Dois dias pelo Vale do Loire na França de carro

Uma viagem pelo Vale do Loire na França

Em 2012 voltei à Paris, já tinha ido em 2004, mas esta cidade merece sim um repeteco. Sempre que vou novamente a um país procuro conhecer algo novo ou me aventurar por lugares que sejam relativamente perto, assim aconteceu o Vale do Loire.

Tudo bem que você vai ao Vale do Loire, mas não deixe de conhecer Versailles Vale do Loire na França
Tudo bem que você vai ao Vale do Loire, mas não deixe de conhecer Versailles

Vale do Loire na França

Este é um roteiro romântico pelos campos, jardins e castelos da França em uma região bem desenvolvida turisticamente falando. Todos os lugares são bucólicos e nos mostram como era a vida da realeza e aristocracia francesa.

Paisagens assim são comuns no Vale do Loire
Paisagens assim são comuns no Vale do Loire

Tem este nome, pois está perto dos rios Loire e Cher, tem outros também, mas só estive em castelos perto destes.

Castelos suntuosos, cidades charmosas e o rio.
Castelos suntuosos, cidades charmosas e o rio.

É possível passear de balão, fazer pic nic nos castelos, andar de bicicleta, de barco e caminhar. Quando estive lá não vi muitos jovens na região, não sei se foi coincidência.

Não é muito longe de Paris e o acesso é facilitado pelas excelentes estradas super bem sinalizadas. Aliás dirigir por ali é bem gostoso, entramos em pequenas cidades, cruzamos pontes centenárias, vimos campos de girassóis e é claro aquele monte de castelos.

Pelas estradas
Pelas estradas

Como conhecer o Vale do Loire na França

É muito comum excursões de Paris, bem como day trips que devem ser evitados à todo custo. Não deve ser legal sair cedo, ficar dentro de um ônibus e parar somente nos lugares programados. O Vale do Loire é bem mais que isso, pois muitas vezes o mais bonito é aquele castelo que ninguém fala e aquele vilarejo perdido entre os campos.

A charmosa Amboise
A charmosa Amboise

Alugar um carro é altamente recomendável. É muito tranquilo dirigir por lá e com certeza você terá a melhor experiência pela região

Quantos dias ?

É possível passar vários dias pela região, mas digamos que em dois dá para conhecer os castelos mais importantes.

Como foi o meu roteiro

Fiz um planejamento prévio e tracei no mapa os lugares que queria conhecer e deu super certo!! A parte um pouco mais tensa foi sair de Paris, mas rapidinho estávamos em uma auto estrada e dali em diante só alegria.

Basicamente visitei os castelos que estavam à caminho de Amboise, ou que tivesse que fazer algum pequeno desvio.

O primeiro que visitei foi o gigante Chambord.

O gigante Chambord
O gigante Chambord

Este castelo é meio que o símbolo do Vale do Loire na França, foi construído apenas para ser um lugar onde os nobres se hospedariam para caçar.

Localiza-se em uma região de preservação onde vivem muitos animais selvagens, não sei se existe algum passeio pela floresta, pois só fiquei perto do Chambord.

O castelo tem um lago artificial e é todo cercado por jardins.  Procure conhecer por dentro e notar as características arquitetônicas, inclusive das enormes escadarias. É possível subir até o “terraço” e curtir o visual lá de cima.

A ostentação de Chambord
A ostentação de Chambord

O tempo para visitar cada castelo é completamente variável. Pode ser que você queria montar seu pic nic, tomar um vinho ou simplesmente ficar de boa pelos jardins. O Vale do Loire é um passeio contemplativo, pra fazer sem pressa.

Os belos jardins de Amboise
Os belos jardins de Amboise

Procure não cair na tentação de visitar um monte de castelos, pois você ficará cansado e não vai aproveitar legal. Relaxe.

Outro conselho é visitar no máximo dois por dia, foi a dica que segui, inclusive pesquisando bastante na net.

Ao sair de Chambord dirigimos até Amboise, onde tinha uma reserva de hotel.

Pelas estradas da França
Pelas estradas da França

Amboise é uma cidade típica do Loire, à margem do rio, com pontes e um castelo que fica numa parte mais alta. Muitos turistas dormem em Tours e usam esta cidade como base. Achei Tours mais cara e grande, por isso a escolha de Amboise.

A charmosa cidade de Amboise
A charmosa cidade de Amboise

Conhecemos o Castelo, que para mim foi o mais bonito da região. É bastante interessante, tem um jardim super bem cuidado e um visual lindo da cidade e do rio. Repare quando for que o castelo era bem maior, porém em várias guerras o mesmo teve parte de sua construção destruída.

O Chateau de Amboise
O Chateau de Amboise

Este castelo é importante pois perto daí morou Leonardo da Vinci, que foi convidado pelo rei para viver em Amboise, inclusive hoje é possível visitar seu túmulo perto do chateau.

Túmulo de Leonardo da Vinci
Túmulo de Leonardo da Vinci

Aproveitamos para dar uma volta pelo centro histórico, tomar café e curtir sem pressa, neste dia não visitamos mais nenhum lugar. Jantamos, voltamos ao hotel e dormimos.

Uma volta pelas ruas de Amboise
Uma volta pelas ruas de Amboise

No outro dia, logo cedo, pegamos o carro e fomos até outro castelo bem emblemático na região: Chenonceau

O Castelo das Sete Mulheres
O Castelo das Sete Mulheres

Este é aquele castelo que fica sobre o Rio Cher, e é bem diferente dos demais. Acredito que deva estar em seu roteiro pela singularidade do mesmo e pelo belo jardim que o rodeia.

Vista do Rio Cher pelas janelas no Chenonceau
Vista do Rio Cher pelas janelas no Chenonceau

Conta a história que Checonceau está associado à sete mulheres de personalidade forte, duas delas rainhas da França.

Passeamos pelo enorme gramado ao lado do castelo e depois pelo jardim na parte de trás do mesmo.

Outro lugar que conhecemos foi Cheverny, este serviu de inspiração para “As Aventuras de Tin Tin”. É um castelo pequeno, porém interessante para quem conhece o famoso desenho. Ao lado do mesmo é possível conhecer o canil com mais de 100 cães de caça.

O Castelo do Tin Tin
O Castelo do Tin Tin
Os cães de caça em Cheverny
Os cães de caça em Cheverny

Bom, no texto acima aconselhei 2 castelos por dia, mas neste conheci mais um: Villadry.

Este passeio não estava no roteiro, decidiríamos lá se iríamos ou não por conta do tempo. Villadry é famoso pelo colorido de seus jardins aparados simetricamente formando vários desenhos. Tem uma parte mais alta onde é possível vislumbrar toda essa maravilha.

O Jardim de Villandry

Resumo

  1. Alugar um carro para conhecer a região do Loire dá bastante liberdade ao passeio e possibilita que se sinta o clima da região
  2. Tente seguir a dica de dois castelos por dia, para que não fique muito cansativo, porém se você se empolgar, tudo bem, só conta pra gente aqui depois
  3. Muitos castelos são interessantes por fora e por dentro não tem nada de especial. O único que achei interessante em seu interior foi o Chambord
  4. Se fizesse novamente este passeio certamente levaria um lanche e aquelas toalhas em xadrez para fazer um pic nic nos castelos, vi muitos turistas fazendo isso

E aí, ficou com vontade de conhecer o Vale do Loire na França ?

Au Revoir!!

 

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *