Praia da Caçandoca em Ubatuba: conheça a bela praia cercada pela Mata Atlântica e o Quilombo

Ubatuba possui mais de 100 praias, já que a cidade contorna parte do litoral Norte de São Paulo até a divisa com o Rio de Janeiro, todo este litoral, marcado pela exuberância da Mata Atlântica, guarda belas paisagens como a Praia da Caçandoca: mar ótimo para banho, cercada por montanhas e com um toque rústico.

A Praia da Caçandoca num feriado prolongado
A Praia da Caçandoca num feriado prolongado

Neste artigo você vai ver:

Um pouco sobre Ubatuba. Clique Aqui
Tudo sobre a Caçandoca. Clique Aqui
O Quilombo. Clique Aqui
Informações práticas. Clique Aqui

 

Ubatuba

A cidade de Ubatuba tem 80% de seu território dentro do Parque Estadual da Serra do Mar, somente estes  números já dão a ideia do contato com a natureza que temos por lá.

O acesso à Ubatuba é feito pela Rodovia dos Tamoios para quem vem de São José dos Campos, Rodovia Oswaldo Cruz que liga à cidade de Taubaté e a Rio Santos.

A Mata Atlântica sempre presente nas praias de Ubatuba
A Mata Atlântica sempre presente nas praias de Ubatuba

Existe uma obra de andamento na Rodovia dos Tamoios, e no futuro poderemos chegar à Ubatuba sem passar por Caraguatatuba, cidade onde a rodovia desemboca.

É preciso planejar bem uma viagem para lá, já que nos meses de verão e feriados, o percurso entre São Paulo e o litoral norte pode demorar mais que 8 horas.

A rodovia Rio Santos parece uma grande avenida, a qual muitas vezes corre junto ao mar. Um viagem épica é rodar de carro entre Santos e Rio de Janeiro, passando por belas praias, cachoeiras e cidades históricas.

É bem verdade que o acesso às praias quase sempre não é fácil, já que boa parte destas são acessadas por estradas de terra e nem sempre existe uma estrutura de estacionamentos e banheiros.

O acesso às praias geralmente é assim, mas sempre vale a pena
O acesso às praias geralmente é assim, mas sempre vale a pena

Porém, quanto mais difícil é o acesso mais restrita é a praia. Algumas delas são praticamente desertas fora dos meses de verão.

Uma boa dica é visitar a cidade no inverno, e mesmo com água fria você garantirá dias tranquilos pela região.

Um dia de verão na Praia da Caçandoca
Um dia de verão na Praia da Caçandoca

Como muitas vezes a Rio Santos é como uma avenida, é preciso pegar a estrada para rodar dentro da cidade. Da Praia de Caçandoca até o centro de Ubatuba são mais de 25 Km e este trajeto pode demorar uns 40 minutos. Nos meses de verão os congestionamentos são constantes.

Em Ubatuba é preciso organizar os passeios pela região da cidade que está hospedado. Procure ficar em diferentes lugares caso volte para lá, assim pode curtir tanto as praias mais para o lado de Paraty como as praias mais para o lado de Caraguatatuba.

Voltar ao início. Clique Aqui

 

Praia da Caçandoca

A praia que fica logo no começo de Ubatuba é uma excelente opção para quem quer fugir um pouco de outras opções mais lotadas como Maranduba, Lagoinha e Praia Grande.

Mesmo sendo mais tranquila, você encontrará um movimento considerável no verão, porém no inverno é um paraíso para poucas pessoas.

Este movimento é num feriado prolongado no verão
Este movimento é num feriado prolongado no verão

Entre os quilômetros 77 e 78 da Rio Santos existe um acesso à praia. Da rodovia são aproximadamente 5 km em estrada de terra que muitas vezes está toda esburacada, mas com cuidado é possível ir com qualquer tipo de carro.

O acesso da Rio Santos sentido Caraguatatuba à Praia da Caçandoca
O acesso da Rio Santos sentido Caraguatatuba à Praia da Caçandoca

Entre subidas e descidas passamos por um mirante com vista para a Praia de Maranduba. Desta estrada de terra é possível acessar trilhas a pé para outras praias, porém são opções para quem gosta de trekking.

Não deixe de dar uma paradinha no mirante no caminho para a Praia de Caçandoca
Não deixe de dar uma paradinha no mirante no caminho para a Praia de Caçandoca

No meio do caminho, à esquerda, uma construção chama bastante atenção: um Castelo voltado ao mar. Trata-se da da Igreja dos Arautos do Evangelho em Ubatuba, conto tudo aqui como foi minha visitar por lá.

Placas indicam o caminho, porém não tem erro, já que não existem bifurcações.

As placas pelo caminho não deixam dúvidas sobre qual caminho seguir
As placas pelo caminho não deixam dúvidas sobre qual caminho seguir

Chegando à praia, muitas vezes existe um senhor embaixo de um guarda sol oferecendo tickets para usar o banheiro. Acontece que os quiosques não oferecem este tipo de serviço e esta é uma das questões a ser considerar quando for para esta praia.

O estacionamento é bem próximo à praia e não existe uma organização propriamente dita. Vale lembrar que em outras praias de Ubatuba existe uma espécie de cartão pago para estacionamento, na Caçandoca não há cobrança.

O estacionamento improvisado bem perto da praia
O estacionamento improvisado bem perto da praia

Nos meses de alta temporada pode ser difícil estacionar, mas sempre que fui consegui uma vaga. O acesso deve ser feito exclusivamente de carro ou a pé, pois não conheço nenhum tipo de transporte coletivo que vá até lá.

Com o carro estacionado é hora de procurar um quiosque ou algum lugar na areia. Lembrando que aqui os quiosques não cobram consumação mínima, uso do guarda sol e não proíbem que você leve bebida ou comida, mas vale o bom senso de sempre consumir algo.

Além dos quiosques tem estes pequenos traillers
Além dos quiosques tem estes pequenos traillers

Na praia existe aluguel de SUP, porém é preciso ver se a maré está apropriada para o esporte.

No canto esquerdo existe uma trilha para a Praia do Pulso, já no direito uma trilha nos leva à Praia de Caçandoquinha e ao longe se vê a Ilha do Mar Virado.

Dica importante: leve repelente. Tem muitos mosquitos nesta praia.

No mais é uma praia deliciosa com água limpa.

A estrutura dos quiosques é relativamente boa, eles servem cervejas, caipirinhas, porções de peixes e pastéis.

Outra coisa que gosto muito nesta praia são as amendoeiras, às quais criam excelentes lugares de sombra.

As amendoeiras são encontradas em abundância por toda Ubatuba
As amendoeiras são encontradas em abundância por toda Ubatuba

Voltar ao início. Clique Aqui

 

 

O Quilombo da Caçandoca

Toda a área da Praia da Caçandoca faz parte de um importante Quilombo brasileiro, já que foi o primeiro do país a ser constituído em Terras da Marinha.

Os quilombos foram criados por escravos fugitivos, porém a história nos conta que também escravos alforriados compravam terras e ali formavam seus assentamentos

Hoje em dia vivem aproximadamente 50 famílias neste quilombo, porém outras esperam uma autorização para voltarem, já que no passado muitas pessoas foram expulsas de suas terras por conta da especulação imobiliária.

O Centro Comunitário do Quilombo da Caçandoca
O Centro Comunitário do Quilombo da Caçandoca

É interessante ver os quilombos, pois estes guardam fortes tradições culturais. Na Caçandoca existe a Festa do Espírito Santo, a qual integra a comunidade por 20 dias, e também danças típicas como a do “Bate pé”.

A pequena Igreja de Nossa Senhora Aparecida
A pequena Igreja de Nossa Senhora Aparecida

Existe um projeto chamado “Circuito Quilombola Paulista” no qual o Quilombo da Caçandoca está incluído.

Vale lembrar da luta dos quilombolas para reconhecimento de suas terras
Vale lembrar da luta dos quilombolas para reconhecimento de suas terras

Desta forma é importante fazer um turismo responsável, aliás tenho um artigo sobre isso, clique aqui. Existem várias atividades e participando das mesmas você contribui para que os quilombolas mantenham sua cultura.

O pequeno altar improvisado no Quilombo da Caçandoca
O pequeno altar improvisado no Quilombo da Caçandoca

Ali é possível fazer passeios de barco, trilhas, comprar artesanatos, conhecer o circuito histórico e provar os deliciosos pratos à base de peixe e banana

Voltar ao início. Clique Aqui

 

Informações práticas

Apenas repassando alguns dados práticos:

  • O acesso da Rio Santos até a Praia da Caçandoca é feito através de 6Km de estrada de terra e em alguns trechos está bem esburacado, caso tenha chovido um dia antes complica ainda mais
  • Mesmo sendo estrada de terra qualquer carro consegue acessar a praia
  • Leve repelente pois tem muitos mosquitos
  • A estrutura de banheiros não é boa, é preciso comprar umas fichas para acessar os poucos e precários disponíveis
  • Os quiosques têm um excelente e simpático atendimento, mas se quiser levar lanches e petiscos também é possível, de qualquer forma não deixe de consumir por lá caso use as cadeiras e guarda-sóis.
  • Os carros ficam estacionados num tipo de pasto
  • Caso goste de trilhas vá com calçado apropriado, pois dali existem opções com a Trilha do Saco das Bananas, a qual dá acesso a 10 praias desertas

Gostaram do artigo sobre a Praia da Caçandoca ? Vocês escreveriam um comentário falando de que cidade são ? Aí consigo trazer mais dicas da região de vocês.

Não deixem de ler o post sobre o Castelo dos Arautos. Clique aqui.

Boa viagem sempre!!

Voltar ao início. Clique Aqui

** Este artigo não recebeu nenhuma espécie de patrocínio e reflete as opiniões pessoais do autor.

 

 

 

Compartilhar:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *