos boiando na água e também na areia, e recolhemos muitos fragmentos plásticos por lá. Bitucas de cigarro incontáveis. Nós como turistas temos de nos responsabiizar tanto pelos nossos resíduos quanto por nossas escolhas, desde comprar uma lembrança feita por artesãos de verdade, do lugar, quanto escolher nos alimentarmos de comida local e não em redes de comida, etc. Tem muito mais a melhorar de nossa parte e de toda a cadeia turística. Até porque, como em todos os lugares que vivem de serviços, não observamos a população ter real melhora na qualidade de vida, há muita pobreza, isso também em PG. Lembrem: PRAIA NÃO É LIXEIRA, PRAIA NÃO É CINZEIRO

  73. Se ficou decepcionado com Porto de Galinhas, nem perca tempo indo a Maragogi (AL) que fica umas uma hora e meia de distância de Porto de galinhas, comparar com as cidades de primeiro mundo é chutar cachorro morto, não vou longe, aqui na america do sul destaco: Punta de leste no Uruguai, Mar del Plata na Argentina, Mancora no Peru e sum dúvida Cartagena na Colômbia. Se olhar bem vai ber que temos praias mais bonitas, porem perdem na infraestrutura, no tratamento ao turista e até mesmo nos preços de comidas e bebidas.

    1. Olá Newton, tudo bem?

      Infelizmente, a infraestrutura das praias brasileiras deixa muito a desejar. Você deu bons exemplos aqui na América do Sul. A única exceção, ao meu ver, é Cartagena, tive o mesmo problema de assédio de vendedores que tive em Porto de Galinhas, sem contar que tentaram nos enganar por lá.
      Enfim, espero que Porto tenha condições de se reinventar como polo turístico, assim todos ganham.

      Abraço.

  74. Oi Diego, eu estou agora em Porto de Galinhas hoje e dia 22/12/19, muito comentários positivos e negativos. Existe problema sim mas não vi turista juntar lixo nas praias ou seja preocupação críticar e fácil. Mas botar em prática ninguém falou. Hoje fui no praia de cupe andei sentindo pará muro alto ainda tem óleo pequeno fragmentos e eu e minha mulher juntarmos. E também muita pedaço de plástico embalagem na areia. Conversei com garçons da restaurante do praia de cupe. Disse que caiu muito movimento após aparecer óleo na praias. Primeira vez que vim pará Porto foi em 1997. Ainda era pouca gente turistas /morador/hotel /pousada. Realmente cresceu sem planejamento Porto de Galinhas. Precisa de um bom gestor pará que se recuperar estado original ou pelo menos mais respeito a natureza. Existem muitas exemplos mundo afora que conseguiu recuperar através de intervenção ou de plano de ação. Eu gosto muito Porto de Galinhas. Espero que melhore condições

  75. Estou aqui em Porto de Galinhas e como estamos na última barraca da praia, Ele e Ela, temos mais tranquilidade que nas demais barracas em frente as piscinas naturais. Fico impressionada com o cuidado com a limpeza e o atendimento. No final do dia, o espaço está completamente limpo. Eles deixam um cooler com as bebidas e um balde para colocar o lixo. Mesmo quando pessoas preferem jogar o lixo no chão, eles recolhem quando estão fechando.

  76. Concordo com sua avaliação. Sou pernambucano e estou em Porto de Galinhas neste momento. Frequento o local há 30 anos e muitas vezes tenho optado por utilizar a estrutura de um hotel um pouco distante do centro.
    Infelizmente, o poder público só cuida da arrecadação de impostos.
    Porto de Galinhas vale uma visita, apesar dos contratempos. Voltar, depende da experiência particular de cada um.

    1. Olá Paulo,

      Obrigado por expressar sua opinião.
      Uma pena. Vamos torcer para que haja um projeto de manejo turístico sustentável.

      Diego

  77. Bem eu como muitos turistas, busco informações dos locais onde preciso ir, e em uma busca na internet achei este blog, pois encontrar gente elogiando e falando mil maravilhas é fácil, porém sei que existe outro lado, não sou bobo de achar que qualquer lugar só tem coisa boa, por isso resolvi ler o artigo e também os comentários,
    desde 2014 tenho passado férias em praias pelo Brasil, Guarapari, Vitória, Ubatuba, Cabo Frio, Búzios e Arraial. Nunca tinha ido ao Nordeste, e por este motivo resolvi este ano ir (irei ainda) tá marcado pra março/2020. Não sei porque mais os 3 últimos anos fui pro mesmo local Cabo frio/arraial. Aliás sou apaixonado por lá. Motivo que não tinha olhos pra outra região. Mais diante de tanta gente falando” você gosta de lá porque não foi no nordeste ainda” agora resolvi ir. Espero que seja tudo que falam de positivo mais sei que na realidade seu ponto de vista no artigo vai estar totalmente certo. Sou de Goiás não temos praias por isso tento que sair do Estado. Não me vejo como destruidor de lugar por ser turista, aliás procuro preservar e se possível ajudar na preservação de onde eu estiver, tem turistas e turistas. Como tem nativos e nativos. Já vi turistas ser mais cuidadoso com a cidade que a própria população local e vice-versa. Essa sua crítica foi perfeita e não prejudicial a imagem da cidade você falou coisas que quem governa lá precisa entender e mudar, para o turismo sustentável e o próprio bem da população local, porém nem todos entendem e aceitam críticas. Parabéns pelo artigo e espero que daqui a alguns anos aparece governantes lá que vejam com seus olhos estes problemas.

    1. Olá Clewerson,

      Fico feliz com seus comentários e gostaria muito que você me escrevesse depois contando suas perceções .

      Abraço

      Diego

  78. OLA,
    Confesso que não li toda a publicação, porem li os pontos que concordo em 100% da opinião sobre o crescimento desordenado, sobre o centro, sobre os custos….
    Acabei de chegar de Porto de Galinhas, segunda vez que vou para este destino a primeira vez foi a 9 anos atrás, e retornei com minha filha uma criança de 7 anos, gosto de Porto de Galinhas pelas praias e pelos acessos a outras praias da região.
    Porém fiquei bem chocada com o crescimento desordenado, a falta de saneamento básico em algumas vilas isoladas, onde de um lado um resort de luxo e logo vc se depara com uma área parecendo mais uma invasão.
    A tranquilidade quase não se existe mais, a todo instante tem algum te oferecendo e quase lhe forçando a comprar alguma coisa.
    A alimentação duvidosa, os valores absurdos, os quiosques que lhe cobram uma consumação minima,
    Os transfers cobram um verdadeiro absurdo, consequentemente coloca o turista na mão do Uber…
    Lugares onde era uma verdadeira paisagem, hoje parece mais uma grande feira a céu aberto,
    Alguns comerciantes visivelmente oportunistas, onde seus produtos tem o valor de acordo com o bolso do turista.
    Não há uma fiscalização, não vigilância sanitária ….

    Sinceramente acredito que não retornarei a Porto.

    1. Olá Fabiana,

      Esta é a percepção que muita gente tem de Porto de Galinhas, infelizmente a fama pode ser “um tiro no pé”, quando esta não vem acompanhada de um projeto de manejo turístico sustentável.
      Mas a praia é inquestionavelmente linda, principalmente na maré baixa.
      Aproveite!!
      Diego

  79. Realmente o assédio dos ambulantes é desagradável ao turista, nas barracas de praia então é IRRITANTE, só faltam nos segurar pelo braço. Mesmo tratando-os com toda educação, eles continuam insistindo e caminhando ao lado do turista, tentando vencê-lo pela insistência. Não se consegue andar 10 metros sem ser abordado por um deles. E a qualidade das porções na praia não é boa e o preço é caro. “Concordei em pedir” uma porção de peixe com batata e mandioca e veio “grátis” um litro de óleo de fritura. Muita batata e mandioca com aspecto de que fritou duas vezes e o peixe não era nada saboroso. Fui, vi, e dei por visto. Tô fora. O que valeu a pena nessa viagem foi o passeio na Praia dos Carneiros.

    1. Oi Daniel, tudo bem?

      Para mim o grande problema é o assédio dos vendedores. Respeito e entendo que todos precisam trabalhar, mas penso que as pessoas precisam de condições melhores e lógico, trabalho regularizado.

      Diego

  80. ACHO QUE ELE ESTA DEPRESSIVO.
    VOU TODO ANO A PORTO DE GALINHAS. CADA VEZ ACHO MELHOR
    JÁ HOSPEDEI EM RESORT QUASE TODOS.
    MAS ENCONTREI UM HOTEL 3 ESTRELAS QUE GANHAM DE TODOS ; SOLAR PORTO DE GALINHAS. DA PARA IR A PE ATE A VILA PELA AREIA.
    COMIDA MARAVILHOSA. RECREAÇÃO TODOS OS DIAS.
    O MAR PARA MIM NÃO E DIVERSÃO TENHO NECESSIDADE DELE
    DESCULPE DISCORDAR , RESPEITO SUA OPINIÃO, MAS PORTO DE GALINHA E O PARAÍSO

    1. Olá Sheirla, tudo bem?

      A opinião que expressei no blog é referente minha experiência. Outras pessoas podem ter perceções diferentes.

      De maneira alguma meu estado de humor, ou depressão (que não é o meu caso) influencia minha crítica ao lugar.

      Apenas pedimos respeito à opinião dos outros, assim podemos ter um debate saudável.

      Diego

  81. O Brasil como um todo é mal preparado para o turismo. Estive em Porto de Galinhas em Janeiro/2020, pela terceira vez. A impressão é de estar cada vez pior.

  82. Estive agora em janeiro/20 em Florianópolis e Balneário Camboriú e mudei meu conceito de praia. Não me senti explorado como sempre me sinto no nordeste, além de ter tranquilidade para ir às praias, estacionar e me acomodar em alta temporada. Sinceramente, me desmotivei muito a voltar ao nordeste.

    1. Olá Daniel,

      Acredito que são alguns exemplos bons, ainda que ache que Balneário Camboriú não teve planejamento e aqueles prédios enormes fazem sombra na praia.

      O Brasil precisa entender o turismo de maneira mais responsável.

      Diego

  83. Oi Diego sou nordestina mas vivo em Minas Gerais há 20 anos a última vez que estive em Porto de Galinhas foi há 21 anos atrás fico triste de ver esta realidade mas isto é de nosso País Deus de natureza colocou o melhor de pessoas são as piores . Estes governos deveriam se preocupar com o turismo que traria mais investimento e coisas boas mas só pensam naquilo…..Roubos . ….Agora mudando de assunto ví que está indo ao São João de Caruaru . Pelo que ví tem família lá! Mas Caruaru é o Maior São João do Brasil! Só que CAMPINA GRANDE É O MAIOR SÃO JOÃO DO MUNDO! acho que deve trocar de escolha afinal eu sou da terra do maior são João do mundo kkkkkk brincadeira aproveite o forró!

  84. Vc resumiu bem Porto de Galinhas. Estive lá em 2008, em Lua-de-mel. Essa abordagem dos vendedores é horrorosa e os preços são motivos para pensar se vale a pena voltar. Não pretendo.
    E faço aqui um paralelo com João Pessoa. Conheci em 2007. Tive vontade de me mudar para lá, tamanha a satisfação. Cidade gostosa, povo educado, preços razoáveis, locais paradisíacos. Voltei agora, em janeiro de 2020. Lamentável. Virou Porto de Galinhas

    1. Oi Marcelo

      Sabe que João Pessoa é minha cidade favorita no Nordeste ?

      Tive a mesma perceção que você, mas tem muito tempo que fui. Pelo que me fala mudou muito né?

      Abraço

      Diego

  85. Estou em Porto vivenciando tudo que vc descreveu . Espero que em algum momento as autoridades locais possa solucionar todos esses problemas . Infelismente hoje só lamento não ter vindo preparada ou seja avisada antes de vir para não ter tido tanta decepção neste paraiso mal gerenciado.

    1. Oi Juliana,

      É uma pena pq a gente vai com uma expectativa alta.

      Espero mesmo que algo seja feito em Porto de Galinhas.

      Diego

  86. Antes de viajar para porto de galinhas tive a sorte de ler seus comentários ai minhas expectativas baixaram ,fui para Porto de Galinhas e mesmo tendo belezas naturais únicas,faço teus comentários os meus ,obrigado pelas super dicas.

    1. Oi Julio, tudo bem ?

      Fico feliz que, de alguma forma, minhas dicas foram úteis.
      É como sempre falo, uma crítica, muitas vezes, não desincentiva a viagem, mas sim nos deixa mais preparados.
      Abraço
      Diego

  87. Boa tarde! Diego, li o artigo e muitos dos comentários, se Deus quiser, viajarei a Porto de Galinhas em maio deste ano. Agradeço muito pelo artigo, pois me ajuda a preparar-me melhor, suas críticas são pertinentes. Sempre busco todos os tipos de informações sobre algo que pretendo realizar, sejam elas críticas construtivas ou não. Parabéns por colocar-se a disposição para debates visando acrescentar o máximo de informações aos leitores.

    1. Oi Luiz,

      Informação sempre é importante. Tenho certeza que vc irá aproveitar muito a viagem. Depois me conta.

      Abraço

      Diego

  88. Parabéns pelo post, relato explícito do que vivemos lá… Tem muiiiiiittooooo para melhorar, frequento praias em todo país e esta sem dúvida é uma das mais exploradas, bagunçadas, desleixada.

    1. Oi Angelo, tudo bem ?

      Que bom que gostou. A intensão é ajudar. Espero que aquele paraíso possa ser um lugar bom para moradores e turistas.

      Diego

  89. Olá Diego!
    Pretendo ir este ano para Porto, pois estão inclusos 2 dias no pacote que adquiri para Maceió. Como a maioria dos turistas, tenho o hábito de conhecer todos os lugares possíveis quando viajo, porque não sei quando voltarei ao mesmo local, por isso faço questão da ida a Porto de Galinhas. Seus comentários foram ótimos para me preparar e baixar as expectativas, tbm li sobre as fases da lua, tábua de marés e estou mais consciente. Já sei que terei que consumir beeeem nos quiosques, por exemplo! Para quem come peixes o valor é até pequeno, mas para mim que não como quase nada de frutos do mar, R$100,00 é caríssimo, visto que como praticamente batata frita e pastéis hahaha! Muito obrigada pelas dicas! É a minha primeira viagem ao Nordeste, tenho uma paixão desenfreada por Santa Catarina e suas lindas praias, desde Floripa até Bombinhas minhas experiências foram ótimas, vamos ver como será meu nível de alegria no Nordeste! Rs

  90. Fui em junho do de 2019 gostei muito do lugar, mas a qtde de ambulantes são irritantes ao extremo. Não quero voltar lá só por causa a importunação causadas por eles

  91. Olá! Conforme o blogueiro disse essa é a opinião dele e ele tem direito sim. Partido desse princípio vou deixar aqui a minha: Não existe paraíso terrestre que agrada à todos os gostos. O que agrada à uma pessoa pode ser ruim para outra. Eu, particularmente, gostei de Porto de Galinhas (estive lá em janeiro/2020) e voltaria sim. Vendedores se encontra em todos os lugares onde haja aglomeração e, se não desejamos comprar, é só dizer “não obrigado” e eles te deixam em paz. Pelo menos comigo não foram insistentes. Faixa de areia sempre tem alguma mais extensa próxima de onde estamos. A estrutura da cidade em si realmente é mediana, mas isso talvez facilite para aqueles menos afortunados, já que com uma estrutura mais fraca normalmente os preços praticados são mais acessíveis. Enfim tudo depende do ponto de vista de cada um. Não posso deixar de dizer que me surpreendi com a segurança existente. Podemos deixar nossas coisas na barraca (que voce mesmo pode levar e montar na areia sem ter que pagar nada) que ninguém mexe. Quem quiser ir á Porto de Galinhas garanto que não vai se arrepender. Essa é a minha opinião.

  92. Olá!
    Bah, como morar e vindo do RS, vejo uma falta de estrutura e acolhimento ao turista.
    Quem vem de fora, busca um pouco mais de conforto na cidade, coisa que não existe.
    Como tu disse, o excesso de vendedores é algo irritante demais além de todas a barracas ocuparem a faixa de areia. O turista não tem espaço nem que seja para caminhar e curtir um pouco.
    Barracas a beira mar, são sujas demais, falta de higiene e preços altíssimos pela péssima comida oferecidas além de o pessoal que cozinha nessas barracas tem um péssimo paladar . Servem TD torrado.
    Moro na praia ao lado, Maracaipe. Digo que é a parte mais bonita da região. Mesmo com problemas, não chega ao caos que Porto de Galinhas.
    Tem piscinas naturais perfeitas e uma faixa ótima para caminhada, isso no Pontal. Na outra parte da praia somente para surf, pois as ondas são altas demais.

    1. Olá André,

      Obrigado por escrever para o blog.
      Realmente, tive a mesma percepção da cidade, acho que o turismo não está crescendo de forma sustentável. Aí ninguém ganha: nem a cidade, nem os turistas.
      Espero que as autoridades tomem alguma providência, pois o potencial da cidade é enorme.

      Diego

      1. Infelizmente temos um dos maiores PIBs, mas não é revertido a nada.
        Mas administração que segue pecando.
        Apoiando a distribuição da natureza.
        Um dos motivos que escolhi morar aqui, foi a natureza. Que numa viagem a cidade, me apaixonei.
        Mas quando retornei de mala e cuia, vi totalmente o oposto .
        Os trabalhadores são explorados e humilhados, não temos saneamento básico, a destruição dos mangues são contínuas, mas o que peça mais é os olhos fechados da prefeitura, desde que de um troco para algum órgão, tu pode fazer o que quiser na cidade.

        1. Oi André,

          Relatos como o seu me deixam triste. Fui muito criticado por fazer um artigo expondo estes problemas, porém, o que as pessoas não entendem, é que não tenho nada contra à cidade ou às pessoas, na verdade acho que o pernambucano é vítima.
          Eu queria que todos tivessem trabalhos mais remunerados e formais, de forma que haja um crescimento social em Porto de Galinhas. A natureza é extremamente generosa com cidade, pois tudo é lindo, a pena é a administração, que só pensa em dinheiro.
          Uma praia de Porto de Galinhas na Europa seria uma atração divulgada no mundo inteiro.
          Diego

  93. Ola Diego,

    Não moro no Brasil e queria visitar o litoral brasileiro pela primeira vez. Como é a questão de segurança? Por exemplo enquanto estiver na praia como fazer com pertences pessoais, se fizer um passei de catamarã terei local para deixar carteia, celular etc?

    Farei a viagem só, visitando o Brasil pela primeira vez em 25 anos.

    Desde ja agradeço muito!

    1. Oi Frank,

      Um problema sério do Brasil é a segurança, desta forma não aconselho a deixar nada na areia enquanto nada. Também não aconselho a ir à praia com relógio, correntes, anéis e pulseiras. O ideal é que vá somente com um documento e o cartão.
      Caso faça algum passeio de barco ou catamarã é mais seguro, pode deixar numa mochila que não terá problemas.
      Se precisar de mais alguma informação, estou à disposição.

      Diego

      1. Posso dar um pequeno pitaco? Eu e meu marido sempre levamos um porta-documentos (que serve para celular) à prova d’água, lá colocamos dinheiro, cartões e chave do carro, entramos no mar com isso no pescoço e não incomoda, é seguro.
        Em praias da Bahia (de norte a sul), Maceió e Natal nunca tivemos problema em deixar pertences dentro de mochilas, desde que elas estivessem em cadeiras alugadas na praia, pois geralmente quem as aluga (assim como guarda-sóis) tem a praxe de ficar de olho, e mesmo não havendo garantia absoluta, sempre fazemos dessa forma e dá td certo, inclusive com celulares dentro de bolsinhos no interior da mochila. Claro, nada fica visível, nada de grande valor, e nossos cartões e doctos, como mencionei antes, ficam em nossos pescoços, por garantia.
        Litoral de SP: nem pensar! Ninguém que aluga cadeiras fica olhando suas coisas.
        SC: mesma praxe da Bahia, e nas praias em que não havia aluguel, levávamos cadeiras do hotel (alguns fornecem), mas nesse caso, o que levávamos de maior valor estava nos protetores à prova d’água.
        Passeios são seguros, sim, inclusive os com catamarãs, o pessoal que trabalha com isso já tem td esquematizado, nos deixam em restaurantes parceiros, cujos funcionários olham os pertences dos clientes.
        Em Porto de Galinhas, infelizmente não é assim, nossa experiência lá não foi boa em nenhum sentido. Não nos sentimos seguros em entrar na água com pertences na areia.
        Espero ter ajudado mais um pouco 😉

  94. Estava aqui pensando nos comentários… Sim, verdade que o Passeio em Porto de Galinhas pode ser frustante: a abordagem dos vendedores chega a ser abusiva. Vc acaba se responder um e já vem outro perguntando a mesma coisa. Não te deixam em paz! Pior, a exploração dia serviços é um absurdo! Os que oferecem passeios, seja de bugues, ou agências, incomodam demais mesmo! Conheci aquele lugar há cerca de trinta e cinco anos atrás, quando era uma vila de pescadores. Afirmo, era um paraíso ecológico! As construções muito próximos da praia, levando- se em consideração o avanço do mar, é algo muito triste de se ver: assistimos o mar arrastando blocos de tijolos e concretos, por terem construído muito próximo da praia. E aí ainda fazem muros se contenção que são TB arrastados pelo mar. Tartarugas mortas nas praias, e não se vêem mais os cardumes de peixes coloridos que antes existiam, não se encontram mais as conchinhas de variados tamanhos e espécies e TB não há mais os coqueiros exuberantes nas paias. Todos os serviços são caros realmente, e sem qualidade. Nota-se TB que os moradores perderam suas identidades. Não é mais aquele povo sincero, amigo, desprovido de interesses, alegres, solícitos, acolhedores e humanos. Tornaram- se mesquinhos, rudes, aporcalhados, sem qualquer bom senso, egoístas e, infelizmente, até se má índole.
    Quem for a Porto, tenha cuidado para não ser escalpelado!

    1. Oi Mary,

      Seu relato me deixa triste, pois não consigo imaginar Porto de Galinhas desta maneira tão bonita como relatou.
      Fico ainda mais triste pela população, a qual merecia sim ganhar mais dinheiro com turismo, mas de forma sustentável e com mais oportunidades.
      Obrigado por escrever aqui no blog.

      Diego

  95. Estava aqui pensando nos comentários… Sim, verdade que o Passeio em Porto de Galinhas pode ser frustante: a abordagem dos vendedores chega a ser abusiva. Vc acaba de responder a um e já vem outro perguntando a mesma coisa. Não te deixam em paz! Pior, a exploração dia serviços é um absurdo! Os que oferecem passeios, seja de bugues, ou agências, incomodam demais mesmo! Conheci aquele lugar há cerca de trinta e cinco anos atrás, quando era uma vila de pescadores. Afirmo, era um paraíso ecológico! Hj, as construções muito próximos da praia, levando- se em consideração o avanço do mar, é algo muito triste de se ver: assistimos o mar arrastando blocos de tijolos e concretos, por terem construído muito próximo da praia. E aí ainda fazem muros de contenção que são TB arrastados pelo mar. Tartarugas mortas nas praias, e não se vêem mais os cardumes de peixes coloridos que antes existiam, não se encontram mais as conchinhas de variados tamanhos e espécies e TB não há mais os coqueiros exuberantes nas paias. Todos os serviços são caros realmente, e sem qualidade. Nota-se TB que os moradores perderam suas identidades. Não é mais aquele povo sincero, amigo, desprovido de interesses, alegres, solícitos, acolhedores e humanos. Tornaram- se mesquinhos, rudes, aporcalhados, sem qualquer bom senso, egoístas e infelizmente, sinto muito em afirmar, chegam a ser maus!
    Quem for a Porto, tenha cuidado para não ser escalpelado!

  96. Obrigada pelas informações! Tão difícil achar quem fale a verdade sobre pontos turísticos – as matérias são todas para vender. Eu estou querendo ir para o nordeste assim que for possível, quais lugares sugere? Acho que seu gosto combina com o de minha família! Estava pensando em Pipa/Natal ou arraial d’ajuda (acabei de excluir Porto de Galinhas rs). Obrigada!!

    1. Oi Haline, tudo bem ?

      Obrigado pela leitura do blog. O objetivo aqui é falar das minhas experiências e assim ajudar as pessoas a decidirem por seus roteiros.
      Sempre peço que meus leitores avaliem e vejam se meus elogios e críticas fazem sentido para quem lê.
      Bom, eu adoro Pipa, acho um dos melhores lugares do Nordeste, quanto a Arraial não conheço.
      Pipa tem uma pegada mais descontraída, e várias pousadas charmosas. Sem contar que a natureza reina ali.
      Obrigado por escrever no blog.

      Diego

  97. Está certíssimo! Eu fui em 2012 e 2014. Tem mudado muito de lá pra cá. A praia da vila virou um horror !!! Mesmo ainda na pandemia muuuuita aglomeração, não encontro mais areia Clara nem a Maré tem ajudado mais jkkkkk. Estou aqui agora em
    2020 arrependida!

    1. Oi Sabrina,

      Uma pena mesmo, tenho recebido vários relatos sobre.

      Obrigado por compartilhar sua experiência comigo.

  98. Ufa, que alívio. Já estava pensando que havia algo errado comigo. Afinal, não se encantar por Porto de Galinhas, né?! Cheguei de lá fazem 7 dias, e confesso que voltei murcha.
    – Esgoto aberto em várias ruas. Mal cheiro
    – Um assédio desconfortável por parte dos vendedores. Muita insistência.
    – Pra ter direito a um guarda sol , apenas com consumação mínima de 60 reais. Se for só bebida não pode, precisa pedir petisco. Essa é a condição. Até que não teria problema se o preço não fosse abusivo, e poucas opções de comida e serviço de má qualidade.
    – Pessoal da cidade comparado a outras que já fui são pouco calorosos.
    – E minha experiência com mergulho foi péssima. Um passeio que deveria ter o total de 1 hora , somaram mais de 3 horas. Pq não retornei ? Não dava , estava na jangada em meio ao mar . Fomos os últimos , e os profissionais reclamando que queriam ir embora logo . 3 horas de espera , 20 min o mergulho em si. Poderia até citar mais coisas negativas… Enfim, sobre a beleza não tem como colocar a prova , porém sobre a gestão e turismo do lugar , estão deixando muito a desejar.

  99. Olá Diego! Concordo com seu comentário a respeito dos vendedores ambulantes na praia da Vila e também acerca do preço exorbitantes das barracas também da praia da vila. Fomos agora no final de outubro e inicio de novembro/2020 e tudo que relatou aconteceu, presenciamos até uma briga entre vendedores disputando nossa presença em sua barraca, respondi que não estava ali para me estressar e fui embora, e também a comida na praia foi de péssima qualidade e cara. Com tantos relatos de insatisfação acima descritos, penso que a administração do local tinha que tomar providências, pois é um paraíso Porto de Galinhas que acaba perdendo um pouco o brilho da viagem!!!

    1. Oi Fabíola,

      Obrigado por escrever aqui no blog.
      Realmente, é uma pena mesmo, tenho recebido muitas mensagens de pessoas que passaram pelas mesmas dificuldades que eu. Espero que um dia o Brasil consiga entender que turismo “é uma mina de ouro”, mas precisa ter um manejo sustentável.

      Diego

  100. Olá, porto de galinhas e tudo de bom ,vá na mare baixa pegue uma máscara de snokel e vá mergulhar no mar ninguém vai importunar querendo vender algo….alugue um flat próximo a praça do relógio, lá o mar e ainda mais calmo e poderá levar sua própria cadeira de praia ..

    1. Olá Marcelo,

      Obrigado por escrever aqui no blog.
      Realmente, existem lugares mais calmos na cidade. Não sabia sobre esta praça, vou pesquisar.

      Diego

  101. Oi Diego.
    Estive lá em 2009. Fiquei hospedado em uma pousada fora da vila cerca de uns 2 a 3 km. Não estou lembrando o nome da pousada, mas acho que é Posada dos Coqueiros, pelo menos havia muitos coqueiros por perto e várias esculturas em tronco de coqueiro e de quadros de borboletas entalhados em madeira. Ficava bem próximo da praia que era realmente bem estreita e rasa. Quando viajo não costumo ficar o tempo todo onde hospedo. Gosto de ir aos passeios. Assim fui a praia dos carneiros, calhetas, Recife e Olinda e também a João Pessoa.
    As poucas vezes que foi à vila foi em busca de restaurantes, lanches, pizzas, etc. Achei muito cheia e também não gostei da vila e do atendimento, daí ter ido lá poucas vezes, sem falar na distância da pousada e a forma de deslocamento.
    Mas é isso. Acho que não irei mais lá, porem recomendo avaliar onde hospedar. Se na vila tem de enfrentar o burburinho. Se fora da vila ver a que distância e se a pousada ou hotel oferece opções de alimentação.
    É isso.

  102. Visitei canoa quebrada, pipa, e porto de galinhas.
    Além disso, diversas praias baianas.
    E a impressão que eu tive foi de que os projetos “turísticos “ para as cidades foram feitos pela mesma pessoa ou empresa: ruas desorganizadas e repletas de vendedores de toda espécie; atendimento no geral péssimo e demorado; sujeira e pouco planejamento para os períodos de pico; preços exploratórios para “gringos”. Isso tudo, felizmente, não tira a hospitalidade do nordestino tampouco as belezas naturais desses lugares incríveis.
    Mas não podemos deixar de criticar os pontos negativos também.

  103. Você tem razão. Por isto não gosto de praias urbanas. Péssima e não tem o que fazer. Mas a praia longa, em direção a Muro Alto, na região hoteleira é muito melhor. O difícil é o acesso (poucos) se você não está em um hotel local.

  104. Conheci Porto de Galinhas na decada de 80. Voltei em 90. A televisão ficava na praça, a beira-mar. Não havia tantos bares. A areia da praia era branquinha, fina. Praia larga. O coral, os peixes. Era muito bonito. Hoje penso que ajudei a matá-lo um pouco. Não havia vendedores na praia. Voce sentava na praia e olhava o mar. Sem muita amolação. Havia um restaurante na cidade. Num desses dias que estava por lá. encontramos Julio Iglesias saboreando um peixe, a duas mesas da minha. Voltei a cerca de 2 anos. É tudo isso que voce falou. Iria para um resort também. O coral está morto. Quando o vento batia sobre o coral, uma coluna de poeira subia, no meio do mar. Lamentável.

    1. Olá Vinícius,

      Porto de Galinhas é mais um exemplo que mostra que o turismo desordenado é “um tipo no pé”. Ganha-se muito dinheiro a curto prazo, mas destrói a natureza, que depois leva um tempo para se regenerar.

      Obrigado por escrever aqui no blog.

      Diego

  105. Só de ler o texto, já imagino a sujeira do lugar. Não faço muita questão de sair de casa para frequentar lugares que não me oferecem coisa melhor do que tenho em minha residência. Brasileiro não tem educação, infelizmente.

    1. Olá Marcia,

      Obrigado por escrever aqui no blog.
      De qualquer forma, eu aconselho sempre que as pessoas conheçam o lugar e tomem conclusões por conta própria.
      Tem muitos pontos positivos na região, acredito que vale a pena sim

      Diego

  106. A praia uma beleza, mas aquela exploração…muita gente querendo tirar seu dinheiro. vendem até o lugar de senta na areia da praia…kkkkkk um horror…já conheci, mas voltarei…mas para um Resort sim!

    1. Olá Jose Carlos,

      Obrigado por escrever aqui no blog.
      Tem resorts lindos pela região, realmente é uma boa pedida.

      Diego

  107. Estive em porto de Galinhas e Recife. Eu e meus filhos nos divertimos MUITO MAIS em Recife na praia de Boa viagem. Fomos em Julho, nas férias escolares. Porto de Galinhas estava péssimo. A faixa de areia completamente tomada. Quase nem tinha sol, pois era um quiosque agarrado ao outro. Uma confusão de vendedores passando de minuto em minuto, literalmente e completa desorganização dos quiosques que ficam praticamente dentro do mar. Estrutura de praia super precária para uma região tão famosa. Esperava muito mais! A Vila horrível, desorganizada, super feia. Isso tudo pela completa ausência de poder público. Descaso total da prefeitura. . Não pretendo voltar a Porto.

    1. Oi Alan,

      Recife é mesmo uma cidade muito interessante, tem muita coisa a fazer, principalmente quando falamos em programas culturais.
      Tive a oportunidade de ir à Porto de Galinhas duas vezes, e a cidade se destaca pelo carisma e gentileza de seu povo, porém, tem muita coisa ainda a fazer.
      Obrigado por escrever aqui.

      Diego

  108. Bom dia! Concordo plenamente com o informado. Tenho amigos lá e só por isso frequento, mas fico mais na praia de Muro Alto (também carente de infraestrutura).Infelizmente no Brasil se explora o turista e não o turismo.

    1. Olá Paulo,

      Obrigado por escrever aqui no blog. A região é maravilhosa e Porto tem todo potencial para continuar sendo um polo turístico, só precisa reorganizar.

      Diego

  109. Estive lá em 2010 e reparei as mesmas coisas. Estrutura lamentável e preços fora da realidade para um serviço meia boca. Voltei agora em Jan/21 porem num Resort, o Enotel, a qual fiquei tb um pouco decepcionado. Acho que “montaram” na pandemia para reduzir custos. Enfim, dificilmente retornarei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *