Tatuagem na Tailândia: as aventuras para conseguir a tradicional Sak Yant

Viajar pelo Sudeste Asiático e ainda fazer uma tatuagem na Tailândia com monges ? Legal né ? Dá uma olhada neste relato.

Uma coisa é certa: viajar pela Ásia é garantia de momentos muito especiais na bagagem.

Buda Deitado
Buda Deitado

Em 2014, depois de muito mochilar por Hong Kong, Vietnam e Cambodia, finalmente chego na Tailândia, acompanhado da minha melhor amiga, a Aninha.

Já havíamos conhecido muitos lugares sensacionais, muitas pessoas maravilhosas, mas nada até então comparado à experiência que nos aguardava em Nakhon Chai Si, uma província a 50km a oeste de Bangkok.

O distrito por si só era igual a outros lugares que havíamos passado, mas o que o torna tão especial é o Wat Bang Phra, um templo budista conhecido pela tradição das Sak Yant, as tatuagens sagradas aplicadas geralmente com espetos de madeira ou metal e que serviam como proteção aos antigos guerreiros do império Ayutthaya.

Praticantes do budismo que sou, não pensei duas vezes ao saber da possibilidade de receber um símbolo tão forte de proteção.

O templo fica totalmente fora do circuito turístico da Tailândia, dificultando um pouco o acesso.

Para chegarmos até lá, conseguimos uma van que passava pelo caminho, mas ainda assim teríamos que conseguir outro meio de transporte para percorrer os 30 km restantes.

Sem muita certeza do que nos aguardava, saímos logo pela manhã do hostel em Bangkok e entramos nessa van com destino à Thawi Watthana.

Descemos em um cruzamento, próximo a algo que parecia ser um ponto de moto de táxi e aguardamos cerca de 1 hora.

Depois de várias tentativas fracassadas de carona, aparece um senhor guiando uma moto.

Sinalizamos que queríamos ir para o templo Wat Bang Phrat e montamos os dois (isso mesmo) na garupa da moto.

Tatuagem Tailândia
Coisas que só a Tailândia faz por você

Eu não tinha como ter certeza de que o senhor havia entendido o que havíamos falado, mas resolvemos mais uma vez acreditar na sorte, no destino e nos budas.

O templo é muito bonito e cheio de monges por todos os lados, porém, ao contrário do que eu imaginava, quase não havia turistas.

Sem saber exatamente onde ir, entramos em um dos templos, onde um monge abençoava algumas pessoas que faziam oferendas.

Na dúvida oferecemos algumas flores e nos sentimos abençoados.

Nos dirigimos então para outra sala, como se o destino nos indicasse o caminho certo. Encontramos mais 5 pessoas aguardando, todas elas tailandesas.

Sak Yant
Esperando pelo grande momento

Tentamos perguntar onde estávamos e se era ali mesmo que deveríamos estar, mas não foi possível entender as respostas em inglês.

Em dado momento, um rapaz que ajudava por ali recolheu 100 Bahn de cada um, equivalente a USS 3 dólares e colocou em uma bandeja com flores, incenso e cigarros (isso mesmo, cigarros).

Depois disso nos pediram para voltar ao meio dia. Ainda sem saber exatamente se estávamos ou não no lugar certo, arriscamos a sorte e saímos.

Templo Tailândia
O templo onde fiz a tatuagem

Do lado de fora, em um outro complexo de templos, vimos uma fila se formando e as pessoas aguardavam sua vez para receber a tatuagem, só que de tatuadores leigos (não monges), o que nos deixou com mais dúvidas ainda.

Mesmo assim, persistimos e voltamos para a sala ao meio dia. Mais 5 minutos de espera e entra então pela sala um monge com vestes cor de açafrão, sorriso no rosto e um jeito muito simples e feliz. 

Pega a bandeja com as oferendas e gesticula para que a segurássemos, cada um em uma pontinha.

As 7 pessoas, incluindo a Ana e eu, fechamos então um círculo em volta da bandeja. Ouvimos as preces do monge abençoando as oferendas. Em seguida ele se senta com as pernas cruzadas em um assento um pouco mais alto que o chão, ajeita sua agulha e a tinta e chama o primeiro a ser tatuado.

A Sak Yant é uma tatuagem que funciona como proteção contra diversos tipos de ataque, e cada desenho serve para uma defesa específica. Após escolher o desenho, o monge aponta no corpo do fiel o local onde a tatuagem será aplicada e então, após embeber a ponta da agulha com a tinta, começa a alfinetar muito rapidamente a pele, utilizando uma mão, enquanto a outra serve de apoio. 

Todos os que receberam a tatuagem antes de mim entraram em uma espécie de transe, o que a princípio me deixou intrigado e até mesmo cético, pois as reações me pareciam um tanto exageradas.

Quando chega então a minha vez, o monge mostra o desenho, que ele chamou Paed Tidt, uma espécie de mandala com diversas representações de budas em todas as direções.

Essa tatuagem gera uma proteção durante as viagens, em qualquer direção que o portador vá. Me ajoelhei então no chão e tirei a camiseta, pois a minha tatuagem seria aplicada nas costas. Ele ficou admirado quando viu que eu já tinha uma grande tatuagem nas costas, um vajra (objeto ritualístico do budismo que representa o poder espiritual) e decidiu aplicar logo abaixo. pediu ajuda para que duas pessoas ajudassem a estabilizar a pele das minhas costas e então começou.

A dor, que a princípio era normal, foi aumentando gradativamente até que cada espetada parecia percorrer o meu corpo todo.

Quando me dei conta, ondas de energia pareciam circular pelas minhas veias, pelos poros e pelos olhos.

Tatuagem Sak Yant
A emoção ao fazer uma tatuagem carregada de significados

Ao terminar, o monge então impõe as duas mãos sobre a tatuagem e começa a recitar um mantra, provavelmente em Pali, que é a língua utilizada nas liturgias do budismo theravada (e também a língua original em que Sidharta Gautama, o Buda, deu os ensinamentos).

Nesse momento, o fluxo de energia em meu corpo era tão intenso que não consegui segurar as lágrimas e entrei também em uma espécie de transe.

Era hora então de colocarmos a tatuagem à prova, pois não sabíamos nem como sair daquele lugar. Ao chegarmos no pátio, um dos rapazes que estavam na sala conosco e que também havia recebido a tatuagem nos encara e pergunta: -Bangkok? Respondemos que sim e ele então nos aponta a carroceria da caminhonete na qual eles vieram. Olho para a Ana quase que sem acreditar.

Tailândia
Voltando para Bangkok de carona

Realmente a tatuagem funciona. 

Fomos até Bangkok de carona na carroceria de uma caminhonete.

A Sak Yant é muito utilizada na Tailândia e Cambodia, sendo que algumas pessoas chegam a cobrir o corpo todo. Foi uma experiência sensacional e única que recomendo fortemente.

Tome cuidado e apenas e certifique-se de que a agulha utilizada será devidamente esterilizada, pois ele usa a mesma agulha para todos e pode conter bactérias que nosso sistema imunológico não conhece.

Quer saber mais obre a Tailândia ? Dá uma olhada na página oficial de turismo.

 

Artigo enviado pelo autor exclusivamente a este blog.

Wilmar Bastos é praticante do Budismo e instrutor do Lu Jong, o Yoga Tibetano. Formado em Sistemas da Informação, coleciona viagens e experiências a vários países asiáticos. 
Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *